Com que espada Davi matou Golias?

1 Samuel 17.50 diz que Davi matou Golias sem que tivesse uma espada na mão. Mas no versículo 51 diz que ele correu “e pôs-se em pé sobre o filisteu, e tomou a sua espada, e tirou-a da bainha; e o matou”. Como entender isso?

Com que espada Davi matou GoliasPara a resposta desta questão, é importante recorrermos a alguns outros textos bíblicos. Então, vejamos. Quando Davi se propôs lutar contra o gigante, uma das primeiras coisas que o rei Saul fez foi providenciar para ele uma armadura completa. É o que lemos em 1 Samuel 17.38-40. “E Saul vestiu a Davi de suas vestes, e pôs-lhe sobre a cabeça um capacete de bronze; e o vestiu de uma couraça. E Davi cingiu a espada sobre as suas vestes, e começou a andar; porém nunca o havia experimentado; então disse Davi a Saul: Não posso andar com isto, pois nunca o experimentei. E Davi tirou aquilo de sobre si”.

Sendo assim, em primeiro momento, é possível afirmar que Davi não portava espada quando saiu para lutar contra Golias. As armas que tinha em mãos são as que vemos no registro de 1 Samuel 17.38-41. “E tomou o seu cajado na mão, e escolheu para si cinco seixos do ribeiro, e pô-los no alforje de pastor, que trazia, a saber, no surrão, e lançou mão da sua funda; e foi aproximando-se do filisteu”. Ele não tinha espada.

Pelo que parece, o gigante ignorou a “arma mortal” que Davi conduzia: a funda com as pedras; ele viu Davi apenas com o cajado na mão. Tanto é que o filisteu disse a ele: “Sou eu algum cão, para tu vires a mim com paus?” (v. 43).

Destaca-se aqui que Davi não estava confiando nem nas pedras que pegou no ribeiro nem na funda que levava no alforge. Como ele mesmo disse: “Eu vou a ti em nome do Senhor dos Exércitos”. Antes ele havia dito a Saul que o Senhor que o tinha livrado das garras do leão, e das do urso que intentaram contra as ovelhas de seu pai aos seus cuidados; Ele o livraria das mãos do filisteu (v. 37).

A função da pedra lançada por Davi com a funda foi a de acertar a testa e derrubar Golias. Ele prevaleceu contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e feriu o filisteu, e o matou. A expressão “sem que Davi tivesse uma espada na mão”, indica que ele não portava espada sua.

O pronome possessivo “sua”, que antecede a palavra espada dá indicação de que a arma era de propriedade do gigante, e não de Davi. “Por isso correu Davi, e pôs-se em pé sobre o filisteu, e tomou a sua espada, e tirou-a da bainha, e o matou, e lhe cortou com ela a cabeça; vendo então os filisteus, que o seu herói era morto, fugiram” (1 Samuel 17.51).

Quando fugia de Saul, por causa da perseguição implacável deste contra ele, Davi foi até Aimeleque. Desarmado, ele pergunta a Aimeleque: “Não tens aqui à mão lança ou espada alguma? Porque não trouxe à mão nem a minha espada nem as minhas armas, porque o negócio do rei era apressado” (1 Samuel 21.8). A resposta dada pelo sacerdote foi: “A espada de Golias, o filisteu, a quem tu feriste no vale do carvalho, eis que está aqui envolta num pano detrás do éfode. Se tu a queres tomar, toma-a, porque nenhuma outra há aqui, senão aquela” (v. 9). As palavras de Davi foram de agrado. Disse ele: “Não há outra semelhante; dá-ma”. Foi como se dissesse: “Perfeita!”.

Em resumo, Davi não tinha espada alguma, em sua própria posse. A espada que ele utilizou para degolar Golias era do próprio gigante.

Por, Francisco Edilberto da Silva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *