O cristão e o tratamento homeopático

O que a bíblica diz quanto ao cristão tratar-se com médico homeopata?

O cristão e o tratamento homeopáticoSegundo doutrina proposta pelo médico alemão Cristiano Frederico Samuel Hahnemann em 1789, cujos pais pertenciam à Igreja Evangélica Luterana, a homeopatia tem por lema a expressão latina Similia similibus curantur, que significa “as doenças são curadas pelos remédios que poderiam provocá-las”. Isto quer dizer que a homeopatia é o recurso pelo qual, quando enfermos, se tomarmos o tipo de remédio natural que nas pessoas sãs provoca a mesma enfermidade que possuímos, ficaremos automaticamente curados […] Vejamos o exemplo do medicamento homeopático por nome Berberis, o qual sendo tomado por quem não sofresse de problemas no fígado causaria danos a este aparelho do organismo humano. Esse remédio é indicado pelos homeopatas, em pequenas doses, para cura de doenças do fígado, com resultados satisfatórios. Além dos muitos tratados de literatura homeopática, temos a obra intitulada Iniciação Homeopática, escrita pelo professor Emydio Rodrigues Galhardo, catedrático da Escola de Medicina e Cirurgia do Instituto Hanemanniano. Afirma o autor do livro que o espiritismo tem, na verdade, feito a propaganda da homeopatia no Brasil, mas que essa intromissão é uma deturpação.

O Dr. Samuel Pfeifer afirma: “Um antigo ex-curandeiro e praticante do magnetismo escreveu-me: ‘Satanás tem um catálogo gigantesco de métodos, pelos quais quer separar a nós homens, aberta e veladamente, de Jesus Cristo. Disso faz parte também a oferta de diversos métodos de cura, que pretendem ser um auxílio para o doente. Certamente é verdade que muitos cristãos não sabem discernir se esses métodos de cura estão solapados pelo inimigo, tornando-se também vítimas de charlatões, principalmente quando se quer ficar curado a qualquer preço, ao invés de perguntar, a qualquer custo, pela vontade de Deus’”.

Devemos ter cuidado, portanto, para não consultarmos os curandeiros que não têm conhecimento de medicina. Eles aproveitam a boa fé da população menos esclarecida e receitam medicamentos que podem até mesmo causar danos à saúde, por sua excessiva dose ou pelos próprios componentes que as integram.

Seitas religiosas, especialmente as de origem afro-brasileira, apresentam-se como salvadoras da humanidade, indicando medicamentos nocivos ao organismo humano.

Um novo convertido que sofria de bronquite desde os nove anos de idade, tendo tomado diversos medicamentos e não obtendo resultado, achou por bem, às escondidas, visitar uma curandeira que lhe passou a seguinte receita: “Compre uma panela de barro baiana que nunca foi usada e um prato de porcelana. Coloque uma camada de folhas de agrião no fundo da panela e outra de açúcar em cima até encher o recipiente. Em seguida, coloque nove pingos de limão galego, sem deixar cair semente dentro da panela. Tampe a boca da panela com o prato de porcelana. Faça uma cova de três palmos. Coloque a panela e feche o buraco sobre ela. Retire-se sete dias após e tome o suco que você ficará curado”.

Esse irmão saiu daquela casa e dirigiu-se à igreja, onde irmãs estavam reunidas em oração; chorou copiosamente, pedindo perdão a Jesus pelo que fizera. O Senhor usou um presbítero que participava do Círculo de Oração, o qual lhe disse em profecia: “Agora mesmo eu te curei. Testifica entre teus irmãos o que eu fiz por ti neste dia”. Passaram-se mais de dez anos e esse irmão nunca mais foi acometido daquela doença.

Finalmente, dizemos: desde que a homeopatia seja aplicada por um médico, que é responsável perante a lei pela profissão que exerce, não há nada demais em servimo-nos dela.

Por, A Bíblia Responde, publicado pela CPAD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google Translate »