Sinais nos céus, teoria da conspiração e o Arrebatamento da Igreja

Suposto Projeto Blue Beam da NASA é apontado como possível meio pelo qual nações serão enganadas no Arrebatamento e na manifestação do Anticristo

Sinais nos céus, teoria da conspiração e o Arrebatamento da IgrejaInstruindo a Seus discípulos, Jesus os advertiu a respeito do surgimento, no final dos tempos, de falsos cristos e falsos profetas, que fariam grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos (Mateus 24.24). Desde as palavras do Mestre até hoje, muito tem sido visto e ouvido de enganadores que surgem em Seu nome dizendo realizar os mais admiráveis sinais.

O surgimento de sinais na Terra e nos céus, no que diz respeito à Volta de Jesus, tem sido objeto de estudo de muitos pesquisados de escatologia no decorrer dos séculos, estejam esses em consonância com as profecias bíblicas ou não.

Aqui, cabe uma reflexão sobre o que de fato pode ser considerado sinal legítimo que as Escrituras se referem, pois nem todos os sinais podem ser listados entre os sobrenaturais e muito menos que prenunciam o retorno do Mestre. Cálculos, previsões e inserções de ideias com interpretação forçada das Escrituras têm dado margem para o surgimento de muitas teorias a respeito do final dos tempos, algumas delas, teorias da conspiração.

Das mais variadas teorias que surgiram nos últimos anos, uma tem recebido bastante atenção por parte de muitos crentes. É a que recebe o nome de Blue Beam Project (Projeto Raio Azul). Segundo polêmica denúncia feita em 1994 pelo jornalista investigativo, ensaísta e teórico da conspiração canadense Serge Monast (1945-1996), a NASA estaria por trás de uma grande conspiração contra a humanidade dentro do projeto de implantação da Nova Ordem Mundial. Curioso é que, após a denúncia, o jornalista e outros que com ele faziam o estudo morreram de problemas no coração no intervalo de poucos dias e em países diferentes, mesmo sem terem problema algum de saúde cardíaca, o que só serviu para alimentar a força da teoria entre seus adeptos.

O que diz a polêmica denúncia de Monast? Segundo ele, a Agência Espacial Americana teria desenvolvido uma tecnologia capaz de fazer projeções holográficas no céu com a intenção de colocar em evidência sinais e símbolos religiosos e também de líderes das mais variadas religiões em regiões específicas onde as pessoas tenham predisposição para crer, por exemplo, em Jesus, Buda, Maomé, Krishna, etc. Bem como de produzir sons em baixa frequência capazes de serem ouvidos individualmente por cada pessoa em sua própria mente. Para viabilizar tal espetáculo tecnológico, um complexo sistema de satélites já estaria, segundo os defensores da denúncia de Monast, na órbita terrestre para produzir as imagens por meio da emissão de raios laser em 3D.

A razão de ser do projeto Blue Beam, segundo Monast, é que as pessoas sejam enganadas pelas projeções holográficas, considerando-as sinais do cumprimento de profecias preditas pelos mais proeminentes profetas e mentores de religiões. Eles também pretenderiam utilizá-las com o propósito de criar uma falsa invasão alienígena ao planeta, como uma forma de incitar a multidão e dar início a um “despertar” para uma nova ordem religiosa por todo o mundo.

Entendemos à luz da Bíblia que uma das características do governo mundial regido pelo Anticristo será o ecumenismo religioso. Um estudo minucioso das profecias bíblicas dá conta de que o Anticristo será pródigo na manipulação do lado místico do ser humano, inclusive colocando uma imagem sua no santo templo, declarando ser ele mesmo o próprio Deus (2 Tessalonicenses 2.3,4; Apocalipse 13.14,15). Esse acontecimento está previsto já no período da Grande Tribulação e é conhecido como a “Abominação da Desolação”. Este evento vai marcar o início da etapa final do período tribulacionista, que encerra com a Volta de Jesus Cristo à Terra e o julgamento dos ímpios, como muitos expositores bíblicos têm esposado à luz do texto sagrado (Mateus 24.21,29,30; cf. Daniel 9.27; Apocalipse 19.11-21).

Um projeto como o Blue Beam poderia ajudar nesse intento do Anticristo? Sim. Mas, não se pode afirmar se ele existe mesmo. É temerário embarcar em uma teoria dessas se não há nada que a comprove. O projeto não somente tem sido negado (o que poderia ser considerado até uma reação óbvia de seus idealizadores) como seus indícios são um tanto controversos. Há indícios, segundo os defensores da teoria, de que em algumas partes do mundo, como Canadá, Estados Unidos, Espanha, Hungria, e até no Brasil, entre outros, já teriam sido feitas as primeiras imagens testes do projeto, bem como sons já teriam sido ouvidos também produzidos pelo projeto.

