O que significa “terra que mana leite e mel”?

Como entender Êxodo 3.8 se o clima é desértico e a água é escassa?

O que significa “terra que mana leite e mel”A perícope que trata da “missão de Moisés”, relatada no texto de Êxodo 3.7-12, traz em seu primeiro parágrafo uma expressão designativa à árida e pedregosa terra de Canaã, como sendo uma terra na qual mana leite e mel.

O uso da expressão “terra que mana leite e mel”, bem como de expressões correlatas pode ser achada com frequência nos textos do Oriente Médio antigo. Nos escritos religiosos ugaríticos pode-se encontrar o regresso da fertilidade a terra sendo aludido como “pequenos riachos do qual fluíam mel”. No contexto egípcio, tanto encontraremos os textos egípcios antigos fazendo menção à terra de Canaã como sendo rica em recursos naturais e cultiváveis, bem como veremos o próprio povo israelita referindo-se a terra egípcia como sendo uma “terra que mana leite e mel” (Números 16.13, 14). Nos próprios escritos israelitas, do Primeiro Testamento, essa expressão ocorre por dezoito vezes, e, também se registra a presença de frases correlatas.

Uma análise do uso dessa expressão no Primeiro Testamento nos conduzirá à compreensão que ela é empregada como uma figura de linguagem de sinédoque da espécie, ou seja, quando se aplica espécies específicas visando aludir o todo. No texto de Êxodo 3.8, usa-se o “gotejar de leite e mel” em conexão com a ideia de fertilidade e abundância na terra, uma vez que o leite era usado no texto veterotestamentário como um símbolo de paz, prosperidade (Gênesis 49.12; Deuteronômio 32.14; Jó 21.24; Isaías 7.22; Joel 3.18), bem como o mel de abelha – que é o sentido contínuo que o o hebraico veterotestamentário faz de “dbash” e mais condizente a um contexto pastoril, o que não dá margens para entender aqui o mel proveniente do xarope feito a partir da popa de uva – eram abundantes na terra. A ampliação do espiral interpretativo dessa frase, quando vista no contexto do livro de Êxodo – 3.17; 13.5; 16.14, e, também, quando se amplia um pouco mais para todo o Pentateuco, nos conduzirá a ver que ela é uma descrição frequente e quase proverbial da parte montanhosa de Canaã com suas possibilidades de exuberâncias de riquezas naturais.

Essa apresentação da Terra da Promessa como fértil e abundante a torna idêntica aos olhos de  peregrinos do deserto que tinham raízes e expectativas em uma vida pastoril, e, por conseguinte, isso lhes servia como estímulo para animarem-se a perseverar pela conquista dessa terra, enquanto atravessavam o deserto, e assim a prometida terra deslumbrava-se como larga e boa aos olhos do povo israelita (Deuteronômio 7.8). Deve-se considerar, todavia, que apesar da apresentação de uma “terra que mana leite e mel”, esse território sem uma intervenção divina era marcadamente inferior aos locais de áreas agrícolas irrigadas, e isso lhes proporcionaria apenas uma tênue economia de subsistência.

Uma análise dos textos onde aparece a frase “terra que mana leite e mel” deixa claro que o desfrutar de uma terra fértil, produtiva e próspera estava condicionado a ação de Israel em manter-se fiel e obediente à aliança estabelecida com YHWH, e assim ocorreria a dádiva divina do envio das chuvas, e, por conseguinte, a garantia da produção necessária para o sustento e prosperidade do povo de Israel.

Por, Jesiel Paulino.

36 Responses to O que significa “terra que mana leite e mel”?

  1. NEUZA BATISTA DA SILVA disse:

    Uma amiga chegou estes dias de uma visita à Terra Santa conduzida pelo pastor Charles Swindoll. Ela me disse que a guia explicou que “terra que mana leite e mel” tem a ver com o leite que vinha das numerosas cabras que viviam na região desértica e se alimentam dos tufos de gramíneas que crescem entre e sobre os morros. O mel vem da fruta tâmara, não tem a textura do mel, mas tem o gosto parecido com o mel de abelhas – ela experimentou. As tamareiras vegetam as regiões férteis. Nunca tinha ouvido esta explicação, mas foi a guia israelense quem a deu.

  2. Ronaldo Guerrero disse:

    Prefiro a simplicidade de Deus, que enviaria seu povo a uma terra fértil, com flores para que as abelhas (e insetos) pudessem polinizar e dar frutos e o mel e verdes campos de pastagem para o gado produzir leite. Não descartando as informações ricas e históricas de Jesiel e da Neuza.

