A autoridade de Cristo sobre todos

A autoridade de Cristo sobre todos“Jesus falou assim e, levantando seus olhos ao céu, disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que também o teu Filho te glorifique a ti; assim como lhe deste poder sobre toda a carne, para que dê a vida eterna a todos quantos lhe deste” (João 17.1, 2).

Poder, ou autoridade, sobre toda carne! Estas são as palavras que ouvimos. É o Senhor quem fala. Ele aqui está a ponto de deixar esse mundo, e em Suas mãos o Pai colocou a autoridade sobre toda a humanidade. Desde o mais tenro bebê, até o maior de todos os reis, todos os homens estão sujeitos ao Seu poder. Consideremos bem estas palavras: Deus Pai entregou ao Seu Filho Jesus a raça humana. Deixe que a infidelidade reclame como quiser, ou que se manifestem os argumentos vãos, o imutável fato que aqui permanece é que todo ser humano se encontra sob a autoridade absoluta do Filho de Deus.

Você se encontra a disposição dele

O Senhor está falando de poder, não de salvação. E quando pensamos nEle sendo reputado em nada por pecadores, desprezado e cuspido e chegando a ser pregado ao madeiro maldito, acaba havendo, neste conhecimento em particular de que Ele detém a autoridade sobre todos os homens, algo que faz o coração regozijar. Perguntamos: O que é que o homem costuma dizer acerca disso? Qual é a resposta que dá a isto o incauto e o amante dos prazeres? Qual a opinião do orgulhoso e do que confia em si mesmo? A cada um dizemos: Você se encontra integralmente, pelo tempo e pela eternidade, sob a autoridade do Homem Cristo. Você se encontra à disposição dEle; seu presente e seu futuro se encontram com Ele. Você está confiando a Ele e não pode escapar de Sua influência. Se, enquanto viver, você desafiar a autoridade dEle, terá que se sujeitar a ela para sempre até quando exalar o último suspiro de seu corpo.

Ora, esta autoridade sobre todos não é meramente universal; ela tem um propósito especial, e é um propósito de perfeita graça. Trata-se do Senhor poder dar vida eterna a tantos quantos o Pai Lhe dá para que vão a Ele. Todos os que o Pai lhe dá irão a Ele, e aquele que vai a Ele, Jesus de maneira nenhuma lança fora. O poder absoluto, e a graça perfeita.

Dou-lhes vida eterna

Temos que tratar com o Senhor em Seu poder, se não nessa vida, certamente na eternidade. Mas se vamos a Ele, reconhecendo nosso estado natural de morte espiritual, Ele é o doador da vida e irá nos dar vida. A vida se torna nossa como um presente. “Dou-lhes a vida eterna” (João 10.28). Ela nos é dada pelo Filho de Deus. “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna” (João 3.36).

Como pessoas que muito em breve se encontrarão com o Senhor, indaguemos qual a nossa relação com Ele. Será que nós O temos como o doador da vida? Será que cremos no Seu nome? Ele veio a este mundo para dar vida eterna a pecadores mortos em seus pecados e em sua condição natural. Ele dá vida a todo aquele que crê nEle e no Seu Pai que O enviou. Estamos nós ligados a Ele em vida, ou somos meramente parte da raça humana, a qual, toda ela, terá que se sujeitar à Sua autoridade?

Por, The Young Christian.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google Translate »