Os efeitos de uma mosca no perfume

Os efeitos de uma mosca no perfumeSegundo a Bíblia Sagrada, o Senhor nosso Deus é apreciador de fragrâncias. No livro de êxodo, nos preparativos para o Tabernáculo, na instituição dos sacrifícios, descobrimos que o próprio Deus pediu perfume. “Em seguida o Senhor disse a Moisés: Junte as seguintes especiarias: seis quilos de mirra líquida, a metade disso, ou seja, três quilo de canela, três quilos de cana aromática, seis quilos de cássia […] e um galão de azeite de oliva. Faça com eles o óleo sagrado para as unções, uma mistura de aromas, obra de perfumista. Este será o óleo sagrado para as unções” (Êxodo 30.22-25 – NVI).

Deus pôs o perfume na natureza

Na criação de Deus, os perfumes podem ser encontrados em flores, como rosa, dama da noite, margarida, dentre tantas outras; o cheiro de certas árvores: eucaliptos, cedrinho… Entre os animais, algumas fêmeas, na época do cio, exalam um perfume para atrair o macho? Parece estranho mas o cheiro do gambá-fêmea tem o poder de atrair o macho.

O gosto dos animais por perfume é diferente do nosso. Os cães e gatos reservam seu território com cheiro da urina. É por isso que o cachorro cheira cada poste, para saber quem é o dono daquele território.

O mau e o bom cheiro

O mau gosto desagrada, alguns são insuportáveis. Já teve a oportunidade de fazer uma longa viagem de ônibus com alguém que se esqueceu de tomar um banho? Vejamos o que diz Eclesiastes 10.1: “Assim como a mosca morta produz mau cheiro e estraga o perfume, também um pouco de insensatez pesa mais que a sabedoria e a honra”.

O perfumista está com seu grande recipiente de perfume e nele cai uma mosca, uma pequena mosca. O profissional não viu, Ele descuidou-se e a mosca caiu, apodreceu – a pequena mosca estragou toda a vasilha de perfume!

Interessante a Bíblia ter registrado isto: uma coisa tão pequena cai em algo grande, maior, e acaba todo o bom cheiro. Na realidade, a decomposição da mosca faz com que o perfume perca o efeito. Interessante isto! Observe o que está por trás do texto: O pequeno estraga o grande; o menor acaba com o maior; o desagradável extingue o agradável.

Analisando este texto, percebemos que algumas moscas caíram em nosso perfume. Quantas famílias que são seriamente prejudicadas, por uma pequenina mosca, que tem caído no recipiente de seu perfume; anulou o efeito. Quantas vidas também estão arruinadas, porque uma pequena mosca pousou sobre seu jarro de perfume e acabou com ele para sempre.

A má influência de algumas pequenas coisas

Quem é que dá atenção a uma mosca morta? Um animal morto, ainda chama a atenção, mas a uma pequena mosca morta, quem dá atenção? Para que serve, pequena e imprestável? A mosca morta parece insignificante, mas dentro do vasilhame de perfume, estraga o conteúdo.

A parte final do texto de Eclesiastes 10.1 diz: “também um pouco de insensatez pesa mais que a sabedoria e a honra”. A pessoa tem uma vida inteira de honra e dignidade, mas uma mosca, uma pequena mosca de insensatez, arruína toda sua honra e toda a sua dignidade.

A palavra traduzida por “insensatez” ou “estultícia”, é um termo hebraico que significa tolice. A pessoa tem uma vida pautada por honra e dignidade em toda a sua existência, mas por vezes, cinco minutos de tolice, só cinco minutos de tolice, são suficientes para arruinar a sua vida para sempre. Podemos educar o filho por 20 anos, e cinco minutos de conversa com um traficante num banheiro da escola, porão abaixo os vinte anos de educação. Eduque uma moça 18 anos, e cinco minutos de conversa com um sujeito malandro, à toa, poderão jogar os dezoito anos fora.

Vejamos o relato bíblico do caso do rei Ezequias – um dos grande líderes de Israel – registrado em 2 Reis 20.12-18. Este homem agiu de forma tola apenas por um momento, mas sua atitude redeu-lhe grandes prejuízos, não apenas para eles mesmo, mas para toda sua nação.

