Qual é a verdadeira cura interior?

“Fala-se muito em cura interior hoje. Porém, ouve-se também muita coisa errada a respeito desse assunto. Afinal, qual é a verdadeira cura interior à luz da Bíblia?”

Qual é a verdadeira cura interiorMuitas pessoas sofrem de tristeza, depressão, angústia, ira, ressentimentos, mágoas, síndrome de pânico sem haver razão lógica para tal, ódio, tendência ao suicídio, tudo isso causando tensão emocional, que é o inimigo número um da saúde mental e física. Diante desses males, que afligem até as pessoas cristãs, tem surgido uma verdadeira panacéia místico-religiosa oferecendo cura interior por métodos que não condizem com princípios da Palavra de Deus, que é o nosso Manual ou Vade Mecum para a cura do espírito, da alma e do corpo.

Em vez de buscarem na Bíblia os métodos para a cura interior, que são a oração a Deus em nome de Jesus, o jejum e a orientação com base nas poderosas palavras inspiradas pelo Espírito Santo, os “profissionais” da cura interior chegam a tomar emprestado métodos estranhos do espiritismo, da hipnose, do Budismo, do Hinduísmo e de outros movimentos e filosofias que contrariam a Palavra de Deus. Alguns perigos dessa terapia espiritual estranha são a regressão espiritual, a maldição hereditária e a confissão positiva ou poder da mente. Ora, a verdadeira cura interior caracteriza-se pela libertação dos pecados, de traumas interiores e de mágoas ou ressentimentos, e não por “quebra” de maldições e/ou encantamentos ou pelo uso do poder da mente e de técnicas de regressão.

A mais terrível doença interior chama-se pecado. É tão grave que é comparada a uma chaga horrível. Essa “enfermidade”, a que se referia o profeta Isaías (Isaías 1.6) é espiritual e sem qualquer possibilidade de cura pelos meios humanos. No entanto, quando a pessoa aceita a Cristo como Salvador, Seu sangue o purifica de todo pecado (Romanos 6.23). Aí está a única e eficaz solução para a cura interior da enfermidade provocada pelo pecado: o doente entregar sua vida nas mãos de Jesus, verdadeiramente arrependido, e confessando seus pecados ao Senhor (1 João 1.9). Nenhuma outra terapia fará efeito na alma contaminada pelo pecado. Só pelo sangue de Jesus o homem obtém a cura interior.

Quanto aos traumas interiores, há pessoas que sofrem determinados distúrbios ou desvios de personalidade em virtude de terem sofrido vários traumas emocionais em sua infância ou em outros momentos da vida. Para pessoas que sofrem desses males interiores, a Bíblia tem uma psicoterapia divina. É uma processo que não é simples, mas viável para quem o aceita. Primeiro, a vítima de traumas interiores deve reconhecer que tem um problema de ordem espiritual e emocional. Segundo, deve buscar a Deus em oração, contando-lhe todo o seu problema interior (Salmos 37.1, 5,7) – Jesus liberta (João 8.36); Ele mandou curar os enfermos em Seu nome (Marcos 16.17-18). E em terceiro lugar, perdoar o ofensor (Mateus 6.12). O perdão é indispensável para que se alcance a cura dos traumas sofridos em qualquer época da vida. É um bálsamo que pode sarar as feridas da alma do ofendido e do ofensor. Seu efeito terapêutico é extraordinário.

Quanto às mágoas e aos ressentimentos, o caminho para a cura não é a murmuração e tampouco a vingança. Leia Filipenses 4.6-7. Essa “paz de Deus” a qual Paulo se refere ali, enche os corações daqueles que, em obediência a Deus, perdoam, amam, e oram pelos seus inimigos. Jesus mandou amar os inimigos (Mateus 5.44). Esse é o caminho para a cura interior ante as mágoas e ressentimentos.

Por, Elinaldo Renovato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Google Translate »