Um dos supostos testes mais famosos teria ocorrido em 8 de dezembro de 2009 na Noruega, quando uma luz espiral estranha apareceu sobre o país, criando um buraco negro antes de desaparecer. Embora o argumento do governo norueguês para justificar o fenômeno tenha sido de que a imagem projetada se deu pela falha no teste de um míssil russo, os defensores da existência do Projeto Blue Beam não acreditaram nas declarações porque a Rússia negou ter feito tal procedimento na noite do ocorrido. Por outro lado, negações sobre testes com mísseis também são comuns por parte dos governos que os realizam.

Arrebatamento da Igreja

O Arrebatamento da Igreja é uma enfática doutrina na Bíblia Sagrada. Trata-se de um dos maiores eventos que está para acontecer, e refere-se ao traslado da Igreja deste mundo para as mansões celestiais. O termo “arrebatamento” vem do latim raptus e significa “arrebatado rapidamente e com força”. O termo também equivale ao vocábulo harpazo na língua grega, traduzido por “arrebatado” em 1 Tessalonicenses 4.17. O apóstolo Paulo, em sua Primeira Carta aos Coríntios, capítulo 15, versículos 51 e 52, afirma que nem todos “dormirão”, “mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”. O Arrebatamento é um evento que abrange apenas os salvos em Cristo Jesus, portanto o “toque da trombeta” será escutado apenas por Seus fiéis seguidores.

Mas, antes do Senhor descer do Céu para buscar Seus fiéis, acontecerá a ressurreição daqueles que provaram a morte (1 Tessalonicenses 4.16). No momento em que acontece a ressurreição dos que já morreram, os cristãos vivos serão milagrosamente transformados; os corpos outrora corruptíveis pela ação do tempo e pelas moléstias a que estavam sujeitos, se revestirão de imortalidade (1 Coríntios 15.51, 53). A Bíblia afirma que vai acontecer “num abrir e fechar de olhos” (1 Coríntios 15.52). Naquele momento, tanto os crentes ressurretos como aqueles que foram milagrosamente transformados serão “arrebatados juntamente” (1 Tessalonicenses 4.17) para o encontro com o Senhor nos ares, isto é, na atmosfera localizada entre a terra e o céu. A partir daí, todos os crentes estarão literalmente unidos com Cristo (1 Tessalonicenses 4.16, 17), conduzidos à Casa do Pai, às mansões celestes.

Os crentes arrebatados estarão livres de todas as aflições (2 Coríntios 5.2, 4; Filipenses 3.21), das perseguições e opressões (Apocalipse 3.10), da influência do pecado e da morte (1 Coríntios 15.51-56). O Arrebatamento é o livramento da “ira futura” (1 Tessalonicenses 1.10; 5.9), isto é, da Grande Tribulação. O Arrebatamento da Igreja é o evento mais aguardado pelos fieis em Cristo. Quando o apóstolo Paulo adotou o pronome “nós” em 1 Tessalonicenses 4.17, ele acreditava que a Volta do Senhor poderia acontecer a qualquer momento em sua época, e dá a entender isso aos crentes em Tessalônica, transmitindo-lhes esperança. O conteúdo bíblico também insiste que anelemos e aguardemos confiadamente a Volta do Senhor Jesus Cristo (cf. Romanos 13.11; 1 Coríntios 15.51, 52; Apocalipse 22.12, 20).

A Segunda Vinda de Jesus à Terra está descrita em Zacarias 12 e Apocalipse 19.11-21. Essas passagens narram o começo desse importante acontecimento, no qual o Senhor voltará, mas como Rei dos Reis e Senhor dos Senhores (Apocalipse 19.16). Ele vem como Messias-Vencedor (cf. 2 Tessalonicenses 1.7, 8). O seu objetivo é estabelecer a verdade e a justiça (Salmos 96.13), julgar as nações e aniquilar o mal (cf. João 5.30). Este evento também é aguardado por todos os crentes. Quando Ele retornar com a Sua Igreja, vai estabelecer o período denominado Milênio, no qual reinará com Seus fieis na Terra, mas antes o Senhor vai castigar os homens ímpios. Em Salmos 2.9 está escrito que o Senhor vai reger as nações com “vara de ferro”, o que significa que Ele vai julgá-las severamente. Pisar o lagar da grande ira indica o modo terrível como o Justo vai administrar o Seu julgamento (Isaías 64.1, 2; Zacarias 14.3, 4; Mateus 24.29, 30; Apocalipse 14.19).