Ele recebe o inimigo, hospeda o inimigo, põe o inimigo dentro de casa e abre a guarda. Mostra tudo que tem para o inimigo. O rei não sabia que ele estava promovendo sua própria ruína. O negócio dele era vaidade, ostentação: “A Babilônia é rica? Eu também sou rico, eu também tenho coisas para mostrar”. E não atinou que ele estava simplesmente despertando a cobiça dos seus adversários. Que tolice! Um homem sábio, justo, temente a Deus, mas tolo. Um momento só de tolice estragou toda a sua vida!

Fica uma advertência: Por vezes, nós arruinamos a nossa vida por ninharia. Quanto casamento não foi destruído por cinco minutos de tolice?

Quantos moços e moças carregam consigo o arrependimento por causa de cinco minutos de insensatez e tolice? Quanto perfume jogado fora, por causa de uma pequena mosca?

Cuidado com o que você lê; com o que você fala; com o tipo de conversa que você gosta; com o lugar onde navega na internet; com os pensamentos; com as más companhias; com as pequenas coisas que estragam a vida! Uma mosca morta estraga o unguento do perfumista.

Esse é o poder das pequenas coisas que não prestam. Uma pequena mosca, insignificante, acaba com todo um vasilhame de perfume e para sempre. Esta foi a primeira ideia que me ocorreu: tomar cuidado com o poder das pequenas coisas que não prestam.

Corte a influência do que não presta

Não é a mosca que fica perfumada, é o perfume que fica podre; é ele que apodrece. É o pequeno que estraga o grande.

O poder do mal é terrível! Já notou que nós não pegamos saúde de ninguém? Fique do lado de uma pessoa em sua mais perfeita forma física. Você não vai pegar a saúde dele. Mas fique do lado de uma pessoa que está espirrando o tempo todo. Você ficará gripado. Saúde nós não pegamos dos outros, mas rapidamente pegamos doença. É incrível a capacidade do mal!

Esta é a influência do que não presta sobre o que presta.

Desta influência precisamos aprender a fugir do mal, do erro, do pecado. Fugir destas coisas não é covardia!

Não imagine que você têm o domínio da situação. Veja só esse relato:

Certo artista de circo, que havia começado a domar uma serpente quando ela ainda estava da espessura de um dedo, foi surpreendido. Durante as apresentações, a serpente se enroscava ao redor de seu corpo a uma ordem sua e depois se desenroscava. Mas em uma dessas apresentações, alguma coisa estava errada, a serpente não se desenroscou, e o homem estava com dificuldade para respirar. A serpente foi apertando, apertando e pouco a pouco o auditório ouviu o barulho de ossos serem quebrados. A serpente o matou.

Ele pensou que a tivesse sob o domínio e que ela obedeceria as suas ordens a qualquer momento. Ele a tinha sob controle desde quando era da espessura de um dedo e poderia então tê-la apertado e matado, mas ele a alimentou e brincou com ela, compartilhou a sua vida com ela, até que por fim ela o matou.

Muitos de nós também brincamos com situações irregulares em nossa vida. Fazemos concessões em relacionamentos, em práticas, em atitudes e na área moral. Brincamos com coisas que sabemos são daninhas à nossa vida e julgamos que a qualquer momento podemos nos livrar daquilo, e um dia, surpresos, descobrimos que não tem mais a espessura de um dedo e que não podemos mais esmagar em nossas mãos; aquilo nos dominou.

Cuidado com as moscas, pois você é perfume

Assim como Deus gosta de perfume, e pôs perfume na natureza, Ele também pediu perfume no culto. Os servos do Senhor são chamados de “perfume de Cristo”. “Porque para Deus somos o aroma de Cristo entre os que estão sendo salvos e os que estão perecendo” (2 Coríntios 2.15 – NVI). Você é o bom perfume de Cristo, tanto na igreja como lá fora.

Por, Hermes Barreto.

image_printImprimir

4 Responses to Os efeitos de uma mosca no perfume

  1. sandoval lima disse:

    mensagem linda, parabéns

  2. Valter r de souza disse:

    O perfumista então é o espirito santo

  3. Eronildes disse:

    Forte essa mensagem!

  4. Lucimar Solange disse:

    Amém! Palavra tremenda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Google Translate »