Quando a família não é mais prioridade

Quando a família não é mais prioridadeVivemos hoje a fase do ativismo, ou seria superativismo, hiperativismo? Estar ativo, sempre ocupado, fazendo mil coisas e não tendo tempo para nada. Uma agenda cheia de compromissos. Tempo, tempo, tempo, só falamos dele ou da falta dele. Seja na sociedade em geral ou na igreja. Mas, diante dessa correria, como fica a família, o cônjuge e os filhos? Existe tempo para um abraço, ou para um elogio? Lembro-me de um artigo que li sobre a Terapia do Elogio, ou seja, a falta do mesmo, pois na correria do dia a dia, nem conseguimos dizer ao nosso cônjuge, obrigada por ajudar-me, ou ao filho, parabéns pelo teu esforço nos estudos.

A importância da família

Desde Genesis até Apocalipse vemos a importância da família em qualquer decisão tomada, se a família não estava bem, afetava toda a sociedade, vemos isso, na vida de Adão, Isaque, Jacó, Davi e outros. Mas, percebemos na vida de Josué, uma decisão firme, que faz toda a diferença: “ …porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24.15). E servir ao Senhor, é também servir a família, é gastar tempo com ela, e mais do que isso, valorizar esse tempo.

Mas quando saberemos se o superativismo está afetando nossa família? Quando os membros não conseguem mais se encontrarem nem nos finais de semana ou final do dia. Quando os cônjuges nem sabem mais do que o outro gosta, e quando os pais nem percebem mais o quanto o(a) filho(a) cresceu e deixou de ser criança. Lembrando: Deus entende nossas responsabilidades, tanto fora quanto dentro da igreja, mas nunca devemos esquecer que a instituição primeira de Deus é a família. Precisamos voltar aos cultos domésticos, a oração de mãos dadas, aos lazeres de finais de semana, as brincadeiras com os filhos, etc.

Pais e mães ausentes

Sabemos quão difícil é criar um filho nos dias de hoje, e não estou falando sobre o aspecto físico, mas falo sobre a educação moral e espiritual. Os meios de comunicação e a própria sociedade, nos oprimem e querem determinar como devemos criar nossos filhos. Deus compreende que, o papel de um homem, é de prover o necessário para sua família, mas tem muitos homens que sobrecarregam a esposa, deixando tudo em suas mãos. Não esqueça que o papel do homem é muito importante dentro de casa, mas o pai é indispensável, ele deve dialogar com os filhos, ajudar a esposa nas tarefas quando os filhos são pequenos, orientar eles no caminho certo (orar, ler a Bíblia). “Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, remindo o tempo, porquanto os dias são maus”. (Efésios 5.15,16).

Mãe ausente é aquela que mesmo em casa, nunca tem tempo para ouvir seus filhos, está sempre ocupada com a casa, com a TV e até com a igreja. Lembre-se: os filhos precisam ser ouvidos e esclarecidos sobre suas dúvidas, seus temores e conflitos. E você como mãe optou por esse papel consciente ou inconscientemente, por isso Deus não deu filhos para crianças, ele acredita que você pode ser a melhor mãe do mundo, ele confiou e ainda confia em você, mas para que isso seja possível é preciso abrir mão de seu tempo livre, desligar a TV, e até mesmo fechar a Bíblia, sim isso mesmo, muitas vezes estava lendo a Bíblia, e meus filhos chegavam com problemas, era preciso fechá-la para ouvi-los e orar com eles, e Deus sempre nos respondeu. Lembre-se do que a palavra de Deus diz em Provérbios 14.1 “A mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola derriba-a com as suas mãos”.

Como superar o ativismo exagerado

1) Orando – A oração é descrita como o ato de invocar o Senhor, outras expressões do Antigo Testamento são “suplicar ou procurar o favor de Jeová”, “tornar-se agradável à sua face”, “curvar-se em adoração”, “aproximar-se”. 2) Dialogando – é conversar, estar junto, não deve haver segredos na relação familiar, é falar o que está incomodando, é agradecer um elogio, é saber elogiar, não ser egoísta nem egocêntrico, mas olhar com os olhos do outro. 3) Amando – No grego temos diversos tipos de amor. Ágape – Amor abnegado – Divino – DEUS. Phileo: É o amor fraternal. Altruísta, comunitário, interessado no bem-estar dos outros, contrário ao egoísmo. Eros – Amor Físico – Erótico – Sentidos. Storge – Amor Familiar – Familiar – Família. 4) Aceitando – acolhimento, consentimento, aplauso, aprovação. 5) Esforçando-se – emprego de força, vigor, ânimo, energia, valentia, empenho. 6) Persistindo – qualidade do que é persistente, constância.

Sabemos que todas estas atribuições demandam tempo e sabedoria, mas quando os membros decidem valorizar e investir na família, com a ajuda de Deus conseguiremos por cada coisa em seu devido lugar, ou seja, trabalho, estudo, família e a obra de Deus.

Conclusão

Em toda família coexistem tendências para saúde e para doença, o diferencial se fará a depender de como a família enfrente situações de crise, de como está à afetividade e a comunicação entre seus componentes. Estes serão indicadores de relações saudáveis ou adoecidas. Portanto, é necessário que cada membro da família, faça sua parte, e busque novos caminhos para estarem juntos, lembrando que quantidade, nem sempre é qualidade. Faça um tempo com teus filhos serem agradáveis e com teu cônjuge prazeroso.

Portanto, muitas vezes é necessário fechar o livro e até levantar da oração para atender um filho que chora, ou um cônjuge que está em dificuldades. Em Isaías 30.7, Deus nos diz que: “… No estarem quietos, estará a sua força.” Pensamos que Deus nos quer sempre em ação, vinte e quatro horas por dia, mas muitas vezes, o filho só precisa de um abraço, o cônjuge só precisa do teu silêncio e companhia. Lembrando: solidão, nem sempre é ausência de companhia, muitas vezes é ausência de compreensão.

Bibliografia

A Bíblia da Mulher. Leitura – Devocional e Estudo – Sociedade Bíblica do Brasil – 1993.
Bíblia de Estudo Pentecostal Revista e Corrigida – ed. 1995.
Dicionário Wycliffe. Rio de Janeiro – CPAD – 2006.

Por, Serenita de Meira Rienzo.

image_printImprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Google Translate »