O cuidado em não divinizar o dinheiro

Não é novidade que uma das características dos dias atuais é o excessivo apego ao dinheiro. Já foi dito de forma equivocada por muitas pessoas que o dinheiro é a raiz de todos os males, sem contar que existem pessoas que garantem que tal afirmação pode ser encontrada na Bíblia Sagrada. Mas, o que de fato foi dito pelo apóstolo Paulo a Timóteo é que “o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males” (1 Timóteo 6.10a – NAA).

Acumular cifras e patrimônio tem se tornado o único objetivo de vida para muita gente, mesmo que o esforço venha a comprometer saúde, família e a comunhão com Deus. O próprio Jesus advertiu que momento em que o dinheiro passa a ser um “deus” na vida da pessoa, a avareza a conduz a uma rotina idolátrica: “Vocês não podem servir a Deus e também servir ao dinheiro.” (Mateus 6.24 b – NTLH).

image_printImprimir

Milagre de Deus impede aborto

Infecção generalizada não atinge criança no ventre de gestante no Rio de Janeiro

O quadro clínico de Mara Costa, membro da Assembleia de Deus em Duque de Caxias, região metropolitana do Rio de Janeiro (RJ), era bastante grave, inclusive porque a jovem senhora estava grávida de Isabelly Vitória, e naquele ano de 2016, ela havia sido informada pelos médicos sobre a sua segunda gestação, naturalmente a notícia deveria trazer contentamento para todos os membros da família, especialmente para a gestante,mas foi motivo de preocupação geral. Mara recorda-se que, antes, ela desfrutou de momentos de profunda alegria.

image_printImprimir

Perigos no lar: como vencê-los?

A essência do termo“casa” é o mesmo para lar, significa não tratar-se da edificação arquitetônica erguida com materiais de construção. É importante saber que o lar é o local onde a família é estabelecida e seus ocupantes aprendem a respeitar as características, o espaço e os bens do próximo, incluindo o compartilhamento de regras, limites, valores, princípios e etc. É um espaço de compartilhamento de informações além do descanso no final do dia.

image_printImprimir

Ditadores cruéis e assassinos que ocupam a liderança de países

Como entender Romanos 13.1 diante da atuação de autoridades sanguinárias?

Sempre deparamo-nos com esta indagação e passamos a considerar o ensino do apóstolo Paulo em sua carta endereçada aos cristãos romanos. Como compreender a existência de autoridades civis cruéis no mundo em que vivemos, diante do que o Apóstolo dos Gentios alertou a comunidade cristã na capital do Império, que não somente conquistou mas mantinha o mundo conhecido sob a sua égide? “Sendo o conceito de autoridade no Novo Testamento, vem termo grego exousia, que originalmente significava, o poder e a liberdade de escolha, e que veio a significar, o poder de direito de agir, possuir e controlar (dicionário bíblico Wycliffe, pg. 239). O governo civil é uma autoridade “delegada” por Deus para manter a ordem do povo, na comunidade em que vive, assim como a autoridade eclesiástica na igreja e os pais no lar, contra uma anarquia e a corrupção generalizada, para o bem-estar da comunidade.

image_printImprimir

Jesus fez um acordo com os demônios que possuíam o gadareno?

Segundo Marcos 5.1-20 e Lucas 8.26-39, o pedido deles de não serem lançados no abismo foi atendido pelo Senhor, que os enviou para uma manada de porcos.

A história retrata o pior estado que o ser humano pode chegar: Ser possuído por demônios. Aquela alma, não controlava aquele corpo, ele era controlado pelos demônios, de maneira que nenhuma cadeia ou força humana podia detê-la. Ele foi liberto! O contexto histórico e as pessoas envolvidas serão determinantes para uma interpretação correta da mensagem divina e assim responder a pergunta em questão. Essa história assemelha-se como Antigo Testamento. Jesus permitiu que os demônios possuíssemos porcos. No Antigo Testamento, Deus permitiu que um demônio tomasse os lábios dos profetas de Acabe. O demônio declarou que seria um espírito de mentira agindo entre os profetas. Entender a razão pela qual Deus permitiu que o demônio de mentira tomasse os lábios dos profetas de Acabe, nos ajudará e entender a permissão para que os demônios possuíssemos porcos. Acabe, o rei que teve seus profetas enganados pelo espírito de mentira, reinava sobre dez tribos da nação de Israel; aquelas que seguiram a rebelião de Jeroboão após a morte de Salomão.

