Por que há texto que sugere que Deus tenta?

image_printImprimir

Por que há textos que dão a entender que Deus tenta se Tiago diz que Ele não tenta?

Por que há texto que sugere que Deus tentaAntes de respondermos a essa pergunta, gostaríamos de felicitar quem a formulou, pois certamente a fez no desejo de sanar suas dúvidas a respeito do assunto e de aprender mais sobre as Sagradas Escrituras.

Quanto ao assunto em pauta, em primeiro lugar é preciso entender os dois significados da palavra “tentar”, conforme aparece na  Bíblia

1) A palavra significa provar, experimentar a alguém para ver se o mesmo corresponde a determinados propósitos. Isso, às vezes, ocorre por uma ação direta do próprio Deus ou por situações e circunstâncias que Deus mesmo permite acontecer, cujos motivos nem sempre nos é permitido saber. Foi neste sentido que Deus tentou a Israel no deserto ao longo de 40 anos (Deuteronômio 8.2) e, da mesma forma, permitiu que Jó fosse tentado para que se revelasse a sua fidelidade para com Deus (Jó 1.12, 20-22). Casos como esses nunca têm sentido de pecado ou de incitar alguém a pecar. Elas servem, sobretudo, para revelar a nós mesmos algumas coisas que precisamos tratar em nossas vidas.

Logo, entende-se que foi com este propósito que Deus tentou (provou ou experimentou) a Abraão, conforme Gênesis 22.1, 2: “E aconteceu depois destas coisas, que provou Deus a Abraão, e disse-lhe: Abraão! E ele disse: Eis-me aqui. E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi”.

2) Já segundo o caso mencionado por Tiago significa tentar para pecar, incitar ao pecado, à transgressão e à desobediência. Esse tipo de tentação procede do próprio homem caído ou por incitação direta de Satanás. Observe que o próprio Filho de Deus foi tentado pelo Diabo, porém não cedeu à tentação (Lucas 4.1-13). E Ele mesmo nos ensinou a orar “para não cairmos em tentação” (Mateus 6.13). O apóstolo Pedro nos ensina a resistir a toda sorte de investidas do tentador (1 Pedro 5.8, 9).

Assim, entendemos que foi com esse propósito que Tiago escreveu: “Ninguém, sendo tentado, diga: de Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e a ninguém tenta” (Tiago 1.13).

Concluímos, portanto, não haver nenhuma discrepância ou contradição entre as passagens de Gênesis 22.1 e Tiago 1.13, uma vez que as mesmas apenas apresentam interpretações diferentes de acordo com o contexto geral das Sagradas Escrituras. Afinal, a Bíblia por si mesmo se interpreta.

Por, Waldemar Pereira Paixão.

One Response to Por que há texto que sugere que Deus tenta?

  1. juvenil xavier dos santos disse:

    foi muito bom tirou minhas duvidas geradas entre esse dois testos gn 22.1 ,e tiago 1.13 Deus vos abençoe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Google Translate »