Evidências do Criador na obra criada

Evidências do Criador na obra criadaEscrever e falar a respeito de Deus é algo muito interessante, pois não O vemos, todavia, quando olhamos para tudo que está ao nosso redor, sabemos que há um ser muito poderoso que é o responsável pela existência de tudo que existe, Deus (Romanos 1.19, 20). Não podemos vê-Lo fisicamente, porém Ele deixou evidências fortíssimas de Sua existência, pois estas evidências são tão claras e patentes que não se pode negar Sua maravilhosa existência.

Existem no universo várias evidências que mostram que existe um Criador de todas as coisas tanto visíveis quanto invisíveis (Colossenses 1.16, 17). Portanto, o universo não veio a existência de modo irresponsável, como acreditam muitos. Ele foi programado por ser de uma inteligência rara. A própria complexidade da vida e a criação do universo indicam isso. Matéria e energia que são inanimados não poderiam produzir a vida e um mundo tão perfeito. A Bíblia não se preocupa em dar provas da existência de Deus, porém ao longo de suas páginas, ela nos leva a crer nEle somente por meio da fé (Hebreus 11.6).

Deus deixou uma série de evidências que sugerem que somente um ser de uma inteligência altamente superior, criou tudo a nossa volta. Para entendermos as provas da existência de Deus precisamos primeiro saber o que os seres humanos dizem como a vida e o universo vieram à existência?

Nos livros de ciências é ensinado no meio escolar que a teoria da evolução é o conceito mais digno de confiança sobre a origem do universo e da vida.

Segundo alguns cientistas o universo teria surgido logo após a Grande Explosão, esta teoria também é conhecida como Big Bang. Tudo que há no universo hoje originou dessa explosão. Segundo os cientistas, essa explosão aconteceu há 15 bilhões de anos. O mais interessante é que no meio acadêmico-científico o que prevalece são os fatos que podem ser provados por meio de uma observação inicial. Logo, tal explosão não foi vista por ninguém, apenas foi formulada uma hipótese a chamada “A Grande Explosão” ninguém viu esse “acontecimento”. Isso é um tipo de “fé”, pois eles acreditam em algo que não viram acontecer. E além do mais, não passa de uma teoria apenas para justificar a “Teoria da Evolução”. Uma incerteza ensinada como se fosse um fato. Ensinar uma incerteza nas escolas é simplesmente um absurdo. Li isso em um livro de ciências para alunos do 3º ano.

A Bíblia não diz nada a respeito da Teoria do Big Bang. O Texto Sagrado afirma que foi Deus quem criou tudo lá no princípio (Gênesis 1.1). O mais interessante é que tudo que foi criado por Deus segue uma perfeição lógica em tudo que existe. Observe a perfeição do Criador como o grande cientista, engenheiro e arquiteto de todo o universo: a Terra está na posição exata para que haja vida no planeta. O mais interessante é que os outros planetas poderiam ocupar a posição da Terra, mas não estão. Somente o planeta Terra possui vida.

A Terra, o planeta da vida humana, sua temperatura varia entre -50ºC e 58ºC. A temperatura da Terra é amena e capaz de abrigar a vida humana e outras formas de vida como, vegetais, animais, insetos e vida microscópica. Nosso planeta possui vida de animais que voam pelo céu, animais que andam, ou rastejam pela Terra, e animais que nadam na água. Por esse motivo é conhecido como o planeta da vida. A Terra possui uma imensa camada de ar chamada de atmosfera. Essa camada imensa que envolve a Terra atua na absorção da energia do Sol, criando um efeito estufa natural mantendo a temperatura estável. A atmosfera é composta por cerca de 78% de nitrogênio, 21% de oxigênio, 1% de argônio, além de uma quantidade mínima de outros gases como: dióxido de carbono, neônio, hélio e metano. Ela possui também um papel fundamental para o planeta Terra. Ela protege o planeta de pequenos choques de corpos celestes que, em contato com ela, se queima e se desintegram. A atmosfera permite a redistribuição dos elementos, por meio das massas de ar e de água evaporada dos mares, assim acontece o chamado ciclo das águas.

Nosso planeta possui cinco camadas em sua atmosfera, e se estende por mais de mil quilômetros de altitude. As cinco camadas são: Troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera e exosfera.

A troposfera é a mais próxima do solo, ela possui 10 km de altitude. É nessa camada que se concentra os eventos climáticos, como ventos, tempestades, geadas e neve.

A estratosfera tem cerca de 50 km de altitude. Suas temperaturas são muito baixas, chegando a atingir a -50ºC. Nela se localiza a camada de ozônio, gás que protege a Terra dos raios ultravioletas do Sol.

A mesosfera atinge até 80 km de altitude. E nela se registra a temperatura média mais baixa, cerca de -95ºC. A mesosfera também é chamada de ionosfera.

Por fim a exosfera marca a fronteira entre atmosfera e o espaço cósmico. Ali a temperatura apresenta variações extremas, entre 2000ºC durante o dia e -270ºC à noite.

