Como foi mesmo que o rei Saul Morreu?

Saul suicidou-se ou foi morto pelas mãos dos inimigos (1 Samuel 31.4-6; 2 Samuel 1.8-10; 21.12)?

Como foi mesmo que o rei Saul MorreuA Bíblia, por ser a revelação de Deus à humanidade, efetivamente contém cientificidade, isso quer dizer que a essência do seu conteúdo não está sujeita ao querer humano. A seriedade da Bíblia decorre de sua natureza sobrenatural, isto é, da sua inspiração divina. A Bíblia tem método próprio de interpretação. Os expedientes utilizados na sua interpretação, como bem resume Hank Nanegraaff, são interpretação literal, iluminação espiritual, princípios gramaticais, contexto histórico, ensino teológico e simetria bíblica. Para responder à pergunta do leitor, aplicaremos o método fenomenológico, que coincide com a interpretação literal, e aplicaremos também o princípio gramatical. O método fenomenológico pode ser definido como “aquilo que aparece, enquanto nos aparece e como nos aparece” (Mondin, 2003. p. 184).

Bem, vamos ao contexto bíblico: “Então, disse Saul a seu escudeiro: Arranca a tua espada e atravessa-me com ela, para que, porventura, não venham esses incircuncisos, e me transpassem, e escarneçam de mim. Porém seu escudeiro não o quis, porque temia muito; então, Saul tomou da espada e se lançou sobre ela. Vendo, pois, o seu escudeiro que Saul já era morto, também ele se lançou sobre sua espada e morreu com ele. Morreu, pois, Saul, e seus três filhos, e seu escudeiro, e também todos os seus homens foram mortos naquele dia com ele” (1 Samuel 31.4-6, ARA).

Aplicando-se o método da interpretação literal ou fenomenológica ao texto, a conclusão não permite hesitação: Saul suicidou-se. Transcrevemos agora o segundo texto, de 2 Samuel 1.6, 8-10, usando o texto da Bíblia de Jerusalém. Ei-lo: “Eu estava casualmente no monte Gelboé e vi quando Saul se atirou sobre a sua própria lança. […] Ele perguntou-me: Quem és tu? E eu lhe disse: Sou amalequita. Ele então me disse; Aproxima-te e mata-me porque estou com muita vertigem, apesar de sentir a vida toda em mim. Então me aproximei dele e lhe dei a morte […]”. Aplicando-se o método da interpretação literal ou fenomenológica ao texto acima, temos: Saul estava cravado na lança, mas o amalequita aplicou em Saul, aquilo que chamamos de golpe de misericórdia, porquanto participou de sua morte. Para resolver as aparentes contradições textuais, entra em operação o método: gramático textual.

O princípio gramatical resolve os problemas da equivocidade das palavras, i.e., as  diferentes traduções para uma mesma palavra ou frase. O principio textual tenta resolver os problemas das variantes. É que os textos originais, aqueles que foram escritos diretamente pelos que receberam os oráculos de Deus, não existem mais, só existem cópias desses escritos originais. Daí as variantes nas versões. E 2 Samuel 1.6, houve comissão tradutora que adotou o paradigma 1: “E eis Saul estava apoiado sobre sua lança” (ARA); e houve comissão tradutora que adotou o paradigma 2: “Vi quando Saul se atirou sobre sua própria lança” (BJ). As comissões são constituídas de cientistas bíblicos, com acesso aos melhores manuscritos e meios para realizarem seus trabalhos nessa área.

Conclusão: Mesmo que a tradução do paradigma 2 em 2 Samuel 1.6 seja a correta, a conclusão é que o amalequita mentiu, pois, confrontando 1 Samuel 31.4 (espada) com 2 Samuel 1.6 (lança), descobrimos contradição em seu relatório, portanto Saul se suicidou. Quanto ao terceiro texto, trata-se apenas de procedimento cultural de entender a causa particular pela geral.

Referências: Hanegraaff, Hank. Cristianismo em Crise. CPAD. Rio de Janeiro. 1996 p. 238; Modin, Batista. Curso de Filosofia v. III. Paulus. São Paulo. 2003 p. 183

Por, Francisco Gonçalves.

24 Respostas para Como foi mesmo que o rei Saul Morreu?

  1. Antônio José Trndade Pacheco disse:

    A mentira tem perna curta e custa caro ,no caso da morte de Saul custou a vida do amalequita mentiroso!

