O Senhor Jesus Cristo é a Perfeita Paz para o coração humano

paznocoracaoEu desejo compartilhar com o amado leitor uma mensagem extraída da carta do apóstolo Paulo aos Efésios, capítulo 4 e versículos 1 a 3: “Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados. Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor. Procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz”. Você conhece alguma pessoa que, ao se aproximar a alguma roda de amigos consegue transformar o ambiente? Alguém que mesmo ao abordar os demais parece que está brigando? Pois bem, uma pessoa assim transparece que não tem paz em seu coração.

O Senhor Jesus sabe que o homem precisa de paz, e a Paz de Cristo, como disse o apóstolo Paulo aos filipenses, “excede todo o entendimento” (Filipenses 4.7), é extraordinária. O Evangelho de João mostra Jesus dizendo que a sua paz é diferente, não é como a “paz do mundo”, porque, entre outras coisas, quando os homens falam sobre a paz, é sinal de que estão se armando para uma grande guerra. A salvação de Cristo, não; ela traz mesmo paz ao coração da criatura humana.

As pessoas contenciosas, cujas palavras são ferinas, não têm paz em seu íntimo, mas Jesus se preocupa com esse importante detalhe: “Deixo-vos a paz, a minha paz eu vos dou” (João 14.27). Paulo queria que a Igreja em Éfeso desfrutasse dessa paz. Essa igreja cresceu de tal maneira que veio a falar aos religiosos daquela época. Nessa cidade, havia uma templo à deusa Diana, mas o comércio idolátrico estava sendo prejudicado, porque quem recebe a paz de Cristo em seu coração deixa de crer nos ídolos e passa a confiar firmemente em Deus.

Os ourives efésios procuraram as autoridades para queixar-se, dizendo que o apóstolo Paulo esta prejudicando seus negócios, porque estava desviando a população da adoração aos ídolos. Mas, Paulo tinha a paz de Cristo em seu coração e não esmoreceu, mas exortou os irmãos efésios a que guardassem essa paz: “Do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor” (Efésios 4.16). Em outras palavras, o apóstolo estava dizendo: “Vivam em paz com o grupo de obreiros, com os demais irmãos, enfim, se possível, tenham paz com todos os homens”. O Senhor Jesus Cristo traz paz ao coração humano e essa paz é real, é a mesma do texto que lemos. Ela é a unidade, cada um ligado ao outro, fazendo seu trabalho e prosperando em amor para que o Corpo, a Igreja, cresça em paz, alegria e regozijo.

Por, José Wellington Bezerra da Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google Translate »