CGADB e Assembleias de Deus no Japão firmam acordo

Criado o Brazilian District Council e Elad marca AGE da Comadeja

CGADB e Assembleias de Deus no Japão firmam acordoNo dia 28 de fevereiro, no estado de Kanagawa-ken, cidade de Yudawara-shi, aconteceu um evento que marcou a história das Assembleias de Deus Japonesas (JAG), Convenção de Ministros das Assembleias de Deus do Japão (Comadeja) e Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB): a criação do Brazilian District Council, formado pelos missionários brasileiros sediados no Japão.

O projeto referente ao acordo entre as Convenções iniciou-se com a ida do pastor José Wellington Bezerra da Costa, então presidente da CGADB, ao Japão, no mês de agosto de 1996, juntamente com o pastor Carlos Padilha de Siqueira (inmemorian); ocasião em que se reuniram 24 líderes atuantes no Japão. No ano de 1997, em São Paulo, por ocasião do Congresso Mundial das ADs, por iniciativa do pastor José Wellington, então presidente da CGADB, e do presidente da Japan Asssemblies Of God, pastor Ito Akiei, somando-se ao desejo da liderança das ADs brasileiras sediadas no Japão, iniciou-se o projeto da criação do Concílio Distrital Brasileiro junto à Convenção japonesa. Foi necessário um tempo de oração, estudos e aproximação das partes através da Comadeja, que é um braço da CGADB no Japão, liderada pelo pastor Gessival Rui Freitas Barbosa.

A Comadeja, hoje com mais de 100 ministros filiados no Japão, teve início como Conselho Geral de Ministros das Assembleias de Deus Brasileiras no Japão, no mês de maio de 2000, no estado de Kanagawa-ken, cidade de Yamato, vindo a denominar-se Comadeja no ano seguinte, na cidade de Oizumi-machi, Fuji-2-15-20, no estado de Gunma-ken. Meses após a sua organização e escolha da sua liderança, passou a ser reconhecida pela Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil, por ocasião da Assembleia Geral Ordinária realizada em Brasília.

A AD Japonesa foi fundada no ano de 1949 pelo pastor Yumiyama Kyoma, na cidade de Tóquio. Atualmente possui mais de duzentos templos localizados na maioria das cidades do país.

No dia 10 de setembro de 2017, por ocasião do Congresso Mundial Pentecostal das Assembleias de Deus realizado em São Paulo, os líderes das Convenções do Brasil e Japão reuniram-se para mais ajustes, e, no mês de novembro de 2017, o reconhecimento da Comadeja como Brazilian District Council foi homologado na Assembleia Geral Ordinária da Convenção japonesa com a presença dos representantes da igreja brasileira no Japão e do presidente do Conselho Jurídico da CGADB, pastor Abiezer Apolinário da Silva.

Seguindo a agenda planejada pelos líderes das partes acordadas, a cerimônia que faltava para selar plenamente a união foi realizada, no histórico dia 28 de fevereiro, com a presença e assinatura dos pastores José Wellington Costa Junior, presidente da CGADB; Fumio Terada, presidente da Convenção das ADs japonesas; Tamotsu Uchimura, secretário geral da JAG; e Gessival Barbosa, presidente da Comadeja/Brazilian District Council.

Nas palavras dirigidas aos presentes, pastor José Wellington Costa Junior agradeceu aos pastores Gessival Barbosa e Fumio Terada, enfatizou a importância da união entre as Convenções aliançadas e destacou a reciprocidade que haverá em relação ao apoio por parte da CGADB à comunidade evangélica japonesa residente do Brasil.

AGE e Elad na cidade de Ota

Nos dias 2 a 4 de março, no estado de Gunma-ken, cidade de Ota, situada a aproximadamente 60 quilômetros da capital japonesa, Tóquio, a Comadeja realizou sua 5ª Assembleia Geral Extraordinária e o 6º Encontro de Líderes das Assembleias de Deus (Elad) do Japão. Sob o tema “Ministros realizando uma grande obra”, baseado em Neemias 6.3, os eventos aconteceram na igreja liderada pelo pastor Gessival Barbosa, também presidente da Comadeja, com o templo lotado em todos os dias.

Fizeram-se presentes ministros oriundos dos estados e cidades de Hiroshima, Osaka, Tóquio, Shizuoka, Aichi, Shiga, Saitama, Tochigi, Gifu, Chiba, Nagano, Fukui, Ibaraki e outros.

Os preletores foram os pastores José Wellington Costa Junior, presidente da CGADB; Fumio Terada, presidente da Convenção Japonesa; Inácio Pinto, líder da AD na cidade de Hamamatsu; Miss. Satomi Terada; e irmã Lídia Costa, líder da União de Esposas de Ministros das Assembleias de Deus (Unemad).

Houve programação paralela com o departamento da União feminina das ADs do Japão (Ufadeja), liderado pela missionária Joelma W. Barbosa, e com os filhos de ministros. No período da manhã do dia 3 aconteceu o trabalho dirigido pelas irmãs, onde a irmã Lídia Costa Dantas ministrou a Palavra com o auditório lotado, sob o mover de Deus e quebrantamento espiritual.

Na tarde do mesmo dia, foi realizada a 5ª Assembleia Geral Extraordinária, iniciada pelo pastor José Wellington Costa Junior, que proferiu uma palavra de edificação e encorajou aos obreiros locais pedindo para todos atentarem para o que Deus tem feito e fará ante aos importantes passos que a obra missionária tem dado. O líder agradeceu aos obreiros do Japão por terem expressado seus votos ajudando a escolhê-lo para presidir a CGADB. Em seguida, orou pela Igreja no Japão e passou a direção para o pastor Gessival Barbosa. Durante o encontro ministerial foram tratados e homologados vários assuntos concernentes aos interesses da Convenção brasileira no país.

No domingo, dia 4, pastor Wellington Junior realizou a cerimônia de consagração de obreiros ao Santo Ministério, bem como, um obreiro ao diaconato. “Foram dias de muita alegria e unção de Deus derramada sobre os participantes da cerimônia de acordo [CGADB-JAG-COMADEJA], Elad, AGE e realização da Santa Ceia do Senhor, onde todos em comunhão com o corpo de Cristo puderam participar. Agradeço a Deus pelos irmãos atuantes no Japão, pela igreja japonesa e pela CGADB, na pessoa de seu presidente, pastor Wellington Junior”, celebra pastor Gessival Barbosa.

image_printImprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Google Translate »