  2. Vagner Roberto de Pontes disse:

    Mas baseando-se no que vc diz que o kovem amalequita mentiu? E porque ele mentiu por qual propósito?

    • Robson da Costa Oliveira disse:

      Os ciúmes de Saul por Davi não eram desconhecidos, vide as tentativas de Saul assassinar a Davi. Talvez, o amalequita diante de Davi imaginou que levaria vantagem por “ter matado” Saul, tipo, receberia alguma recompensa…

      • francisco r de c filho disse:

        eu acho q.o amalequita ñ queria recompensa de Davi pois ele deveria saber q. se o próprio Davi teve Saul em suas mãos e ñ quis mata-lo ele queria era levar a gloria de telo matado o Rei Saul

        • Allex Drumond disse:

          O jovem amalequita cometeu 3 graves pecados: 1)Agiu com falsidade e hipocrisia, alegando que matara Saul (1Sm 1:9-10; At 5:3-4); 2) Cometeu terrível sacrilégio, especialmente para os hebreus; porquanto violou o corpo de um ungido de Yahweh, o Senhor. 3) Apoderou-se por meio de roubo de objetos sagrados: coroa e bracelete de um rei (2Sm 1:10b; Ml 3.9) – Bíblia King James – Edição de Estudo – 400 anos

      • Jorge disse:

        Que imaginação!!!!!

    • leticia disse:

      Os ciúmes de Saul por Davi não eram desconhecidos, vide as tentativas de Saul assassinar a Davi. Talvez, o amalequita diante de Davi imaginou que levaria vantagem por “ter matado” Saul, tipo, receberia alguma recompensa…

    • CARLOS VIEIRA GASPARINI disse:

      Simplesmente pq ele queria receber honra e beneficio por parte de Davi

  3. marcelo vidal disse:

    ficou sem logica a mentira do amalequita, o ultimo capitulo de I samuel se contradiz com o primeiro capitulo de II samuel, fiquei sem entender nd

    • Allex Drumond disse:

      O jovem amalequita cometeu 3 graves pecados: 1)Agiu com falsidade e hipocrisia, alegando que matara Saul (1Sm 1:9-10; At 5:3-4); 2) Cometeu terrível sacrilégio, especialmente para os hebreus; porquanto violou o corpo de um ungido de Yahweh, o Senhor. 3) Apoderou-se por meio de roubo de objetos sagrados: coroa e bracelete de um rei (2Sm 1:10b; Ml 3.9) – Bíblia King James – Edição de Estudo – 400 anos

    • Rose disse:

      Marcelo, na vdd a bíblia não se contradiz, nós é que muitas vezes não a sabemos interpretar. Em 1Sm 31 fica bem claro que Saul cometeu suicídio, em 2 Sm1 encontramos o relato do amalequita. Primeiro que devemos observar que este era estrangeiro e arriscou-se em apresentar-se a Davi, ele sabia que Davi era perseguido por Saul e contou a versão provavelmente com algum interesse por trás. Importante também observarmos que em 1Sm 31 o relato é do autor do livro, e em 2Sm o relato é apenas do amalequita. O autor do livro, no caso o proprio Samuel foi inspirado por Deus para escreve-lo, já o amalequita não.

  4. Denildo disse:

    Provavelmente o fato do amalequita pode ser verdadeiro,talvez saul nao tinha morrido,ele poderia ter passado por augum tempo se agonizando.
    Pode ter sido isso.

    • Allex Drumond disse:

      O jovem amalequita cometeu 3 graves pecados: 1)Agiu com falsidade e hipocrisia, alegando que matara Saul (1Sm 1:9-10; At 5:3-4); 2) Cometeu terrível sacrilégio, especialmente para os hebreus; porquanto violou o corpo de um ungido de Yahweh, o Senhor. 3) Apoderou-se por meio de roubo de objetos sagrados: coroa e bracelete de um rei (2Sm 1:10b; Ml 3.9) – Bíblia King James – Edição de Estudo – 400 anos

  5. Joel mozes disse:

    Se Saul se suicidou -se qual seria a explicação para os versiculos 11,12e14 de 2Samuel?

