Eram dois ou apenas um endemoninhado?

Mateus 8.28-34 fala sobre a cura de dois endemoninhados pelo Senhor Jesus. Já Marcos e Lucas falam que foi apenas um. Como explicar essas divergências?

Eram dois ou apenas um endemoninhadoDiz o texto bíblico: “E, tendo chegado à outra margem, à província dos gadarenos, saíram-lhe ao encontro dois endemoninhados, vindos dos sepulcros; tão ferozes eram, que ninguém podia passar por aquele caminho. E eis que clamaram, dizendo: Que temos nós contigo, Jesus, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo? (Mateus 8.28, 29).

Conforme afirmam as notas da Bíblia de Estudo Pentecostal, os primeiros três evangelhos: Mateus, Marcos e Lucas foram escritos entre os anos 60 e 65 d.C., sendo que o primeiro foi o de Marcos, e o ultimo evangelho a ser escrito, o de João, o foi entre os anos 80 a 95 d.C. Ora, como o apóstolo Mateus só começou a escrever de 30 a 35 anos depois, ele se utilizou, além de suas próprias experiências durante a sua vida seguindo o Senhor desde o seu trabalho na coletoria quando o Senhor Jesus o requisitou a segui-lO (Mateus 9.9), também das informações dos que com ele viveram naquele tempo, lhe esclarecendo e fazendo lembrar os fatos que aconteceram, pois já se faziam mais de 30 anos; além do que, havia também aqueles fatos que antecederam a sua chamada por Jesus (seu nascimento, batismo, tentação no deserto etc.).

O medico amado Lucas, por sua vez, não foi apóstolo do Senhor. Como também o evangelista Marcos, que não obstante ter acompanhado o Senhor Jesus, não está escrito que ele foi um dos seu apóstolos (Marcos 14.52).

Relata-nos Lucas:

“Tendo, pois, muitos empreendido pôr em ordem a narração dos fatos que entre nós se cumpriram, segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio e foram ministros da palavra, pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelentíssimo Teófilo, por sua ordem, havendo-me formações ou do seu testemunho pessoal, notou que havia dois endemoninhados, mas o caudilho (como sempre) foi destacado por sua fúria e ousadia macabra por falar pelo outro endemoninhado que o acompanhava. Era uma legião (“muitos”) que falavam, mas o transmissor era um. Podem existir muitas vozes, (Romanos 15.6) mas somente uma deve ser notória, ou falar por todos; é o que lidera, e Mateus registrou este adendo.

Como frisa o Comentário Bíblico do Novo Testamento da CPAD, Mateus registra só os fundamentos simples deste exorcismo e omite detalhes de Marcos. Mateus queria nos mostrar a severidade da possessão e terror de toda comunidade e a instrução que o exorcizado recebeu de testemunhar às pessoas de Decápolis. Mas Mateus acrescenta que havia dois endemoninhados (Mateus 9.27; 20.30).

Ao que parece, os dois outros evangelhos se centralizaram em um só endemoninhado, enquanto Mateus se refere aos dois provavelmente para cumprir a exigência judaica de testemunho legal de pelo menos duas testemunhas (Deuteronômio 17.6; 19.15).

Do mesmo modo lemos que Mateus registrou que Jesus entraria em Jerusalém sentado numa jumenta e num jumentinho (Mateus 21.5). Entretanto, Marcos e Lucas registraram que seria em um jumentinho que Jesus faria sua entrada triunfante em Jerusalém. Ou seja, havia uma jumenta e um jumentinho, mas o foco de Marcos e Lucas estava no jumentinho o qual ninguém o havia montado, e não na jumenta. Ou seja, outra vez Mateus pluralizou os detalhes dos seus escritos, enquanto Marcos e Lucas as individualizavam. Mas a importância desse acontecimento estava focalizada na entrada triunfal de Jesus em Jerusalém.

No caso dos endemoninhados, o principal objetivo foi focalizar o poder, a libertação, e a salvação dos gadarenos pelo poder extraordinário do Senhor Jesus.

Enfim, o foco dos registros de Mateus estava na pluralidade e o de Marcos e Lucas, na individualidade. Portanto, eram dois os endemoninhados, mas um notadamente se destacou.

Por, José Edson de Souza.

One Response to Eram dois ou apenas um endemoninhado?

  1. mary da silva disse:

    Desculpa ñ entendi,como assim precisava de testemunhas por isso Mateus relatou dois? E os discípulos que estavam com JESUS ñ era suficiente?Caso precisassem de testemunhas.Então nesse caso era um,o relato de Marcos,e Lucas estão correto?A de convir que nessa passagem existem uma discrepância.As pessoas ñ querem aceitar,vamos ser realistas gente.O importante que nós ñ podemos perder a fé por esses erros humanos ñ é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Google Translate »