image_printImprimir

Misticismo não é espiritualidade

Hoje em dia observamos a disseminação de vários modismos estranhos às Sagradas Escrituras nas igrejas, e que tem preocupado as lideranças evangélicas no Brasil. Dia a após dia surgem grupos e pessoas propondo práticas extrabíblicas que ameaçam o equilíbrio doutrinário da igreja. Um misticismo que nada tem de bíblico tem tomado proporções nas igrejas e seu significado nada mais é que uma mistura de figuras, objetos e símbolos pinçados do Antigo Testamento, devidamente espiritualizados, e transformados em “proteções” semelhantes às usadas pelas magias pagãs. As magias pagãs estabelecem como pontos de contatos objetos tais como amuletos, talismãs, patuás, cristais, pedras e coisas para “proteção”. Este tipo de misticismo manifesta-se no meio evangélico e especialmente pentecostal da seguinte maneira:

image_printImprimir

DNA mostra que todos viemos de um casal

Novo estudo corrobora anteriores, que apontam para pai e mãe comuns

A Bíblia afirma que todos os seres humanos são descendentes de um pai e uma mãe comuns, sejam eles Adão e Eva, antes de tudo, ou, posteriormente, Noé e sua esposa. Agora, mesmo cientistas céticos estão tendo que reconhecer isso, apesar de não usarem os nomes dos personagens históricos bíblicos ao declararem o mesmo. No final do ano passado, cientistas dos Estados Unidos e da Suíça anunciaram uma descoberta que aponta para essa afirmação bíblica. Estudando o DNA humano, eles descobriram que este indica que todos os seres humanos são descendentes de um pai e uma mãe comuns que apareceram entre 100 mil e 250 mil anos atrás, após um evento que quase acabou com a raça humana. Embora seja biblicamente polêmica essa datação (os dados bíblicos apontam para milhares de anos e não 100 mil anos), tal indício nos faz lembrar naturalmente do relato bíblico de Noé e sua família sobrevivendo ao dilúvio universal.

image_printImprimir

Conselho de Psicologia pode ser investigado por perseguição

Rede Globo é sentenciada a pagar indenização a psicólogos

A conhecida psicóloga paranaense Marisa Lobo reuniu-se com o deputado federal Marco Feliciano no dia 12 de novembro de 2018 a fim de entregar-lhe um dossiê contra os Conselhos de Psicologia (regionais e federal), no documento a psicóloga faz denúncia contra o aparelhamento político e ideológico destas autarquias. Durante o encontro, o parlamentar recebeu o documento e garantiu pedir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) incluindo audiências públicas, oferecendo assim a chance dos profissionais discordantes de se pronunciarem contra tal doutrinação.

image_printImprimir

Obediência ao Senhor

“E Israel disse a José: ‘Como você sabe, seus irmãos estão apascentando os rebanhos perto de Siquém. Quero que você vá até lá’. ‘Sim, senhor’, respondeu ele” (Gênesis 37.13). Os irmãos de José alimentavam raiva e inveja dele (Gênesis 37.4-8). Por esse motivo, o jovem tinha motivos sobejos para questionar e até repudiar essa ordem de seu pai Jacó, mas obedeceu, saindo de Hebrom em direção a Siquém, cerca de 100 quilômetros de distância, a fim de encontrar-se com seus irmãos.

Comparemos como comportamento de outro personagem bíblico: o profeta Jonas. Quando o Senhor ordenou que se deslocasse até Nínive, ele decidiu viajar na direção contrária àquela que Deus havia determinado. José deixou seu pai, aos 17 anos, para cumprir uma ordem recebida, mesmo sabendo que não gozava da simpatia dos outros filhos de Jacó. E estes dois exemplos levaram-me a meditar sobre qual tem sido o critério que temos usado no que diz respeito ao fazer ou não fazer o bem ao próximo. Quanto a isso, muitos afirmam: “Eu gosto de quem gosta de mim”; ou: “Eu respeito quem me respeita”; “intercedo por quem é gente boa”. Qual tem sido o critério usado para se obedecer a Deus?

image_printImprimir

Tecnologia de controle perfeito do governo mundial já em elaboração

Mecanismos de censura de empresas de mídia social e sistema de vigilância da ditadura chinesa dão um vislumbre de como será o futuro controle

A Bíblia assevera em Apocalipse 13, versículos 16 e 17, que, no futuro governo mundial que deverá se estabelecer no planeta no final dos tempos, haverá um controle total da população mundial. Diz o referido texto bíblico que “todos”, seja qual for sua estratificação social – “pequenos” ou “grandes”, “ricos” ou “pobres”, “livres” ou “servos” –, estarão sob esse controle; de maneira que “ninguém possa” nem mesmo “comprar ou vender” sem a autorização desse mecanismo global de controle social. Mas, o que seria essa tecnologia?

image_printImprimir
Google Translate »