  3. Alysson disse:

    gostei das duas tese porém vou ficar com a menor e melhor explicativa…gostei Neusa Batista Da Silva.

  4. João Haylton disse:

    Todos os comentários são enriquecedores e não excludentes. O interessante é não esquecermos que a promessa de Deus vislumbra a idéia de contraste para se destacar… Antes o povo de Deus estava no deserto onde não há o menor vislumbre de flores, quanto menos de mel. Onde não se tinha paz e nem sedentaridade, andavam mudando-se de um lugar para o outro. Entraram em uma nação onde era possível arar a terra, plantar… O gado poderia pastar a vontade em um pasto fixo até o ponto de engordarem e, ao descansar, suas tetas poderiam deixar escapar o excesso de leite em alguma pedra… Isso indica prosperidade e paz… Shalom para todos!!!!!!

  5. sirley teixeira domingues disse:

    eu acho que o mel e o leite e o melhor do reino animal e do vegetal

  6. Adalton disse:

    Terra que mana leite e mel, vaca e abelhas.É isso.

  7. Everton Weber Cordeiro disse:

    Quero apenas ratificar o comentário feito pelo João Haylton, especialmente quando ele disse que “todos os comentários são enriquecedores e não excludentes.”
    Aproveito para acrescentar que na diversidade de opiniões/comentários, enriquecemos e ampliamos juntos os significados da expressão que “mana leite e mel”, oferecendo subsídios teológicos, mais aprofundados da expressão, contudo, reflexões homiléticas e devocionais, com a intenção de fortalecer e motivar os leitores a prepararem-se para habitarem na Canaã celestial que nos é prometida na Palavra de Deus, onde, à semelhança da Canaã terrestre, nos oferecerá “leite e mel”, literal e simbolicamente falando.
    Amigos, nos preparemos para esse “evento glorioso”, tal qual o povo de Israel preparou-se. “Shalom” pra todos e “Maranata”!!!!

    • Joao Moura disse:

      Boa explicação, gloria a Deus. De lá provieram benção tais como: Graça e conhecimento( Leite e Mel) que atravéz de Abraão alcançaria todas as famílias da terra.

    • Josiany disse:

      Gostei muito de seu comentário ricamente teológico.

  8. Rafael Vieira dos Santos disse:

    Leiam Levitico 2;11.

    • Diógilei Tadra disse:

      Eu creio quer manar significa brotar da terra, ou seja, surgiria ou surgirá da terra leite e mel. Nós vemos algo semelhante quando da extração de minério de petróleo, que segundo os estudos são provenientes de fósseis antiquissímos. Então, a possibilidade de realmente manar da terra leite e mel, são reais, brotar da terra estes produtos que satisfazem seus habitantes… O leite seria algo como o cálcio para o povo e o mel seria uma sustentação nutritiva que seria natural, comum surgindo de dentro da terra…
      Se vc olhar hoje a região, nada disso há lá, mas vemos bastante prosperidade naquele lugar, apesar dos conflitos entre israelenses e palestinos… Mas se Deus falou, tá falado!!!

    • simone disse:

      Nada a ver…

  9. Tiago disse:

    Gostei de todos os comentários aqui e gostaria de acrescentar mais um. Leite e mel são alimentos que não demandam a morte, nem de animais e nem de vegetais. Portanto, além de representarem fertilidade, prosperidade e abundância, leite e mel apontam para a Vida e vida abundante.

  10. ROBERTO FERREIRA disse:

    O POVO ESTAVA CANSADO E PRECISAVA DE DESCANSO. APOS UMA LUTA VEM A VITORIA .

  11. José Henrique Leite Marins disse:

    Acabei de chegar da terra santa, realmente o texto fala da prosperidade da terra, principalmente hoje o desenvolvimento da tecnologia agrícola que a nação de Israel desenvolveu, transformando o deserto em terra fértil, resolvendo o principal problema a falta de água. Eles falam que estão vivendo esta promessa, o mel não vem de abelhas e sim das tamareiras, eles são os maiores produtores mundiais, e suas produzem tres vezes mais, por causa da tecnologia de polinização, e o leite não é de vacas, pois o rebanhos são poucos, e sim de caprinos e ouvinos que são muitos, o leite vem principalmente da cabra.