    • Dion disse:

      Devido Saul várias vezes tentar matar Davi
      O amalequita acho eu queria uma tipo de reconhecimento agrados,dinheiros e procurou Davi para conta sobre a morte de Saul,mais acabou morrendo também.

    • Matheus disse:

      Se você olhar bem o texto do site você vai perceber que o próprio amalequita se contradiz, pois Saul se lançou sobre uma espada e não sobre uma lança. Além de que se você olhar direito os próximos versículos vai perceber que pela segunda vez que Davi perguntou quem o amalequita era, ele acabou percebendo que tinha falado a coisa errada pra Davi e acabou tentando desviar o assunto falando que era filho de amalequita. Davi tinha percebido a mentira do amalequita.

  6. Jonai disse:

    A paz do Senhor a todos,pela linha de raciocinio não creio que Saul tenha suicidado,se fosse hoje acreditaria no amalequita sem duvida nenhuma,pois,naquela época era comum um guerreiro se lançar em cima tanto da espada como até mesmo da lança,pois tem como se lançar em uma lança,com certeza,na era dificil, por isso fico com a tradução e versão do Amalequita,respeitando o estudo em pauta, mais descordando do seu raciocino,Deus vos abençoe.

    • Allex Drumond disse:

      O jovem amalequita cometeu 3 graves pecados: 1)Agiu com falsidade e hipocrisia, alegando que matara Saul (1Sm 1:9-10; At 5:3-4); 2) Cometeu terrível sacrilégio, especialmente para os hebreus; porquanto violou o corpo de um ungido de Yahweh, o Senhor. 3) Apoderou-se por meio de roubo de objetos sagrados: coroa e bracelete de um rei (2Sm 1:10b; Ml 3.9) – Bíblia King James – Edição de Estudo – 400 anos

  7. Diego disse:

    Bom dia, meu raciocínio e que saul não se suicidou,pos a bíblia ela é de fio de dois gumes está bem claro dizendo que saul está encostado em sua espada 1Sv6 o amalequita matou saul

    • Allex Drumond disse:

      O jovem amalequita cometeu 3 graves pecados: 1)Agiu com falsidade e hipocrisia, alegando que matara Saul (1Sm 1:9-10; At 5:3-4); 2) Cometeu terrível sacrilégio, especialmente para os hebreus; porquanto violou o corpo de um ungido de Yahweh, o Senhor. 3) Apoderou-se por meio de roubo de objetos sagrados: coroa e bracelete de um rei (2Sm 1:10b; Ml 3.9) – Bíblia King James – Edição de Estudo – 400 anos

  8. Detalhe: a espada a que se refere 1Samuel 31.4 pertencia ao escudeiro de Saul! “Arranca a TUA espada e atravessa-me com ela para que por, ventura, não venham esses incircuncisos, e me traspassem, e escarneçam de mim…”
    Não há contradições, devemos observar o relatório como um todo, de maneira prática, não apenas pequenos detalhes, mas devemos ir do todo ao longe como o zoom de uma camera.
    Entretenato irmãos, quero atentar a um detalhe que foge da atenção: os escolhidos para levar a palavra e o conhecimento de nosso senhor Jesus Cristo, sempre tiveram a orientação de Deus em pessoa, que sempre advertiu e esclareceu a respeito daquilo que ia contra sua vontade, Deus não avisou que Davi tinha cometido um erro supostamente orando arrependido pela morte de um suicida, o que é o mais grave, além de que o amalequita tinha mentido, que ninguém pense que Deus se esqueceu de avisar né.
    O artigo peca ao considerar minúcias, separando a palavra de Deus de Deus propriamente dito, mas creio piamente que esse artigo não será corrigido, pois ele defende idéias individuais e não a palavra de Deus.
    Conclusão: a atitude tomada por Davi foi deliberada de maneira automática, espontânea, o fato de o amalequita não ter mentido, faz com que o 2º relato, o de 2Samuel cap 1, seja o verdadeiro, do contrário o senhor Deus teria nos dado a conhecer.
    Godspeed~

    • Alesson disse:

      Lembrando que os Amalequitas tinha se tornado inimigo perpétuo de Israel,pela teimosia de Saul.
      Logo a conduta daquele Amalequitas era no mínimo duvidosa.Mentiroso,idolatra e trapaceiro.

  9. Paulo Medeiros disse:

    E oseias 13:11 se refere a qual rei? Saul?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *