Busque ao Senhor e seja feliz!

“Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto” (Isaías 55.6).

Busque ao Senhor e seja feliz!Há pessoas que se lembram de Deus somente nos momentos difíceis da vida. Esta atitude egocêntrica visa a afastar Deus, tornando o homem cada vez mais “senhor de si”, ficando Deus como uma opção apenas para as “emergências”.

A felicidade é uma busca constante do homem. Porém, muitos pensam que podem ser felizes, mesmo distante de Deus. Este é um grande engano. Ninguém consegue ser feliz plenamente sem ter a presença de Deus em sua vida. Porém, existe uma insistência na busca da felicidade por outros caminhos. O certo é que existe apenas um caminho para a felicidade, e refiro-me aqui à verdadeira felicidade, que nos sustenta em momentos difíceis: Jesus Cristo. Ele disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim” (João 14.6). Aceitar a Cristo como Salvador é indispensável para se obter a felicidade eterna.

Inevitavelmente, vai chegar o momento em que irão surgir os desafios na caminhada da vida. Diante de Deus é muito difícil superá-los, mas o Senhor está pronto a ajudar, tal qual um pai que toma seu filho pequeno nos braços para conduzi-lo com segurança ao atravessar uma avenida movimentada. Quando vencemos os desafios da vida, com a ajuda de Deus, nos é permitido crescer em vários aspectos que contribuem diretamente para a nossa felicidade, com a experiência, a paciência, a confiança, a sabedoria, a humildade, a paz, a unidade, dentre outros.

Entre os maiores desafios que o ser humano precisa vencer está o orgulho. Ele precisa vencer a si próprio. O orgulho é inimigo da humildade. Onde não há humildade não existe a possibilidade de reconhecimento dos próprios erros. Onde não existe reconhecimento dos erros, não existe a possibilidade de arrependimento, consequentemente não há perdão. Dessa forma, a pessoa ainda carrega o fardo do pecado. Com essa carga pesada sobre os ombros, ninguém é feliz. Por outro lado, o Senhor Jesus continua dizendo: “Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mateus 11.28).

Não são poucos os que têm a tendência de esconderem seus erros ou colocarem a culpa em outras pessoas. Esse foi o péssimo exemplo de Adão quando pecou (Gênesis 3.8-12). Ao ser chamado por Deus, escondeu-se; quando não pôde mais omitir-se, direcionou toda a culpa para Eva, sua companheira.

O perdão é uma das maiores virtudes ensinadas por Cristo. Sentir-se perdoado é sentir-se com a “alma lavada”; sim, lavada pelo sangue de Jesus (1 João 1.7). O peso da culpa é aliviado e o ser humano se sente livre. Melhor: ele é, de fato, liberto! Só a pessoa perdoada por Deus e reconciliada com Ele torna-se feliz. Deus não quer ouvir as nossas justificativas, porque Ele conhece tudo a respeito de nós. Ele quer ver o nosso arrependimento e confissão. Só assim seremos alvos do Seu perdão (Provérbios 28.13).

Há pessoas que confiam nos seus argumentos, no seu dinheiro, na sua influência, nos seus conhecimentos, nos seus amigos, porém tudo isso pode falhar. O melhor a fazer é confiar no Senhor e permitir que Ele esteja no comando de todas as coisas. No Salmo 37.5, está escrito: “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia Nele e Ele tudo fará”. Nos braços do Pai celestial encontramos proteção.

Um dos dois ladrões que estavam crucificados no Calvário ladeando a cruz de Jesus entendeu que a morte se aproximava e que a oportunidade que estava diante dele era única. Naquele instante, o homem clamou por socorro ao meigo nazareno, dizendo: “Lembra-te de mim quando entrares no teu Reino”. A resposta do Salvador foi imediata: “Hoje estarás comigo no paraíso” (Lucas 23.39-43). Ele já havia perdido todo o seu tempo vivendo em desacordo com a sociedade; sua vida não era modelo para ninguém, então o que lhe restava era uma maravilhosa oportunidade, que não foi negligenciada. Com sua atitude, ele garantiu a felicidade eterna.

A Bíblia Sagrada cita vários outros exemplos de oportunidades perdidas, como Pilatos, que esteve tão perto de Cristo, mas preferiu “lavar suas mãos”; e Félix, que também desperdiçou a chance de aceitar a fé cristã após ouvir do apóstolo Paulo a verdade acerca da esperança em Jesus Cristo (Atos 24.24, 25). Mas as Escrituras também mencionam outros personagens que aproveitaram a oportunidade que tiveram, como Zaqueu, que recebeu Cristo em sua casa e teve a sua vida transformada (Lucas 19.1-10); e a mulher samaritana junto ao poço de Jacó, que reconheceu que Jesus era o Messias (João 4.7-30).

Não perca o seu tempo, não deixe a vida passar e não negligencie a oportunidade. Este é o momento certo para entregar sua vida a Jesus. Não espere chegar o momento da aflição para lembrar-se de Deus. Receba a Cristo como seu Salvador agora. Busque o Senhor e seja feliz!

Por, Daniel dos Santos.

image_printImprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Google Translate »