Ex-guerrilheiro das Farc se converte e prega o Evangelho de Jesus Cristo

Pastor Rivail, da Assembleia de Deus Tradicional (AM), larga vida rebelde, ganha centenas de vidas para Jesus e abre 5 igrejas em sua cidade

Ex-guerrilheiro das Farc se converte e prega o Evangelho de Jesus CristoO pastor Rivail Andrade da Costa, índio da tribo dos Baré, andou por caminhos perigosos antes de Cristo resgatá-lo. Expulso de casa pelo pai aos 14 anos de idade, ele vagou pelas ruas, se envolveu com más companhias, drogas, furtos e chegou até mesmo se tornar um rebelde das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), onde, após três anos como guerrilheiro, foi capturado pelo Exército brasileiro e detido.

Muitos, ao olharem para ele, pensavam que sua vida não tinha mais jeito, que não havia mais nenhuma perspectiva de transformação. Mas, para o Senhor Deus Todo-Poderoso, não há vida perdida demais que o Seu sangue não possa alcançar. Até Rivail se render a esse amor de Cristo, no entanto, uma difícil trajetória ainda deveria ser percorrida.

Nascido na cidade de Santa Isabel do Rio Negro (AM), Rivail cresceu com um pai muito rígido, de personalidade opressora e com alguns exageros de seu temperamento. Talvez um dos mais danosos foi tê-lo expulsado de casa com sua irmã, apenas por eles terem ido até a casa do vizinho assistir televisão, desobedecendo-o. Dois adolescentes desorientados sem saber para onde ir, eles acabaram indo parar em São Gabriel da Cachoeira, último município do Amazonas, cidade 100% indígena que faz divisa com Colômbia, Venezuela e Chile. “Foi nessa época que, aos 14 anos, comecei a me meter no mundo do crime. Fiz muitas coisas erradas. Eu estava perdido, não conhecia nada de Deus, só tinha consciência que Ele existia”, conta Rivail.

Aos 18 anos, Rivail recebeu a proposta de um suposto “emprego”, que viria ser a causa de sua prisão. Mas Deus transformaria seu aprisionamento como oportunidade para a maior liberdade que alguém pode ter: a libertação do jugo do pecado. Na penitenciária, Rivail foi evangelizado, aceitou a Cristo e começou a ter sua história totalmente transformada. “Eu tinha 18 anos quando surgiu o convite para trabalhar nas Farc. Demorei alguns anos para aceitar, mas acabei indo para as Farc, porque não via opção de vida na época. Fiquei por quase três anos, vi horrores lá, até que fui preso. Mas, no cárcere, encontrei um pastor chamado Kim, um coreano que pregou a libertadora Palavra de Deus para mim. Ele disse que Jesus podia me tirar dali e mudar a minha vida. Foi aí que eu encontrei Jesus e de fato minha história começou a mudar”, testifica.

Ao ser solto em 1990, já com 26 anos, Rivail foi morar em Belém (PA) para fugir da guerrilha e seguir sua vida com Deus. Foi onde conheceu a irmã Luídes Mendes das Neves e, dois anos depois, se casaram. Dessa união, vieram os filhos Erick (12) e Katlin (10). Fervoroso na fé, na busca pelo conhecimento da Palavra e no evangelismo, a trajetória de Rivail o conduziu ao pastorado. Ao retornar para Manaus (AM), foi recebido na Assembleia de Deus Tradicional, liderada pelo pastor Gedeão Grangeiro Menezes.

Em 2005, o pastor Rivail recebeu e abraçou com temor, mas também alegria, uma tremenda oportunidade: a de ser enviado para evangelizar a cidade onde sua pregressa vida de crimes havia começado: São Gabriel da Cachoeira (AM).

Já no início do trabalho, o Espírito Santo operou maravilhas. Uma delas, com a irmã Adélia, convertida que, ao sofrer um acidente na roça, veio a falecer no hospital. Desesperados, os filhos chamaram pastor Rivail a fim de orar pela mãe falecida e o Senhor a ressuscitou! O milagre espantou a todos e se espalhou pelo povoado, contribuindo para que muitas pessoas se convertessem a Jesus.

A transformação na vida do pastor Rivail é algo miraculoso. De rebelde nas Farc a soldado de Cristo; de criminoso que espalhava o terror a evangelista que propaga o Evangelho; de homem armado que inspirava o medo de tirar a vida de alguém a um homem de Deus, que com a Bíblia nas mãos inspira a fé e a vida eterna. Com o coração sedento por ganhar vidas, Deus prosperou o seu trabalho missionário e, hoje, o pastor Rivail administra cinco igrejas, onde o Senhor tem libertado vidas e curado dezenas de muitas enfermidades.

“No início do meu ministério, quando voltei para o Amazonas, foi muito difícil. Os índios, mesmo nos dias de hoje, são muito idólatras, mas o Senhor tem mostrado a Sua glória, revelado que é o único Deus vivo e verdadeiro, operando muitos milagres. Já vi paralíticos andarem, já vi gente que levou até tiro na testa e Deus ressuscitou; já vi uma índia, após os médicos afirmarem ser estéril, gerar mais dois filhos, já vi mudo falar… Já vi o Senhor operar tantos milagres que encheria este jornal. Esse é o nosso Deus!”, glorifica o pastor amazonense.

Para a evangelização local, o meio de transporte utilizado pela bacia amazônica é a rabeta (uma canoa com um motor sete e meio). No início do trabalho, a máquina utilizada era tão fraca que uma viagem missionária chegava a levar quatro dias para alcançar o destino a ser evangelizado. Mas, para a glória de Deus, no ano passado, em 2014, uma parceria missionária com a Secretaria de Missões da Assembleia de Deus em Mauá (Semadem) contribuiu para o envio de um motor 40 da Yamaha, com maior potência. Dessa forma, o mesmo trajeto, que chegou a levar quatro dias, passou a ser coberto em apenas 12 horas de viagem.

A divulgação do Evangelho na região contribuiu também para a implantação de igrejas nas comunidades indígenas Tedi, Shalon, Anamoin e Taquatiara Mirim; e povos antes não alcançados vêm conhecendo a graça salvadora do nosso Senhor Jesus Cristo – a mesma que salvou o pastor Rivail e fez dele um ganhador de almas para o Reino de Deus.

“Ouvimos muito falar em Missões, mas tão pouco se faz. Muitos missionários enviados para cá foram abandonados, largados sem recursos para trabalhar. Precisamos com urgência fazer mais para ganhar vidas para Jesus, temos que nos esforçar mais. Não existe coisa melhor. Mesmo arriscando a própria vida para pregar o Evangelho, porque quando você ganha uma vida, vê que tudo valeu a pena! Esse é o nosso propósito! Então, vamos com urgência cumprir o Ide de Jesus e pregar o Evangelho nos quatro cantos do mundo, seja para brancos, negros ou índios”, convoca o pastor Rivail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Google Translate »