Jesus a curou de câncer quando a doença revelava a sua face mais cruel

image_printImprimir

Enquanto padecia o Senhor confortava o seu coração e corroborava a sua fé através da Bíblia Sagrada

Jesus a curou de câncer quando a doença revelava a sua face mais cruelApesar dos avanços da ciência e seus benefícios para com aqueles que padecem de enfermidades complexas como o câncer, os efeitos são devastadores no organismo dos pacientes. Segundo os especialistas, a doença pode levar anos para a sua evolução até a sua descoberta. Os médicos afirmam que foram identificados mais de 100 tipos da doença, considerando que a maioria tem cura (benignos), desde que a sua presença seja identificada em estágio inicial e tratados de forma correta.

Dulce Zaccarom experimentou os rigores da doença e conta como o Senhor restabeleceu a sua saúde de forma milagrosa. A sua trajetória começou em um exame clínico no final de agosto de 2012, segundo a própria Dulce, ela desfrutava momento especial em sua vida, pois estava em férias. Durante o procedimento do toque, a enfermeira constatou a presença de um nódulo. Apesar de a profissional dizer para que a paciente não se preocupasse, no entanto Dulce percebeu que na requisição do exame a enfermeira escreveu com letras maiores a palavra “URGENTE”.

No dia 12 de setembro de 2012, o resultado do exame foi revelado e segundo as palavras da própria Dulce “começou uma nova jornada na minha vida”. Dulce recorda que o resultado de uma mamografia deu o seguinte resultado:

“Nódulo, denso, de pequenas dimensões, parcialmente delimitado no quadrante superior externo a esclarecer – BI-RADS R categoria V. Para maiores esclarecimentos necessário a realização de uma ultrassonografia.”

Na semana seguinte ao resultado do exame, ela passou pelo procedimento na Policlínica da cidade de Timbó (SC), onde mora. Naquele instante a médica procurou saber se estava acompanhada e logo foi marcada uma consulta para a próxima semana. Nesse período Dulce procurou o pastor Luiz Carlos de Souza, líder da Assembleia de Deus em Timbó (SC) e solicitou as orações e sigilo, porque ainda não havia contado nada aos filhos.

Dulce havia realizado uma biópsia ela mostrou para a enfermeira Márcia Reis que é fiel da igreja em Timbó. A profissional disse que o tipo de nódulos que apareciam no exame são nódulos gelatinosos, com formato de um ovo estralado, cheios de pontas. Isto significava que o agente podia entrar em processo de metástase em seu organismo. Se alcançasse o pulmão, seria fatal. A enfermeira estimulou a fé de Dulce.

“Você conhece o Deus que servimos e sabe do que Ele é capaz, apenas confie, Ele tudo pode”. Em meados do mês de dezembro de 2012, tendo em mãos o resultado da biópsia, constando o mesmo resultado dos demais exames, somente com duas palavras a mais “in vasu”, ou seja o processo de metástase estava em andamento.

“Passei uma mensagem para o meu pastor na qual eu solicitei a ele e toda a igreja que intercedessem. Começou, então, campanhas de orações e jejuns em meu favor”, lembra Dulce.

Ao longo do processo, ela permaneceu internada do dia 18 a 20 de dezembro de 2012, foi operada e retiraram a mama esquerda e 15 linfomas debaixo do braço esquerdo. O procedimento aconteceu no Hospital Santa Isabel na cidade de Blumenau (SC). Quando Dulce recebeu alta, ela conta que a pressão arterial baixou para 5×8, seguido de vômito e desmaio.

Após a cirurgia a paciente permaneceu com o dreno por um período de cinco dias e nesse período, em uma madrugada, Dulce estava muito triste, e perguntou ao Senhor as razões daquele sofrimento e que conhecera o interior de um hospital apenas para fazer as três cesarianas dos filhos. Diante da dificuldade, Dulce revela que algo sobrenatural aconteceu em seu quarto.

“Naquele momento veio em minha mente o hino número 58 da Harpa Cristã, naquele instante eu não lembrei todo, mas comecei a cantar e minha mente apenas o coro que diz o seguinte: ‘comigo estar, comigo estar, sim Jesus me promete, sempre comigo estar. Comigo estar, comigo estar, sim Jesus me promete, sempre comigo estar’”, comenta Dulce.

A paciente disse que o hino permaneceu em sua mente até adormecer de forma profunda e tranquila. Já pela manhã, após o café, ela cantou o hino todo e depois orou em busca de uma palavra da parte de Deus. Ela abriu a Bíblia e seus olhos encontraram 1 Tessalonicenses 5.18 em que está escrito: “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco”. Ela entendeu que deveria evitar o questionamento, pois a explicação seria revelada no futuro.

No mês de fevereiro começou o processo de quimioterapia e apesar das recomendações médicas que praticamente proibiam de Dulce sair de casa, ela não deixou de frequentar aos cultos e às reuniões do Círculo de Oração, quando se sentia capacitada para isto.

No dia 15 de setembro de 2013, durante o congresso do Círculo de Oração no templo-sede, a preletora do evento, Daniela Corrêa, disse que o Senhor a ordenou que ministrasse a sua Palavra baseada em Lucas 7.48-50: “E disse a ela: Os teus pecados te são perdoados. E os que estavam à mesa começaram entre si: Quem é este, que até perdoa pecados? E disse à mulher: A tua fé te salvou; vai-te em paz”. Ao longo da sua prédica, Daniela afirmou que o Senhor desejava realizar um milagre em uma cooperadora do Círculo de Oração, que estava com câncer e que estava no culto.

No final da reunião, ela disse: “Deus já me revelou quem é a pessoa” e apontou para Dulce que estava sentada na última fileira de cadeiras da igreja. Dulce lembra o momento em que ela disse: “É aquela irmã lá atrás; você tem câncer e hoje Deus vai te curar, receba a bênção e tome posse da vitória”. Segundo a própria Dulce, ela não esperava por essa manifestação divina. “A igreja estava cheia. Foi muita bênção. O culto terminou quase meio dia, pois toda a igreja ficou tomada do Espírito Santo de Deus. Foi maravilhoso, glorioso, espetacular, sem palavras para descrever a emoção que senti, mas aconteceu bem como pedi. Deus me respondeu uma oração que fiz em pensamento, nem precisei de palavras. Naquele culto ainda, solicitei o microfone para o pastor e expliquei que aquilo que Deus estava falando através daquele profeta, se tratava de uma prova que tinha feito com Deus e que referida oração tinha feito somente em pensamento e Deus respondeu com mais precisão, sem proferir sequer uma palavra”.

“Dulce estava com um problema sério de saúde e chegou a perder os cabelos devido aos procedimentos. Ela foi agraciada com a cura. Eu posso dizer que a Dulce é uma pessoa com testemunho cristão”, revelou o pastor Luiz Carlos de Souza.

Por, Eduardo Araújo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Google Translate »