Centenas aceitam a Cristo no evangelismo do Projeto AD na Copa

Evangelho foi compartilhado com centenas de milhares de estrangeiros e brasileiros; dezenas de turistas internacionais aceitaram a Cristo

Centenas aceitam a Cristo no evangelismo do Projeto AD na CopaO Projeto Evangelístico AD na Copa, da CGADB, foi um sucesso. Nas 12 cidades-sedes do mundial, aconteceram mobilizações evangelísticas nos mais variados formatos. O foco principal das ações evangelísticas foram os turistas, tanto brasileiros como estrangeiros, mas os moradores das cidades também foram alcançados. Só do material evangelístico trilíngue produzido pela CPAD especialmente para atender ao Projeto AD na Copa, foram distribuídos 3,4 milhões de folhetos e 429.640 livretos. Como antecipamos no MP de julho, logo no início das atividades do projeto antes mesmo de iniciar a Copa do Mundo, os frutos começaram a ser colhidos. E durante a Copa, ele continuaram. Centenas aceitaram a Cristo em todas as cidades-sedes: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Curitiba, Fortaleza, Cuiabá, Manaus, Recife, Natal e Salvador, bem como em outras cidades Brasil a fora. Dezenas de convertidos eram estrangeiros. Houve ainda registros de curas e batismos no Espírito Santo.

O pastor Raul Cavalcante, líder da Comissão de Planos e Estratégias de Evangelismo e Discipulado da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) e da AD em Imperatriz (MA), e idealizador do projeto, ressalta os resultados satisfatórios. “Os resultados do AD na Copa foram altamente positivos, pois cumprimos com a missão que havíamos proposto em todas as cidades-sedes os trabalhos programados aconteceram. As igrejas se uniram e foi possível a realização de tudo com sucesso. Aqui, de Imperatriz, enviamos 17 pessoas para passar 15 dias em Brasília e se juntar ao grupo de irmãos da capital federal, ampliando o raio de alcance do projeto lá. Ao fazermos um balanço do que programamos e do que aconteceu, percebemos que esse foi o pontapé inicial para avançarmos ainda mais e vermos como a igreja está preparada para aproveitar as oportunidades que ainda surgirão no Brasil para evangelizarmos, como é o caso das Olimpíadas, que ocorrerão no país em 2016”, lembra pastor Raul.

Confira um resumo de alguns relatórios que recebemos até o fechamento desta edição, trazendo os resultados das coordenações locais do Projeto AD na Copa em cada sede do Mundial. Mais dados e imagens estão sendo publicados no site CPADNews.

Porto Alegre – O Projeto AD na Copa no Rio Grande do Sul mobilizou centenas de pessoas de várias igrejas de cidades da região metropolitana, juntamente com as de Porto Alegre, na evangelização dos turistas e também dos brasileiros. Entre muitos outros testemunhos registrados, está o de um grupo de equatorianos não crentes que foi tocado pela mensagem evangelística e pediu para levar uma quantidade de folhetos evangelísticos da AD na Copa para seu país. O projeto além de alcançar milhares de pessoas com folhetos e panfletos evangelísticos, oportunizou a centenas de pessoas se envolverem na evangelização. “Muito se tem falado do legado que a Copa do Mundo deixará para o Brasil, mas posso afirmar que há um legado que ficará para todas as igrejas que estão se envolvendo neste projeto: o legado da retomada da evangelização em nossas igrejas”, comenta pastor David Mattos, coordenador do AD na Copa em Porto Alegre.

Fortaleza – No Estado do Ceará, a AD Templo Central, em Fortaleza, liderada pelo pastor Antonio José Azevedo Pereira, atuou nas imediações da Arena Castelão, no aterro da Praia de Iracema (Fan Fest), nos estacionamentos com maior concentração de torcedores, nos pontos de ônibus e nos semáforos. A AD cearense iniciou suas atividades no dia 12 de junho e distribuiu 41 mil folhetos evangelísticos, mais de 3 mil Novos Testamentos e 2 mil águas minerais gratuitas. A equipe evangelística trabalhou caracterizada com camisetas padrão do Projeto AD na Copa e utilizou dois grandes banners para destacar a ação evangelística. Cerca de 180 voluntários trabalharam fortemente nos dias dos jogos.

Como resultado do trabalho, dois grupos de estrangeiros, com 20 pessoas cada, sendo um grupo de mexicanos e outro de holandeses, pediu e recebeu oração. Dois estrangeiros aceitaram a Cristo e 15 brasileiros também aceitaram e receberam estudos bíblicos em casa. A coordenação destaca como pontos positivos a propagação do Evangelho, a integração das igrejas durante a ação evangelística, a mobilização das congregações na área de intercessão pelos perdidos e a conscientização da obra prioritária da igreja.

Salvador – Com 300 voluntários treinados, o Projeto AD na Copa na Bahia, realizado pela Convenção Estadual das ADs na Bahia (Ceadeb), presidida pelo pastor Valdomiro Pereira da Silva e coordenado pelo pastor Edvaldo Filho, registrou muitas bênçãos. A coordenação dividiu o grupo em 17 equipes nas seguintes frentes de trabalho: recepção em porto, aeroporto e rodoviária; evangelização no entorno da Arena Fonte Nova nos dias de jogos; Impacto Cultural no Pelourinho em dias alternativos, com apresentação de peças teatrais e jograis; e equipe de cruzadas evangelísticas. Há testemunhos de pessoas curadas milagrosamente durante o evangelismo. Ao todo, 49 pessoas aceitaram a Cristo, sendo dois estrangeiros. Duas pessoas foram encaminhadas a centros de recuperação.