  12. Edinaldo Camelo Borba disse:

    Maravilhosa explicação; Glória a Deus!!!

  13. sérgio fonsecs pinto disse:

    feliz é aquele que chega em uma terra que não esta produzindo,e dentro de um ano ou menos consegue produzir produzir leite e mel com pouco dinheiro,mas com muita força de vontade e coragem para trabalhar e o principal a benção de deus.obrigado senhor. não moro em canaã e sim na serra da mantiqueira,acho que toda terra onde se possa trabalhar é abençoada por deus.

  14. Telma Brasil disse:

    O senhor prometeu uma Terra que mana leite e Mel .canaa seria essa Terra , porem, uma terra a ser conquistada, com determinacao e fe, visto que canaa era Terra prospera mas, para chegar ate la teria que vencer OS gigantes que moravam la ..hj no conteso de nossa Vida para conquistar canaa OS gigantes chegam primeiro para derrubamos e AI a conquista da Terra prometida. Porque depois dessa conquista e so alegria.

  15. Marcus disse:

    Acabou com mi há dúvida

  16. Amauri Duarte disse:

    Imaginem 40 anos num deserto escaldante durante o dia e um frio insuportável a noite,e sem água e alimento andando de um lado para o outro vivendo vários conflitos entre si.Deus prometeu ao seu povo tudo inverso que seus filhos passaram desde o Egito,mana leite e mel era tudo de bom que se pode imaginar para se viver numa nova terra.

    • ALDEINO FERREIRA SILVA disse:

      MUINTO BOA EXPLICACAO E ISSO MESMO.TEMOS QUE PESQISAR E LER BASTANTE, EXISTE UM DITADO JAPONES.QUEM NAO GOSTA DE LER UM BELO BURRO VAI SER.

  17. Val disse:

    Excelente artigo!

  18. DANILO disse:

    SÓ QUERO SABER,CIENTIFICAMENTE SE O LEITE FAZ,DE FATO,MAL OU NÃO. SE FAZ MAL POR QUE DEUS FALOU NUMA TERRA QUE MANA LEITE E MEL. MEL TUDO BEM,É DOCE,FAZ MAL MESMO ABUSAR,MAS O LEITE,QUERO QUE ALGUEM ME CONVENÇA.MAS,AFINAL O QUE ENTRA PELA BOCA NÃO COTNAMINA?

    • Francisco Wlademir Galvan disse:

      A pesquisadora Vegana Sônia Rodrigues, afirma o seguinte: “O leite de vaca, segundo ela, não é bem digerido pelo organismo humano por questões biológicas. “A maior parte dos seres humanos não tem mais a produção da enzima que permite digerir o açúcar do leite, que é a lactose. Em função disso, as pessoas sofrem uma série de disfunções digestivas e outros males que hoje os estudiosos apontam como de origem galactogênica”, afirmou.” (http://www.ebc.com.br/infantil/para-pais/2013/04/leite-de-vaca-faz-mal). Quanto ao que contamina o homem, quando entra pela boca, o Dr. Russel Shedd, faz o seguinte comentário: O que entra pela boca. “Segundo a explicação dada por Jesus a Pedro (Mateus 15.17-20), a comida que não foi preparada segundo as tradições dos anciãos não prejudica ao ser ingerida (Atos 10.10-15n). O que prejudica é o mal, concentrado no íntimo do ser humano e exprimido através da boca (Tiago 3.6-12). Contamina. Gr koinen, literalmente “tornar comum”, “profanar”. No sentido bíblico significa ser cerimonialmente “imundo”, sem direito a participar do culto púbico, ou aproximar-se Deus em oração. A declaração de Jesus, decerto abrangia isto. (Bíblia Shedd).

  19. Josué:Pedido de oração. disse:

    Peço oração por livramento e justiça,obrigado,a paz do Senhor.

  20. Alexsandro oliveira disse:

    então Deus prometeu uma terra fértil para o povo lembra
    de quando Moisés enviou os 12 espias(números 13:4-15) e quando deram o relatório a moisés disseram”fomos á terra a que nos enviaste ela em verdade, mana leite e mel e este é o seu fruto”Números 13:27 e trouxeram “depois vieram até o vale de Escol,e dali cortaram um ramo de vide com um só cacho o qual dois homens carregavam sobre uma verga e trouxeram também romãs e figo.Números 13:23 então mana leite e mel e fertilidade e abundancia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Google Translate »