Água: elemento essencial para existência de vida no planeta. Mais de 70% do planeta Terra é composto por água, e os outros 30% é composto de terra firme. Dentro da combinação de fatores responsáveis pela ocorrência de vida no planeta, destaca-se a presença abundante deste elemento vital, em estado líquido.

Um fato muito interessante é o nosso satélite natural conhecido como Lua. Ela está a 384.000 km de distância da Terra, distância exata para ela exercer seu papel fundamental: exercer influência sobre os oceanos terrestres. A atração gravitacional interfere no movimento das marés, por consequência, na vida dos seres vivos nas áreas litorâneas, já que a variação do nível dos mares influencia esse habitar. Se a distância entre a Lua e a Terra fosse outra haveria um total descontrole das marés. Tudo isso apresentado nesse artigo á obra do acaso? Ou de uma explosão? Por que a ciência não admite que para tudo isso funcionar muito e corretamente só pode ser resultado de uma mente brilhante e muito superior a nossa.

Algumas evidências científicas apresentadas pela Bíblia Sagrada.

Ao longo dos anos a ciência sempre buscou fatos de como tudo começou o que a levou sempre a descoberta de fatos novos. E essas descobertas, muitas delas contribuíram e muito para confirmar a veracidade da narrativa bíblica, em algumas dessas situações.

Fatos científicos confirmados pela Bíblia:

1º – Ciclo de Hidrológico. Na Bíblia este fato foi registrado no livro de Jó: “Porque faz miúdas as gotas das águas que, do seu vapor, derramam a chuva, a qual as nuvens destilam e gotejam sobre o homem abundantemente” (Jó 36.27-28); 2º – O Curso dos Rios. “Todos os rios vão para o mar, e, contudo, o mar não se enche; ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a correr” (Eclesiastes 1.7); 3º – O Ar tem Peso. “Quando deu peso ao vento, e tomou a medida das águas” (Jó 28.25). A pressão barométrica foi descoberta pelo cientista italiano Torricelli em 1643; 4º – A Terra está suspensa em um vazio. Havia várias crenças e uma delas que a Terra era chata e imóvel, enquanto a Bíblia há muito tempo dizia que o planeta estava suspenso no espaço. “O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada” (Jó 26.7); 5º – O tempo, espaço e matéria tiveram um começo. Há milênios a Bíblia ensinava que Deus criou tudo dando início a espaço, tempo e matéria. A ciência só descobriu isso no começo do século XX. Basta abrir a Bíblia no livro de Gênesis 1.1, e encontraremos uma das frases mais famosas da Palavra de Deus: “No princípio criou Deus os céus e a terra”; 6º – As leis da termodinâmica. A lei da conservação de energia que indica que a matéria e a energia não podem ser construídas ou destruídas. Isso aponta que elas só podem ser convertidas. A outra lei da termodinâmica diz que as coisas passam de um estado de ordem para desordem. Os exemplos mais comuns para isso é que quase tudo se estraga, ou se desgasta ao longo do tempo. As estrelas morrem, o ferro enferruja, o calor se dissipa (Salmos 102.25-26; Isaías 51.6); 7º – A Terra é uma esfera. Há 700 anos a Bíblia já informava que a Terra é um círculo (Isaías 40.22); 8º – As estrelas são incontáveis. (Jeremias 33.22; Gênesis 15.5). Só para se ter uma ideia sobre a quantidade de estrelas no universo, apenas em nossa galáxia, a Via-Láctea existem cerca de 200 bilhões de estrelas e o universo possui cerca de mais de 200 bilhões galáxias parecidas com a nossa.

Devemos sempre ter em mente que a Bíblia não é um livro de ciências e sim um livro que se interessa na salvação da humanidade, porém, ela possui muitos escritos que não contradizem as ciências, aliás, o autor da Bíblia é o Criador do universo e de todas as leis que o regem. Se o universo possui leis é porque ele tem um legislador. Com tantas evidências que nos cercam, só posso dizer uma coisa: “A complexidade da vida e de um universo tão perfeito exigem que nada surgiu por meio de um simples acaso, há por detrás de tudo alguém que possui uma inteligência muito além da nossa que projetou e fez tudo que está a nossa volta, Deus”.

Bibliografia

Atlas do Universo Editorial. Uma jornada incrível pelo espaço Sol 90. Barcelona Espanha, 2005.
Bíblia de Estudo Palavras Chaves Hebraico Grego. Edição Revista e Corrigida. 4ª ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2009.
BOA, Kenneth, D.; JR Robert M. Bowman. Vinte evidências de que Deus existe. 2ª ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2010.
HAM, Ken. Criacionismo Verdade ou Mito. Rio de Janeiro: CPAD, 2011.
LENNOX, John C. Por que A Ciência Não Consegue Enterrar Deus. São Paulo: Mundo Cristão, 2011.
LOPES, Sônia; ROSSO, Sérgio. Biologia volume único. 7ª tiragem. São Paulo: Saraiva, 2008.
MUNCASTER, Ralfh. O. Examine as Evidências. Rio de Janeiro; CPAD, 2011.

Por, Cláudio César Marques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google Translate »