Natal – A Assembleia de Deus no Rio Grande do Norte, presidida pelo pastor Martim Alves da Silva, através do Departamento de Evangelização e Missões, coordenado pelo pastor Jayro Kaillo, colocou em prática o AD na Copa através de várias ações. Os crentes potiguares realizaram uma ação que denominaram o “Encontro das águas” (fazendo alusão a Jesus como água da vida vindo ao encontro das águas do mar) nas praias urbanas de Natal, com participação de todos os setores da AD da capital. Durante as atividades, foram distribuídos 130 mil folhetos trilíngue (português, inglês e espanhol) e mais 100 mil folhetos em quatro idiomas (francês, inglês, espanhol e português) com mensagens evangelísticas. Ocorreram duas Cruzadas “Vida na Copa”, realizadas às quarta-feiras, na Praça da Árvore de Natal, em Mirassol e próximo ao Praia Shopping. Nessas atividades, a igreja contou com a participação do pastor Peter Mulenga, natural da Zâmbia, no continente africano, que fez a exposição da Palavra de Deus em inglês, interpretado pelo professor Antonio Gonzaga, da congregação Conjunto Ponta Negra. Os pastores Karlos Kleber Maia e Jonas de Paiva Junior participaram da Cruzada Evangelística pregando e português e sendo interpretados pelo pastor Oseas de Paula para língua espanhola. No templo-central e na congregação do Conjunto Ponta Negra, aconteceram cultos em português com tradução para o inglês e espanhol, bem como mensagens em espanhol e inglês interpretadas para o português.

Escolhida pela Secretaria de Turismo do Município para levar os turistas estrangeiros, a feira do Alecrim recebeu um grande contingente de pessoas. Nela, também foram implementadas ações do AD na Copa. Nos dias de jogos na Arena das Dunas, foram realizadas grandes mobilizações em pontos estratégicos no entorno do estádio com faixas com mensagens evangelísticas em inglês, espanhol, italiano, grego, japonês e português; e distribuídas milhares de literaturas.

No geral, cerca de 150 pessoas se renderam a Cristo, entre tantos que pediram orações e levaram a Palavra de Deus no coração para compartilhar com os familiares e amigos em seus países de origem.

Rio de Janeiro – As convenções das ADs do Rio de Janeiro se mobilizaram na Quinta da Boa Vista, Urca, Praia Vermelha, Região Sul fluminense, saídas do metrô da Zona Sul, Praça Araribóia, Caminho Nyemeyer, Niterói, Ilha de Paquetá, Jardim Botânico, Praça XV, barcas, Mangaratiba, Copacabana e Ibes (ES). O material de apoio utilizado e distribuído pelas equipes foram 1.700 camisetas, 44 faixas, 460 mil folhetos e 70 mil livretos publicados pela CPAD e 12 mil livros da SBB. O número de pessoas que receberam a Jesus durante as incursões dos crentes cariocas foi de 51 pessoas.

Brasília – A Assembleia de Deus em Brasília, capital federal, sob a liderança do pastor Ocival Xavier, uniu forças com um grupo de evangelizadores oriundos de Imperatriz (MA). Por cerca de 15 dias, a equipe entregou milhares de panfletos e falou de Jesus para centenas de pessoas. Nos demais dias, os crentes brasileiros deram sequência às atividades. Um turista de Gana aceitou Jesus em lágrimas. No total, cerca de 220 pessoas entregaram a vida a Jesus, sendo 10 estrangeiros.

Belo Horizonte – A AD em Belo Horizonte, liderada pelo pastor Moisés Silvestre Leal, envolveu mais de 2 mil pessoas na distribuição de 280 mil folhetos e ações estratégicas. Houve blitz educativas com apoio da Polícia Militar; evangelismo em pontos turísticos; mobilizações evangelísticas nas Regionais (setores) da AD BH; feira cultural, representando alguns países participantes da Copa; passeatas pelas ruas; liga de intercessão pelas crianças dos países da copa; impacto evangelístico no centro da cidade; caminhada evangelística; cultos em locais de grande concentração de pessoas; apresentações de coreografia, teatros e bandas de musicas nas ruas.

Cuiabá – A cidade de Cuiabá sediou quatro jogos da Copa, envolvendo as seleções da Austrália, Bósnia, Rússia, Nigéria, Japão, Coréia do Sul, Colômbia e Chile entre os dias 13 e 24 de junho, o que atraiu cerca de 40 mil turistas ao Estado do Mato Grosso. O trabalho de evangelização foi realizado pelas Assembleias de Deus localizadas no entorno da Arena Pantanal, local dos jogos, através de seus respectivos departamentos de evangelismo com centenas de crentes envolvidos. A principal atividade foi a distribuição de milhares de folhetos e Novos Testamentos em parceria com os Gideões Internacionais.

Curitiba – Em Curitiba, aconteceram 5 reconciliações e 10 pessoas aceitaram a Jesus. Em trabalho realizado com crianças, 10 delas também entregaram suas vidas a Jesus.

Por, Mensageiro da Paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google Translate »