Prevenção e provisão em tempo de escassez

Prevenção e provisão em tempo de escassezFaraó estava incomodado com um sonho que ele não conseguia entender. Chamou então os magos e adivinhadores para tentarem interpretar, mas não conseguiram. Ele estava muito incomodado. E o seu copeiro disse que conhecia um preso que o podia ajudar. Jose é o nome dele. O moço então é convocado e discerne o sonho conforme esta escrito no texto de Gênesis 41.29 e 30.

José deu três conselhos simples para o rei. Um deles era que colocasse um homem para administrar aquela fartura. O Faraó o coloca como administrador. Então José administra tanto aquele tempo de fartura quanto o tempo de escassez.

O que teria acontecido se Faraó não tivesse perseverado em decodificar a informação que ele teve no sonho? O que teria acontecido se ele tivesse deixado para la? Se ele não perseverasse na busca de saber daquele sonho?

E o que teria acontecido se ele não tivesse a humildade de aceitar ouvir um homem que estava preso? E o que teria acontecido se ele não tivesse ouvido José e colocado em prática o seu plano? Um planejamento em longo prazo de 14 anos. Se Faraó não tivesse feito planejamento nenhum? O povo passaria fome e não teria o comer. Um povo inocente teria sofrido consequências drásticas.

Existem algumas pessoas que vivem reclamando que não conseguem prosperar, não conseguem ganhar dinheiro, que a sua vida não caminha. Tem pessoas que fazem um balanço na sua vida no final do ano e ficam até deprimidas com seu resultado. Mas será que estas pessoas sabem aonde querem chegar? Gastam dinheiro que podem? Tem alvos? Olham para o seu futuro?

Se deixarmos a vida nos levar, não chegaremos a lugar nenhum. Tem gente que não tem perspectiva nenhuma. O que está acontecendo hoje em nossa vida, em nossa família? Se não for bom, precisamos traçar planos para mudar a rota.Olhe para sua vida e reflita em como você estará daqui a dez anos, do jeito que você está administrando. O homem que não planeja a sua vida e da sua família, corre o risco de passar por muitas frustrações.

Olhe o contexto onde você está inserido.Entenda as informações que chegam para você. Faraó teve revelação e buscou entender. Decodifiquemos informações que chegam para nós. O mundo privilegia algumas coisas, da preferência a algumas coisas, tem lógica toda dele. Se não entendermos e percebermos isto, seremos tragados.

O mundo privilegia o endividamento, o descontrole, a falta de planejamento, a falta de disciplina, a prepotência, a arrogância, a falta de dedicação, a preguiça, a falta de responsabilidade e coloca a família em segundo plano.

Em uma família desestruturada, o diabo trabalha com mais facilidade. Ele fica o tempo todo tentando tragar os filhos. E na maioria das vezes não conseguimos entender e perceber esta situação toda e muitos são tragados por isto.

A respeito do planejamento financeiro na família, devemos observar algumas questões.

1º – Atitude / decisão

Em provérbios 14.23 diz: “Em todo trabalho há proveito; meras palavras, porém, levam a penúria”.

Tem gente que fica só nas palavras. Precisamos planejar a vida de nossa família fugindo da lógica que está sendo imposta. Não tomarmos atitudes, vamos ficar em meras palavras que nos levam a penúria.

2º – Responsabilidade

Em 1 Timóteo 5.8 diz: “Ora, se alguém não tem cuidado dos seus e especialmente dos da própria casa, tem negado a fé e é pior que o descrente”.

A família é o patrimônio de Deus. Ela está nos dando uma procuração para tomar conta de uma família e temos que ter a consciência da responsabilidade que nos foi outorgada pelo Senhor. Quando o Espírito Santo nos incomoda mostrando os nossos erros, e não fazemos nada, estamos traindo a confiança do Senhor. Quando nos endividamos e deixamos de dar o melhor para a nossa família, estamos sendo negligentes. Devemos procurar dar o melhor para a nossa família.

3º – Unidade

Em Gênesis 2.14 diz: “Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne”.

A família é responsabilidade do homem e da mulher. Infelizmente muitos homens, frutos de uma sociedade machista, querem deixar a mulher em segundo plano Está errado! E muitas mulheres não querem assumir a sua posição. Todas as decisões da família tem que ser tomadas pelos dois. Todas estas decisões afetarão a família.

Um item que causa grande polêmica entre os casais é a conta conjunta. As pessoas querem se casar, mas continuar financeiramente solteiras. A conta conjunta pode ser considerada uma das grandes provas de confiança do homem e da mulher. Muitos quere continuar com contas próprias por apego ao seu dinheiro. E quando a pessoa não junta a sua conta, não consegue prosperar, nem ajuntar dinheiro. Financeiramente, marido e mulher são também uma só carne.

4 º – Planejamento

Em Lucas 14.28 diz: “Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?”

Quando o construtor não faz uma estimativa correta, ela pode ficar inacabada. Será que a nossa família pagará um preço por não sabermos o custo correto de saber lidar com ela? José mandou guardar um quinto. Por quê? Isto porque se não fixarmos um valor, não conseguiremos guardar. As pessoas têm que fixar valores e objetivos a a serem conquistados. Quando você pode guardar da sua produção mensal para projetos da sua família? Quais projetos você tem? Aonde você quer chegar daqui a um ano, ou mais? Essa produção mensal está azul, ou vermelha? Esta é a diferença daqueles que conseguem e daqueles que não conseguem! A vida não vai te levar a lugar algum, se você não planeja a vida. É necessário estabelecer metas a curto, médio e longo prazo, e seguir cada coisa na sua ordem.

Temos que tomar a atitude de mudar e fazer. Ninguém nasceu como um grande planejador, mas você pode ser um. Planejar não é algo natural, precisamos ter um comportamento voltado para isto. Para isso, tenha força de vontade, não desista e não desanime.

5º – Ação

Em Provérbios 13.4 diz: “A alma do preguiçoso deseja”. Imagine se Faraó não tivesse feito nada do que José tinha falado. A situação ideal não existe. Não espere! Comece! Seja uma pessoa ativa, pronta, rápida, aplicada e trabalhadora. O diligente semeia e na colheita é recompensado. O fruto do seu trabalho aparece, mas o preguiçoso fica esperando a solução ideal. Se demorarmos muito, o tempo passará, e não terá volta. Muitos vão procurar o socorro, no tempo errado. Se deixar passar o tempo, não conseguirá sobreviver.

O dia tem 24 horas, podemos disperdiçá-lo ou aproveitá-lo ao máximo para nossa família. Se decidirmos ter um comportamento pró-ativo, teremos sucesso, pois nada na vida se consegue, sem perseverança, sem trabalho, sem planejamento, sem esforço… Se alguém está esperando ter sucesso na vida familiar tem que ter estes elementos. Decidamos sair da inércia, mudemos de comportamento, busquemos um tempo melhor.

Por, Márcio Motta.

One Response to Prevenção e provisão em tempo de escassez

  1. Rafael Alves dos santos disse:

    Que Deus abençoe ao irmão trouxe está mensagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google Translate »