Afinal, a Terra será destruída ou não?

Salmos 104.5, Eclesiastes 1.4, Hebreus 1.10, 11 e Pedro 3.10 se contradizem sobre a Terra?

Afinal, a Terra será destruída ou nãoNão obstante termos no Apocalipse a descrição da Nova Jerusalém (Apocalipse 21.2-22.5), os novos céus e a terra, que também são vistos e profetizados por João (Apocalipse 21.1), não são descritos no livro. Porém, em Isaías 65, quando é profetizado que Deus criará novos céus e nova terra (v. 17), em seguida (versículos 19 a 25) o profeta passa a descrever as condições milenares, que não se encaixam de modo alguma na Nova Jerusalém descrita no Apocalipse.

Alguns consideram que o novo céu e a nova terra profetizados são os atuais céus e terra renovados pelo fogo, e indicam trechos bíblicos que falam da terra que permanecerá para sempre (Eclesiastes 1.4). Mas, essas passagens provavelmente significam que sempre haverá uma terra, embora a atual venha a ser substituída por uma nova.

A Bíblia diz que quando o Grande Trono Branco for estabelecido, a terra e o céu fugirão da presença de Deus: “E não se achou lugar para eles” (Apocalipse 20.11). Essa expressão sugere que cessarão de existir. O salmista contrasta a existência deles com a existência eterna de Deus: “Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles, como uma veste, envelhecerão; como roupa os mudarás, e ficarão mudados. Mas tu és o mesmo” (Salmos 102.25-27; Hebreus 1.10-12). Mudar de roupas envolve tirar um conjunto velho e vestir um novo. Há aqui a ideia de alguma coisa novinha em folha, e não de alguma melhoria. Semelhantemente, Isaías viu que “todo o exército dos céus se gastará” (Isaías 34.4), que “os céus desaparecerão como fumaça, e a terra se envelhecerá como uma veste” (Isaías 51.6). Jesus também reconhecia que os atuais céu e terra passarão (Marcos 13.31). A mesma posição é manifestada por Pedro (2 Pedro 3.10-12).

O vocábulo traduzido por “novo” (no grego, kainos) nessas passagens usualmente significa “totalmente novo”, com a conotação “maravilhoso”, “desconhecido anteriormente” (BAUER, Walter, A greek-English lexicon of the New testament and Other Early Christian Literature, 1979, Editora da Universidade de Chicago, p. 394). Isso significa que Deus criará novos e maravilhosos céus e terra que ficarão para sempre livres de toda mancha do pecado. Aí haverá uma alegria eterna.

Nossa salvação leva-nos a um novo relacionamento que é muito melhor que aquele que Adão e Eva desfrutavam antes da queda. A descrição da Nova Jerusalém demonstra que Deus tem para nós um lugar melhor do que o Jardim do Éden, com todas as bênçãos do Éden intensificadas. Deus é tão bom! Ele sempre nos restaura a algo melhor do que aquilo que perdemos. Desfrutamos da comunhão com Ele agora, mas o futuro reserva-nos a “comunhão intensificada com o Pai, o Filho e o Espírito Santo e com todos os santos” (BLOESCH, Donald G., Essentials of Evangelical Theology, 1978, Nova York, volume 2, p. 228).

Abraão estava disposto a habitar na Terra Prometida como forasteiro, porque “esperava a cidade que tem fundamento, da qual o artífice e construtor é Deus” (Hebreus 11.9, 10; Gálatas 4.26; Hebreus 11.16). Essa cidade, o lar eterno dos redimidos e a habitação de Deus, é a Nova Jerusalém que João viu, na revelação, descendo do Céu para a nova terra. A morada e o trono de Deus estarão com o seu povo na terra (Apocalipse 21.3, 22; 22.3). A cidade não terá templo, “porque o seu templo é o Senhor, Deus Todo-Poderoso, e o Cordeiro” (Apocalipse 21.22). Isto é: a presença e a glória de Deus e de Cristo encherão a cidade de tal maneira que todos os que habitarem ali estarão sempre envolvidos numa atmosfera de adoração e louvor.

A vida na Nova Jerusalém será emocionante. Nosso Deus infinito nunca ficará sem novas alegrias e bênçãos para oferecer aos redimidos. E posto que as portas da cidade (da Nova Jerusalém) sempre estarão abertas (Apocalipse 21.25; cf. Isaías 60.11), quem sabe o que os novos céus e terra terão para explorarmos?

Por, Stanley Horton.

2 Responses to Afinal, a Terra será destruída ou não?

  1. adilson disse:

    adorei este estudo

  2. Elias de Amorim disse:

    Tirei algumas dúvidas sobre se a terra permanecerá para sempre porque muitas religioēs ensina que os que morreram estão no céu,mas com esse ensinamento entendi que os escolhidos ressuscitarão para viver para nessa nova terra para sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google Translate »