A importância de uma boa biblioteca

Pastores falam sobre acervos, amor pela literatura e dão ótimas dicas

A importância de uma boa bibliotecaO conselho dado pelo apóstolo Paulo ao seu filho na fé, Timóteo, para que este persistisse em ler, assim como tantas outras orientações sobre o tema nas Escrituras, é seguido por milhões de abnegados servos de Deus pelo mundo. Muitos deles se dedicam com tanto esmero à leitura, e têm tanto apreço por livros, que suas bibliotecas possuem milhares de exemplares.

Como exemplos, aqui no Brasil, vários pastores relacionam obras nacionais e estrangeiras (incluindo as línguas hebraica, grega e latina) em suas prateleiras, seja pelo desejo de conhecer mais profundamente a cultura bíblica e o pensamento pentecostal; como também movidos pela fome de aprender e conhecer teologia, e pela vontade não só de aprender, mas também de pregar e ensinar com excelência pela unção do Espírito Santo.

Polêmicas sobre Páscoa sem Jesus

Punição e retirada do nome Jesus de cartaz sinaliza intolerância

Polêmicas sobre Páscoa sem JesusNa cidade canadense de Ontário, o casal Derek e Frances Baars foi surpreendido com a decisão da Sociedade da Ajuda Infantil (CAS, na sigla em inglês), que decidiu processá-los pelo fato de os dois cristãos negarem a existência do “Coelhinho da Páscoa”. Eles foram impedidos de concluir o processo de adoção de duas meninas (3 e 4 anos de idade), que estavam em uma casa de acolhimento, também pelo fato de ensinarem para as duas menores a doutrina cristã referente aos elementos da Páscoa. Entretanto, a decisão foi revogada no dia 6 de março pelo juiz Andrew Goodman, do Tribunal Superior de Justiça de Ontário.

Feridos na testa

Feridos na testaA soberba e a arrogância são sentimentos que jamais devem fazer parte da vida de uma pessoa convertida a Cristo. Ora, não custa lembrar que a soberba é o sentimento de superioridade sobre as demais pessoas, também conhecida como orgulho. Já o termo arrogância é o sentimento que caracteriza a falta de humildade. Falando em soberba, a Bíblia observa: “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda” (Provérbios 16.18). Isto é, a pessoa soberba não vai muito longe. Primeiro ela age soberbamente para depois ser destruída. Isto está claro no texto. Um exemplo bem claro de pessoa soberba na Bíblia foi Golias, o gigante filisteu. No momento em que Golias percebeu que o jovem Davi vinha para enfrentá-lo, vociferou soberbamente: “Sou eu algum cão para tu vires a mim com paus?” (1 Samuel 17.43).

O que está acontecendo em nosso país é resposta às orações

Últimas conquistas na luta contra a corrupção, e com participação evangélica nessa luta, trazem esperança para o futuro do Brasil

O que está acontecendo em nosso país é resposta às oraçõesA maioria esmagadora dos analistas reconhece: a Operação Lava Jato, que completou em março quatro anos de atuação, é um ponto fora da curva na história de nosso país, trazendo mudanças positivas para o Brasil e que tendem a ser, em sua maior parte, duradouras. Até então nunca nomes de peso da elite política e financeira de nosso país envolvidos com corrupção haviam sido alcançados por investigações e muito menos punidos por seus crimes. Entretanto, de lá para cá, não apenas empresários poderosos, mais ex-governadores, senadores, deputados federais, ministros de Estado, presidentes da Câmara dos Deputados e até mesmo um presidente da República foram presos por seus crimes, e a lista tende a aumentar.

Conta o que Jesus tem feito

Conta o que Jesus tem feito“Torna para tua casa e conta quão grandes coisas te fez Deus. E ele foi apregoando por toda a cidade quão grandes coisas Jesus lhe tinha feito” (Lucas 8.39). Tenho dito que nós, assembleianos, temos propagado pouquíssimo a respeito dos milagres que Jesus tem realizado em nosso meio. Será que não acontecem mais milagres em nossa Igreja? Será que os milagres de Jesus estão limitados somente aos relacionados na Bíblia? É obvio que não.

Chamo a atenção desse assunto porque já ouvi de pregadores insinuações de que os milagres só se deram nos dias do Ministério de Jesus aqui na Terra. Enganam-se os que assim procedem; somos testemunhas de que Jesus continua se manifestando de maneira gloriosa em nossas vidas através de milagres. E, assim, podemos ser mais do que testemunhas: podemos ser anunciadores, propagadores do que Jesus tem realizado.

Conselhos para quem quer viver

Conselhos para quem quer viverQuem quer viver não adia oportunidades. O tempo é uma sucessão de momentos que se apresenta diante de nós, dando-nos oportunidades que se perdidas, algumas jamais vão se recuperar. Assim, temos que estar sempre de prontidão para as oportunidades. Não perca oportunidade de dar um abraço em quem você ama. Não perca oportunidade de soletrar “obrigado” a quem lhe ajudou e de ouvir um conselho de quem tem maturidade proporcionada pelas revezes da vida.

