O Diabo não tem legalidade para nada

O Diabo não tem legalidade para nadaPor influência do neopentecostalismo, já se tornou bastante popular no meio evangélico a ideia de que quando o Diabo age na vida de alguém, é porque essa pessoa “deu legalidade” a ele para agir. Entretanto, tal afirmação não encontra apoio algum na Bíblia. Sobre essa questão, fortalece-nos lembrar pelo menos 11 verdades que encontramos nas Sagradas Escrituras:

1) Deus é sempre justo e soberano. Todos estão debaixo de Seu comando, inclusive os seres malignos. Mesmo os demônios somente agem segundo Sua permissão. Assim, não havia brecha espiritual na vida de Jó, mas o Senhor permitiu que Seu servo fosse provado.

2) Satanás é injusto – sempre. Em 2 Tessalonicenses 2.8, seu maior representante, o Anticristo, é chamado de “o injusto” – em grego, “anomos”, que é o tremo correspondente ao hebraico “resa”, de Isaías 11.4, que quer dizer: “iníquo”, “ímpio”, “perverso”, “mau”, “ilegal”, em oposição ao termo “tsadik” – “justo” –, que é a revelação do caráter de Deus.

3) Satanás veio “matar, roubar e destruir” (João 10.10). Sempre que age, age na ilegalidade, mesmo quando tem (e somente assim pode agir ou possuir alguém) a permissão do Eterno. Ele age na ilegalidade porque a ilegalidade é seu campo de ação. Ele age nas trevas porque as trevas são seu campo de ação. Ter permissão de Deus para agir não muda seus atos, não os torna legais. Quando uma autoridade se ergue na Terra, recebeu de Deus a autoridade, mas isso não faz de seus atos vis atos legais, pois não são segundo a Lei de Deus.

4) Quando um homem peca, dá ocasião, abre brecha, dá lugar, não vigia, mas não dá legalidade.

5) Quando um dono de residência deixa, por descuido, uma janela ou porta mal fechada, deixa de vigiar. Se o ladrão for pego numa tentativa de assalto, não pode defender-se afirmando ter “direito legal de agir”. Será preso por tentativa de assalto. Nada há de legal em sua atitude.

6) A já chamada Teologia da Legalidade nasceu com o movimento G-12 e está expressa no “Manual do Encontro” do movimento. Observe (reproduzo a seguir texto do referido manual): “Todo pecado é uma quebra de comunhão com Deus. Cada nível de pecado libera uma quantidade de demônios, cada pecado atrai uma maldição; […] quando peco, abro uma porta de legalidade para que Satanás entre com seu propósito: matar, roubar e destruir. A maldição se infiltra por uma legalidade e abre a porta para que demônios venham sobre a vida da pessoa”.

Segundo a Teologia da Legalidade, o homem, crente ou não crente, detém a autonomia (observe o termo – “auto-nomos” – lei e regras próprias, poder legislador próprio) quanto à ação de demônios, o que não é verdade. Mesmo Satanás obedecerá a Deus em toda e qualquer situação. Há pessoas com inúmeras brechas em suas vidas e que, contudo, não são possessas. Outras deram lugar de forma diversa ou em menor frequência (às vezes um único ato carnal) e ficaram oprimidas ou possuídas. Devemos reconhecer humildemente que a ação maligna – mesmo em nossas vidas – não está sob nosso controle, mas sob o controle do Senhor dos Exércitos.

7) Alguns usam o termo “dar legalidade” como sinônimo de “dar brecha” ou “dar ocasião”, mas isso não corresponde à realidade. Biblicamente, ser legal é ser segundo o caráter de Deus, pois a Lei do Senhor é perfeita e restaura a alma. Às trevas não foi concedido nenhum poder restaurador das almas, e de toda a perfeição foram os demônios despojados. Toda a perfeição que simulam ao se transmudarem é apenas imagem e sombra daquilo de que a Cruz os despojou. O que era luz, agora apenas transmuda-se em anjo de luz.

8) Algumas expressões parecem inócuas – “abalar o inferno”, “destruir o inferno” etc. – e, de fato, são inócuas, especialmente no combate às trevas. O que o Diabo detesta ouvir não é que o crente abalou o inferno, o que não é possível, mas que o inferno está preparado para Satanás e todos os seus anjos. Isso é verdade, isso é Bíblia e isso faz Satanás arder em dores prévias. No mais, são expressões do nosso “crentes”, sem eficácia no combate ao inimigo das almas.

9) O espantoso é ouvir, dos lábios dos santos do Altíssimo, servos e servas de Deus, Corpo Amado, honrado pelos anjos e temido pelos demônios, palavras que atribuem ao injusto uma das classificações que nem aos homens é permitido ter (pois não há um justo, nem um sequer): “legalidade”. Pode o Senhor agradar-se de ouvir sua noiva atribuir ao ilegal qualquer legalidade? Não. Pois NÃO HÁ LEGALIDADE EM SATANÁS. Ele passeia pelas sombras, busca brechas, se lhe for permitido e autorizado utiliza-se delas e é expulso quando repreendido, ainda que seja pelo menor da casa do Pai, mesmo uma criança ou um recém-nascido em Cristo, que mande que ele saia em nome de Jesus.

10) O movimento G-12 peca pela vaidade de entregar o curso da batalha espiritual nas mãos dos homens, quando tudo o que diz respeito a isso reside nas mãos de Deus. Peçamos a Ele o discernimento, as estratégias, o tempo, os dons necessários, bem como todas as armas adequadas. Ele nos reveste, Ele nos instrui, Ele nos ama, Ele nos guarda, Ele nos perdoa. Declaremos Satanás totalmente ilegal em nossa igreja e em todo o campo. Continuemos ensinando nossos irmãos a se arrependerem dos pecados, fecharem as brechas e expulsarem o mal de suas vidas. Ofereçamos ao gadareno que vier a nós aquilo de que ele realmente precisa, que é Jesus. Prossigamos fazendo isso, sem os acréscimos da moda, que nem sempre condizem com a realidade espiritual.

11) Estamos numa tremenda batalha. Temos todos pedido que o Senhor revele as ações ocultas do maligno e é tentador pensar em tentar explicar suas ações. Mas não é isso que nos foi permitido fazer. Contudo, não ignoramos seus ardis e conhecemos sua natureza, conforme revelada na Santa Palavra: o Diabo é totalmente ilegal.

Por, Sara Alice Cavalcanti.

2 Responses to O Diabo não tem legalidade para nada

  1. Thaise disse:

    Bom dia.

    Eu estava nesse momento fazendo uma pesquisa no google sobre a legalidade do diabo nas nossas vidas e de primeira apareceu esse seu post com o tema ” o diabo não tem legalidade para nada” senti como se fosse uma advertência de Deus instantânea as letras saltaram da tela do pc. Realmente estão corretos nisso,e eu nunca me atentei para o que realmente significava essa”expressão” realmente o diabo não tem legalidade nenhuma! Obrigada por escrever esse post. Deus abençoe.

  2. Carlos alberto disse:

    Jamais vi uma explanação tão precisa, consistente e bem embasada como essa.
    Pesquisei sobre essa tal legalidade do diabo e por ter conhecimento bíblico não concordei com essa teoria fantasiosa.
    Parabéns pelo excelente conteúdo. Com certeza ajudará muitas pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Google Translate »