Mas, antes, o povo de Israel ver-se-á cercado pelos exércitos inimigos e a capital Jerusalém estará em iminente perigo. O Deus Todo-Poderoso vai interferir, ao destruir os inimigos de Seu povo. As potências mundiais serão derrotadas na batalha do Armagedom. O profeta Zacarias descreve em 12.10-14 que os judeus se converterão ao Senhor. Na iminência de serem destruídos pelas tropas inimigas, passarão a crer em Jesus Cristo como o verdadeiro Messias da Casa de Israel. Eles se converterão em meio ao convulsivo choro de arrependimento.

Em Zacarias 12, vemos que os judeus olharão para o Senhor e, compungidos pelo Espírito Santo derramado em suas vidas, chorarão amargamente e se converterão a Cristo, no período em que o Messias vai estabelecer o Milênio (Apocalipse 20.1-6). O apóstolo João também escreveu em Apocalipse 1.7 que “todo olho o verá”, quando de Sua vinda à Terra para derrotar os inimigos de Israel e implantar o reino milenar.

Se o Blue Beam é ou não mentira, vale lembrar que, sendo ele verdade, os sinais legítimos que prenunciarão a Volta de Jesus poderão até ser considerados manipulação feitas por meio do projeto, o que levará muita gente a desconsiderar o cumprimento das Escrituras quanto ao aparecimento dos sinais legítimos e bíblicos nos céus. Seria uma forma de se querer negar a veracidade da Bíblia? Quando acontecer o Arrebatamento, a justificativa será que não houve rapto algum dos cristãos fiéis aos céus, mas, sim, um fenômeno alienígena, que poderá ser simulado por essa tecnologia? Tudo isso é possível, mas é conjectura.

Que os olhos e os ouvidos espirituais daqueles que aguardam a bendita Vinda do Senhor Jesus estejam atentos ao que seja engano. Para isso, pedir discernimento a Deus e estudar as Escrituras é a opção correta para aquele que não quer enveredar pelo caminho da mera especulação e quer evitar amplificar qualquer teoria da conspiração.

One Response to Sinais nos céus, teoria da conspiração e o Arrebatamento da Igreja

  1. Jaime e Júlio disse:

    Boa noite! O autor do post escreveu…

    …o Anticristo será pródigo na manipulação do lado místico do ser humano, inclusive colocando uma imagem (sua) no (santo templo), declarando ser ele mesmo o próprio Deus…
    ————————–

    Primeiro erro: O anticristo, colocará uma imagem não sua; mas da 1ª besta (Apoc. 13:14).
    Lembre-se: Não é uma, mas duas bestas que dominarão o mundo.
    A primeira, fará papel semelhante ao de João Batista, será precursora da outra besta – anticristo; o qual, quando entrar em cena, na segunda metade da última semana (os 3.5 anos finais); honrará a primeira besta, mandando-lhe fazer uma imagem, para que todos a adorem.

    Segundo erro: O anticristo, não se assentará no templo de Deus (de construção material), mesmo porque, esse 3º Templo, quem construirá será o Senhor Jesus, no início do seu Reino Milenar na terra. Portanto, o anticristo se assentará num falso 3º templo, construído antes, pela 1ª besta e pelos Judeus (nos 3.5 anos) da primeira metade da última semana de Daniel, os quais, a receberão, pensando que é o Messias prometido; que por sua vez, os enganará, se manifestando em Jerusalém com as mesmas coordenadas do Messias, profetizada por Zacarias 6:12; entre elas: a construção dum templo.

    ENTÃO, COMO ENTENDER Mat. 24:15 e 2Tes. 2:4?
    -Mateus 24:15 – O lugar Santo onde o anticristo estará, trata-se da Santa Cidade de Jerusalém, conforme profecia mãe do A.T. (Dan. 9:24); também denominada de “A CIDADE DO GRANDE REI” (Mat. 3:35).

    -2Tes. 2:4 – Já o Templo aqui referido, trata-se do corpo – almas de muitos cristãos (dantes Templos do Espírito Santo de Deus – 1Cor. 3:16), os quais, dadas as tribulações daqueles dias, negarão a fé, e se escandalizarão contra os irmãos e contra o Senhor (Mat. 24:10), os quais, farão concerto com o anticristo, sendo templo de Satanás, recebendo o sinal da besta, conforme disse Daniel.

    “E AOS VIOLADORES DO CONCERTO ELE (anticristo) COM LISONJAS PERVERTERÁ, mas o povo que conhece ao seu Deus se esforçará e fará proezas”. Dan. 11:32.

    Abraços,
    Jaime e Júlio.

    Estudos escatológicos gratuito, seguidos de 12 gráficos do Apocalipse, contendo a ordem e a cronologia das últimas coisas (menos o dia e a hora e o momento da vinda); material muito além das escatologias atuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Google Translate »