Quem quer viver não se mantém ansioso. A ansiedade nos faz sofrer por antecipação. Portanto, sossegue a alma. Dê um passo de cada vez. Respeite o ritmo da vida. Tudo passa!

Quem quer viver medita. Meditar é ter tempo para ouvir o silencio. Meditar é ouvir as batidas do coração e fazer visitas ao interior. Meditar é revisitar o passado. Meditar é ver o por do sol. Meditar é fechar os olhos ao ouvir o som de um violino e deixá-lo chegar ao coração. Quem não medita, não vive. Não consegue apreciar as belezas da vida!

Estilo e princípios da liderança de Jesus

Estilo e princípios da liderança de JesusQuando lemos o registro de Mateus 16.24, vemos que o Mestre emite uma orientação insólita aos Seus seguidores. Mas que tipo de conteúdo é este que o Mestre expõe aos discípulos? Devemos desprezar nossas próprias vontades, desejos e convicções? A vocação para segui-lO é muito mais séria do que imaginamos e esta determinação exorta-nos a termos uma vida baseada nos valores morais e espirituais conforme a proposta do Evangelho, para nos tornarmos semelhantes a Jesus, em observação aos Seus ensinamentos.

A conduta do Mestre sempre foi fundamentada, sobretudo, na prática da verdade e do amor (João 18.20-21; Mateus 5.34-37), inclusive no trabalho de motivar e convencer os demais a segui-lO, tendo como plataforma o Seu estilo doador a ponto de oferecer a Sua própria vida (João 10.11).

Passos para o restabelecimento da verdade

Passos para o restabelecimento da verdade“Há uma longa história que está sendo apreciada por nós e pelos amigos do povo judeu, e que está sendo negada por [outros]: nossa conexão com a nossa terra e nossa conexão com nossa capital eterna, Jerusalém” – assim se pronunciou o primeiro ministro Benjamin Netanyahu quando em visita, juntamente com sua esposa Sara, com o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Patrimônio de Jerusalém, Zeev Elkin e o embaixador Israelense nas Nações Unidas, Danny Danon, à exposição sobre a cidade sagrada, realizada no prédio da ONU, em Nova York. Alguns objetos que compõem a amostra confirmam a presença do povo judeu em Israel e Jerusalém nos últimos 3000 anos. Entre eles, destacam-se uma impressão do selo do Primeiro Templo, escrita em hebraico antigo, datada de mais de 2700 anos, além de uma inscrição do selo do rei Ezequias, do sétimo século antes de Cristo. Para o primeiro ministro, “o que essa exposição faz é colocar a verdade à frente de tudo”. A ONU, no entanto, fez pública a sua posição sobre o assunto mandando colocar um aviso na entrada do evento, onde se lê que o conteúdo da exposição não representa os pontos de vista do mundo. Em resposta, o premier manifestou-se com as seguintes palavras: “Claro que não representa as Nações Unidas, mas a verdade. E continuaremos a dizer a verdade e dela falaremos em todos os lugares, inclusive nas Nações Unidas”. Concluiu agradecendo a todos os que defendem a verdade, a todos os que estão com Israel.

Convite aos cansados e oprimidos

Convite aos cansados e oprimidosVocê aceitaria um convite? Nos dias de hoje andando pelas ruas de grandes cidades, ou mesmo ao ler nossos e-mails, recebemos vários convites. Muitos querem nossa atenção e prometem um presente ou uma boa oportunidade. Hoje há outra voz chamando, convidando. É Jesus! Você aceita sua proposta: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mateus 11.28)?

Um convite para todos. Em um mundo que valoriza excessivamente os bens materiais, em algumas situações pessoas são selecionadas por sua renda, propriedades, saldo bancário, além de outros critérios. Ainda que da mesma espécie, em meio aos homens há severas separações e grupos que não se dão uns com outros, infelizmente. Para muitos, o sentido da palavra “todos” aplica-se tão somente aos que lhe são iguais em condições financeiras, ideológicas etc. Jesus, porém, ao vir ao mundo de forma humilde o fez para alcançar todos, sim, no sentido pleno da palavra: todos os seres humanos, de todos os lugares da terra, de todas as etnias, com ou sem instrução acadêmica, abastados ou à beira da miséria.

Jesus Cristo: um revolucionário político?

Jesus Cristo - um revolucionário políticoNão há dúvida que Jesus trouxe um tsunami para o judaísmo de sua época e, também, para a história de todo o mundo. A forma como o homem entende a religião e a própria vida mudou com o nazareno. A história é outra depois do nascimento do Messias. Isso é reconhecível mesmo para um homem sem fé. Porém, historicamente, Jesus tinha pretensões políticas na Palestina do primeiro século? Jesus, como líder humano e carismático, teve qualquer vontade de provocar uma revolução política? Jesus tinha algum projeto de poder temporário? Queria Ele assumir o lugar de César para libertar os oprimidos da Judeia contra o imperialismo romano?

Google Translate »