Encorajamento para louvar ao Senhor

image_printImprimir

Encorajamento para louvar ao SenhorO salmo 100 trata-se de um hino de louvor. Este salmo simples era entoado, conforme indicado por seu conteúdo, por um cortejo de adoradores que estavam a ponto de entrar nos portões e nos átrios do templo. Seu propósito era efetuar um “culto de agradecimento” e “ofertas pacificas”.

Que tipo de culto era esse?

É um ato voluntário de adoração; ação de graças e comunhão, ou seja: segundo (Levíticos 3.1-17), o sacrifício pacífico era efetuado diante de Deus, no sentido do ofertante ter comunhão com Ele, expressar gratidão ou fazer um voto. Envolvia um compromisso do ofertante com o concerto e celebrava a paz e a reconciliação entre Deus e o adorador.

Interessante que o culto dos hebreus era “ruidoso”, isto é: o coro cantava, os instrumentos tocavam, as trombetas sopravam. “Cantai louvores ao Senhor com a harpa; com a harpa e a voz de canto. Com trombetas e som de buzinas, exultai perante a face do Senhor” (Salmo 98.5,6).

Neste salmo não houve preocupação em identificar seu autor nem ao menos descreve as circunstancias que podem ter inspirado a composição deste louvor. Não se refere diretamente a entronização de um rei, nem menciona especificamente a entronização de Jeová por ocasião da festa de Ano Novo, mas atua como “súplica” ou versículo em que se glorifica a grandeza e a majestade divina.

1. Faça festa. “Celebrai com júbilo ao Senhor”. Celebrar é realizar, festejar, comemorar com solenidade; exaltar; enaltecer, elogiar publicamente; exaltar com ironia. Com certeza esta celebração não é uma celebração com tristeza, mas com júbilo, ou seja, celebre com grande alegria; regozijo; contentamento: sentimento de prazer.

O salmista diz: “Dai ao Senhor, ó famílias dos povos, dai ao Senhor glória e força. Dai ao Senhor a glória devida ao seu nome; trazei oferendas e entrai nos seus átrios. Adorai ao Senhor na beleza da santidade; tremei diante dele todos os moradores da Terra” (Salmo 96.7-9). A família: Pai, mãe e filhos devem celebrar ao Senhor.

2. Dedique-se a Deus. “Servi ao Senhor com alegria e apresentai-vos a ele com canto!”. Servir é estar ao serviço de Deus; consagrar-se ao serviço de Deus; estar às ordens de Deus. É como que ressoar ao nosso ouvido o seguinte: “Obedeçam a Ele de coração alegre”.

Façamos como Samuel que ao ouvir a voz divina disse: “Fala Senhor porque o teu servo ouve” (1 Samuel 3.10). Samuel estava disposto a ouvir e obedecer.

A recomendação de Paulo aos servos é: “E, tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo coração, como ao Senhor e não aos homens, sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis”(Colossenses 3.23,24). Eis a ordem: “Se coloque na presença do altíssimo com canto”. O que é isso?

Canto é uma série de sons musicais cadenciados, ou seja: ritmados, formados pela voz; ação de cantar; divisão de certos poemas, principalmente dos épicos; poesia que se pode cantar; hino. Paulo disse que devemos cantar e salmodiar ao Senhor no nosso coração dando graças a Deus por tudo (Efésios 5.19-20)

3. Foi Ele que nos escolheu. “Sabei que o Senhor é Deus, e foi ele, e não nós, que nos fez povo seu e ovelhas de seu pasto”. O apóstolo Pedro bradou dizendo: “Vós que, em outro tempo, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus, que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora, alcançastes misericórdia” (1 Pedro 2.10).

Deus tomou aquele que “não era” e nos fez “um povo adquirido”. Jesus disse: “Eu conheço as minhas ovelhas e delas sou conhecido” (João 10.14)

Diz o salmista: “Bem-aventurado aquele a quem tu escolhes e fazes chegar a ti, para que habite em teus átrios” (Salmo 65.4). Sabei, isto é, tenha conhecimento; compreenda; tenha a certeza; esteja convencido; não tenha dúvidas “que o Senhor é Deus”. Do que mais você precisa para entender que Ele é Deus? A Bíblia diz: “A ti te foi mostrado para que soubesses que o Senhor é Deus; nenhum outro há senão ele” (Deuteronômio 4.35). E ainda: “Pelo que hoje deves saber e considerar no teu coração que só o Senhor é Deus, em cima no céu e embaixo na terra; não há nenhum outro (Deuteronômio 4.39). O Senhor diz: “Eu sou Deus; também de hoje em diante, eu o sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; operando eu, quem impedirá?” (Isaías 43.13).

4. Seja consciente. “Entrai pelas portas de seu templo cantando hinos de gratidão! No pátio de sua casa cantem hinos de louvor!”. “Entrar é passar de fora para dentro” e a ordem é para todos.

O salmista almejava tanto estar na Casa do Senhor que ele clamou: “Quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?” (Salmo 42.2b). Como ou de que forma você está entrando na Casa do Senhor? Qual é a intenção do seu coração ao entrar na Casa do Senhor? O primeiro exemplo vai para os ministros.

Não entre na Casa do Senhor com fogo estranho (Levíticos 10.1,2) – Nadabe e Abiú morreram porque profanaram o santuário com fogo estranho, isto é: rebelaram-se contra Deus, pois tinham sido claramente proibidos de oferecer fogo estranho (Êxodo 30.9) diante do Senhor. Certamente que os dois encheram seus incensários com fogo comum e não com fogo do altar (foi Deus quem acendeu o fogo do altar).

Não entre na Casa do Senhor com o coração exaltado (2 Crônicas 26.16-18 / Rei Uzias) – Uzias não compreendeu que tudo que ele realizou durante seu reinado provinha de Deus. Seu orgulho, o levou a derrota e ficou leproso. Quantos que na casa do Senhor estão com seu pecado encurvado diante do seu orgulho e precisam se converter ao Senhor.

Não entre na Casa do Senhor achando que Deus não conhece seu coração (Ezequiel 7.9-12) – É mais complicado ainda quando o crente pensa e faz achando que Deus não está vendo… e Deus já começou a se retirar de sua vida e ele está indiferente e alheio a voz de Deus.

O verdadeiro cristão anela acima de tudo, estar na casa do Senhor e na sua presença: “A minha alma está anelante e desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e aminha carne clamam pelo Deus vivo” (Salmo 84.2).

Por, Edson Luís Lunardelli.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Google Translate »