História de Jabez e a oração do crente fiel a Deus

História de Jabez e a oração do crente fiel a DeusNa Bíblia, o nome das pessoas está muito ligado à sua personalidade, revelando a verdadeira pessoa. Nesta reflexão, eu desejo falar de um homem chamado Jabez. Seu nome significa “dor” e “tristeza” (1 Crônicas 4.9, 10). Em nossa igreja, temos uma família cujo nome do pai é “Porta” e a sua filha chama-se “Janela”. Imagine esses irmãos terem que carregar este estigma por toda vida? Com certeza, na família de Jabez a situação era ainda pior, pois seu nome era “dor”. Com certeza, todos viam um mau presságio no futuro do menino.

Apesar das sombrias perspectivas, Jabez cresce e descobre uma saída. Ele apredneu a confiar no Deus de seus pais, o Deus que ainda faz milagres acontecer e que pode modificar todas as coisas. Jabez, então orou: “Ah, Senhor abençoe-me muitíssimo, e aumenta as minhas terras! Que a tua mão esteja comigo, guardando-me dos males e livrando-me das dores”. A síntese da sua oração no hebraico era: “Abençoe-me muito mesmo”.

Você já se encontrou diante de uma grande portão fechado precisando que ele fosse aberto, e aí você levanta a sua voz em oração a Deus, e vê, antes de terminar a oração, o portão se abir milagrosamente? Isso é bênção de Deus, é Deus mudando o rumo da sua vida. À luz da Bíblia, bênção é um favor sobrenatural de Deus. Suplicamos quando não podemos alcançar com os nossos esforços. Quando oramos, estamos pedindo pela maravilhosa e ilimitada condade, que apenas Deus tem o poder de conhecer plenamente e nos conceder (Provérbios 10.22).

Em sua oração, Jabez deixou inteiramente nas mãos de Deus a natureza da bênção, onde, quando e como ela seria lhe dada. Essa confiança nada tem a ver com a Teologia da Prosperidade. Jabez pede a Deus que lhe dê nada mais e nada menos do Ele tem reservado para nós: Sua bênção.

Quando buscamos as bênçãos de Deus como valor máximo para nossas vidas, estamos nos jogando de corpo inteiro no rio da vontade de Deus, de Seu poder e do Seu propósito para nós.

Então, se caminhamos na mesma direção, orando para que aconteça o que Deus deseja fazer, logo o poder de operar de Deus começa a realizar a perfeita vontade dEle em nós.

A bondade de Deus não tem limites. É o desejo do coração bondoso do Pai dar as bênçãos que os Seus filhos precisam. Abençoar faz parte da natureza de Deus. Há pessoas que se conformam com uma vida de sofrimentos, cheia de problemas, por entenderem ser essa definitivamente a modalidade de vida que Deus reservou para elas, uma vida sempre em dificuldades.

Esse tipo de pensamento é mentiroso. Todos nós sofremos nesta vida, mas sua vida não é só sofrimento e ele não deve se render à aflição, ele não deve se entregar à dificuldade, mas encará-la e superá-la pela graça de Deus. Aprendamos com Jabez.

Por, José Wellington Bezerra da Costa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google Translate »