Achada coleção recorde de textos bíblicos antigos

Especialistas dizem ser a descoberta mais importante dos últimos 100 anos

manuscritosafeganistaoNo início do ano, foi divulgada a descoberta de fragmentos de manuscritos bíblicos com mais de mil anos de idade em cavernas do Afeganistão. Eles foram comprados pela Biblioteca Nacional de Israel devido ao seu grande valor histórico. Os manuscritos revelam a presença judaica no norte da região do Afeganistão, perto da fronteira com Irã e Uzbequistão, ainda dominada pelo grupo Talibã. A linguagem utilizada nos documentos é o hebraico, o aramaico, o árabe e o persa, sendo que em parte deles foi identificado um sistema de vocalização particular, conhecido por “babilônico”, que foi popular entre os judeus de Bagdá.

Os artefatos são formados por 29 rolos e os especialistas acreditam que as raridades façam parte de um grupo de várias centenas. Os manuscritos seriam de uma genizah, local de uma sinagoga onde são guardados documentos. Os estudiosos afirmam que o clima seco das cavernas foi fundamental no processo de conservação dos documentos. Foram identificados manuscritos de diversos tipos.

O diretor acadêmico da Biblioteca, professor Haggai Ben-Shammai, disse ao jornal Haaretz. “A área remota onde esses documentos foram encontrados foi um importante centro econômico, cultural e político na Idade Média. Nós temos muitas fontes históricas que falam de assentamentos judaicos naquela área”, ressaltou Ben-Shammai. “Essa é a primeira vez que temos uma grande coleção de manuscritos que representam a cultura dos judeus que viviam ali. Até hoje, não tínhamos nada sobre isso”, conclui.

Um comentário do livro do profeta Isaías figura entre as descobertas mais importantes entre os documentos encontrados, os pesquisadores afirmam que esses são do célebre rabino egípcio Saadia Gaon, que viveu no século 10, entre Egito e Bagdá (Iraque). Os representantes da biblioteca se recusaram a dizer quanto custou a coleção, manifestaram o desejo de adquirir mais exemplares e não aceitam aumentar os preços. A descoberta de antiguidades que corroboram a historicidade do registro bíblico tornou-se algo comum para os arqueólogos. A mais famosa descoberta aconteceu em 1948, quando um grupo de pastores árabes em Qunram, em busca de animais perdidos, acabaram encontrando a primeira de outras cavernas com jarros cerâmicos contendo rolos de papiro do Antigo Testamento com mais de 2 mil anos. Mais tarde os documentos seriam conhecidos como os Manuscritos do Mar Morto. A nova aquisição da biblioteca é considerada pelos especialistas israelenses a descoberta mais importante dos últimos 100 anos. A atual descoberta rivaliza com a de mais de 100 mil manuscritos bíblicos antigos em uma sinagoga egípcia em 1896.

Por, Mensageiro da Paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google Translate »