Deus dá significado à minha história

Deus dá significado à minha históriaO texto bíblico de João 2.1-11 narra um casamento na região da Galiléia, em Caná. A mãe de Jesus e seus familiares foram convidados. Jesus também foi convidado, e os seus discípulos o seguiram. Nesta cultura, o casamento durava sete dias de festa. E no meio da festa, o vinho acabou. Maria percebeu aquele problema. Era um problema grave, pois o vinho era fundamental em festas de casamento. O vinho já tinha acabado, ele não estava ainda acabando. Não ter mais vinho significava parar a festa. O vinho era um símbolo de alegria.

Maria se dirigiu a Jesus, que respondeu a ela: “Mulher, que tenho eu contigo, ainda não é chegada a minha hora”. Maria manda que os serventes façam tudo o que Jesus disser. Entram em cena então os serventes e o mestre-sala. Jesus manda os serventes encherem as talhas de água. Ele sabia que elas estavam vazias. E os serventes obedeceram e não questionaram. Eles encheram seis talhas. Jesus então dá uma segunda ordem, de levarem aquelas talhas ao mestre-sala. Eles obedeceram cegamente. E quando levaram a água, esta foi transformada em vinho.

O mestre-sala experimentou e ficou feliz pelo vinho, e então disse ao noivo: “Todos costumam por primeiro o bom vinho, e quando já beberam fartamente, servem o inferior; tu porém guardaste o bom vinho até agora”.

Uma festa de casamento tem grupos de pessoas. Imagine uma pirâmide social. Festa de casamento tem grupos de pessoas em faixas de importância. Numa ordem, vamos colocar no topo da pirâmide o noivo, a noiva e os familiares de ambos. Um nível abaixo seriam os parentes de 2º e 3º graus. No terceiro nível, colocaríamos o amigos dos noivos e dos pais de ambos. São os amigos que conviveram juntos. O nível seguinte seriam os trabalhadores do casamento – o mestre de cerimônia, e os demais: filmagem, fotografia, decoração, flores, detalhes, etc. E quando você vai descendo neste grupo dos trabalhadores, chegaremos ao nível mais baixo desta pirâmide, que vai ser composto pelos serventes. Eles vão estar na base. Você não precisa saber o nome deles. É o garçom, é o manobrista, é o pessoal da cozinha, é a segurança etc. Eles não tem grande significância na festa, eles não são os parentes de ninguém. Estão ali apenas trabalhando. São profissionais.

Jesus é convidado para um casamento que tem uma estrutura. Tem mestre-sala etc. Quando Jesus entra em cena, no princípio humano, Ele deveria falar logo com o pai da noiva ou do noivo. Mas Jesus não fala com os pais, nem com os noivos e nem mesmo com o mestre-sala. Ele passa por cima disso tudo e vai aos serventes Dirige-se aos serventes. E durante um período da festa, eles sumiram, pois estavam nesta missão de Jesus. De repente eles sumiram E o mestre-sala percebeu. Quem carrega água se molha. Quando eles retornaram de encher as talhas, retornaram a Jesus. A obediência deles foi imparcial. Não existe meio a obediência. Ela é completa! E Jesus dá mais uma determinação de levar ao mestre-sala para aprovar o vinho. Quando este prova, tem uma reação muito forte. Ele se impressiona tanto, que nem percebeu de onde era a origem do vinho. Ele então chama o noivo, e reclama com ele dizendo que ele tinha guardado o melhor vinho para o final. E qual foi o grande comentário nessa festa, a partir deste milagre? Foi a transformação? Foi a obediência daqueles servos?

Pensemos a partir dos servos. Na pirâmide social em que todos nós estamos inseridos, sempre vamos olhar para o alto e perceber que á níveis acima de nós. Ser servente não era ser alguém com mão de obra qualificada. Ele não podia atuar em outras atividades. Esse milagre não começa com os pais, com os noivos, com os familiares, parentes e amigos. Começa com os serventes. O primeiro milagre de Jesus não foi apenas transformar água em vinho: foi também dar significância a quem não tinha. Se fosse hoje, iriam ser chamados para dar entrevista em vários canais de televisão.

Jesus deu significado a quem não tinha nenhum significado. Tem gente que não se sente importante. Jesus pega aquele que não tem valor nenhum e lhe dá importância. O garçom está somente para servir, não é conhecido pelo nome, não é lembrado por ninguém, mas aqueles serventes testemunharam de forma única aquele milagre. Eles carregaram a água, e se molharam, mas viram aquela água ser transformada em vinho.

Deus pode dar significado a sua história. Quem sabe te colocaram de lado por causa da sua cor, da sua condição social ou deficiência física e outros. O milagre de Jesus foi muito mais do que transformar água em vinho. Ele deu significado e importância àqueles homens.

Quais seriam as palavras que aqueles servos poderiam dizer para Jesus? “Não te conhecemos! Você é o pai do noivo?”. Discirna a voz do Senhor Jesus! Creio que depois daquele casamento, os serventes se tornaram conhecidos. Também creio que o meu Deus pode trazer para a minha vida significado! Você não precisa se sentir o menor dos menores. O que o noivo não sabia, somente os serventes sabiam. Deus vai trazer significado para a sua vida hoje!

Aqueles serventes nunca mais esqueceriam aquilo! Existem coisas que não esquecemos. Toda vez que eles passassem por aquele poço em que tiraram água, lembrariam daquilo. Quebre hoje todo o pensamento de insignificância na sua história! Qual é a área em que você se sente diminuído? Quem sabe você tem pensado: “A vida não sorri para mim!”. Jesus vai mudar sua vida!

Por, Jaime Soares (CPAD).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Google Translate »