Uma visita incomparável, inadiável e para ficar

thumbsd639Eu desejo compartilhar uma mensagem extraída do Salmo 106.4, que diz: “Lembra-te de mim, Senhor, segundo a tua boa vontade para o teu povo; visita-me com a tua salvação”. Ao ler esta passagem bíblica, recordo-me que, certa vez, um de nossos governantes aceitou o convite para visitar a minha residência para um almoço. Na ocasião, tive todo o cuidado em preparar e refeição e tornar o ambiente agradável para o visitante. Mas, recebi um telefonema dando conta de que, por motivos alheios, o compromisso teria de ser cancelado. O Salmo supracitado fala da ansiedade de um homem que convidava o Senhor para ser seu visitante. Com base nele, desejo lembrar que não existe visita mais ilustre para o ser humano do que a presença de nosso Deus. Logo, por que não abrir as portas do seu lar para que Ele venha fazer nele morada? Se um amigo importante é motivo de alegria e prazer, e investimos no conforto para que o visitante se sinta bem, imagine a pessoa a qual estamos nos referindo: o grande e soberano Deus!

 O Deus maravilhoso que, acima de tudo, concentra em Suas mãos o controle de toda a criação; o Senhor deseja ter comunhão com o ser humano. Lembremo-nos da origem do homem, quando este ainda morava no Jardim do Éden. A Bíblia revela que no crepúsculo, o Criador se aproximava e mantinha comunhão com o primeiro casal. Que visita maravilhosa! Certamente Adão e Eva sentiam o máximo prazer em recepcionar Deus no paraíso e dialogar com o Senhor. Apesar disso, não foi apenas Adão que recebeu a visita do Altíssimo. A Bíblia registra incidentes como este: Abraão, que foi surpreendido na porta de sua tenda, local em que o patriarca entrava em colóquio com Deus; e Ló, a quem o Senhor também visitou, e que estava sentado a porta de Sodoma, que não é o lugar ideal para receber a presença de Deus.

Quantas pessoas não se encontram dessa maneira, pensando em ter um encontro com Deus! Aqueles mais cuidadosos entram no templo, recolhem-se dentro de si e procuram consagrar a sua vida para ter um encontro com o Senhor; mas, outros se distanciam de Deus; alguns buscam a folguedos mundanos e, mesmo lá, ainda manifestam o desejo de suplicar a presença divina. Quero dizer que o Senhor é santo, e Ele somente vai habitar no lugar onde a Sua presença possa se fazer sentir. O homem no pecado necessita saber que sempre será alvo do amor de Deus, porque Ele ama o ser humano, porém precisa saber também que Deus odeia o pecado.

Alguns se perguntam; “Como posso receber Deus em minha vida?”. É somente você abrir seu coração e entregar a sua vida a Jesus, deixando que Ele seja o Senhor da sua vida.

Em Apocalipse 3.20, Jesus diz: “Eis que estou na porta e bato”. Deus está batendo na porta de seu coração, e deseja fazer morada em sua vida e no seu lar.

Por, José Wellington Bezerra da Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google Translate »