Israel e Judá tiveram reis crianças?

Como entender a tão pouca idade com que alguns reis de Israel e Judá subiam ao trono? Um exemplo é Joás, que reinou aos 7 anos (2 Reis 11.21).

Israel e Judá tiveram reis criançasAo terminar a época dos juízes, um período de muita turbulência que durou mais de 300 anos, Israel pede que lhes seja dado um rei como as demais nações tinham. Então, começa em Israel o período da monarquia com os três primeiros reis: Saul, Davi e Salomão, também conhecido como o período do reino unido. Com a morte de Salomão, o reino se divide em reino do norte com sua capital em Samaria, chamado de Israel; e reino do sul com sua capital em Jerusalém, chamado de Judá (1 Reis 12. 15-17). Três elementos eram de fundamental importância na governança monárquica de Israel: o rei, o sacerdote, e o profeta. O rei era responsável pelo governo e a defesa da nação contra os inimigos e invasores estrangeiros; o sacerdote era responsável por ensinar ao povo a Lei do Senhor e interceder pelo povo na presença de Deus; já o profeta, tinha a árdua missão de entregar na íntegra a mensagem de Deus a quem quer que fosse.

Quanto à pergunta enviada pelo nosso leitor sobre a tão pouca idade com a qual alguns reis de Israel e de Judá subiram ao trono, se faz necessário entendermos que muitas vezes, dadas às circunstâncias em que vivia a nação de Israel, era exigido que o próximo príncipe que constasse na linha sucessória subisse ao trono, pois o mesmo não poderia ficar vazio, mesmo que o novo rei fosse ainda uma criança. Nesse caso, a influência da mãe do sucessor, e do sacerdote do reino era de fundamental importância para o jovem rei. Este foi o caso de Joás, que tinha apenas sete anos quando o fizeram rei: “Era Joás da idade de sete anos quando começou a reinar” (2 Reis 11.21). No entanto, entende-se pela leitura dos versículos 4 a 8 que Joiada, o sumo-sacerdote, continuou seu trabalho de vice-rei até que Joás chegou à idade certa para assumir os seus deveres reais. O mesmo aconteceu com o rei Uzias, o décimo governante de Judá, que começou a reinar com apenas dezesseis anos sob a tutela do sacerdote Zacarias (2 Crônicas 26. 3,5). Zacarias foi o professor e guia do rei Uzias em seus anos de juventude. Aqui não está em vista o profeta Zacarias, autor do livro bíblico com esse nome que viveu 300 anos mais tarde. Outro rei que começou muito cedo o seu reinado foi Josias, com apenas oito anos: “Tinha Josias oito anos quando começou a reinar… E fez o que era reto aos olhos do Senhor” (2 Crônicas 34.1,2). Josias é conhecido como o rei por excelência. Foi ele quem promoveu a maior reforma religiosa de seus dias levando o povo de volta para Deus. É bom lembrarmos que no reino de Judá em muitos casos o príncipe herdeiro era elevado ao trono mesmo sendo criança para que fosse mantida a linhagem de Davi na sucessão do trono, conforme a promessa de Deus.

Os procedimentos acima mencionados significavam segurança e firmeza no reino de Israel, uma vez que a nação precisava de um rei devidamente preparado e à altura do cargo a que se propunha desempenhar. Eis aí, portanto, a razão porque alguns dos reis de Israel e de Judá começaram o seu reinado sendo ainda crianças.

Por, Waldemar Pereira Paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *