Significado de “ave levar notícia”

Qual o significado das aves descritas em Eclesiastes 10.20? Elas seriam algum símbolo utilizado pelo autor do livro bíblico?

Significado de “ave levar notícia”O capítulo dez do livro de Eclesiastes trata da loucura como causa de muitas desgraças, ou seja, alerta para a obtenção de resultados ruins mesmo diante de bons planejamentos, quando se despreza a sabedoria. No versículo 20 deste capítulo, há um conselho sobre a vigilância que o indivíduo deve ter nos comentários que se fazem contra governantes ou ricos, e também em relação a homens poderosos. O conselho que o texto transmite fala de um comportamento que não amaldiçoa tais pessoas, porque tem prudência nos comentários e os faz com sabedoria. Este texto faz menção a “aves”, como sendo responsáveis em levar a voz, e também sobre “o que tem asas que daria notícia da palavra”. Afinal, o que seriam essas aves?

O versículo vinte aconselha que nem em pensamento, ou nem na intimidade do leito, deve haver desejo de amaldiçoar um governante. O comentarista bíblico Matthew Henry destaca que um súdito deve ser “cuidadoso para não abrigar propósitos desleais em suas mentes, nem manter quaisquer conspirações facciosas ou consultas contra o governo”, porque tal atitude poderá ser conhecida e levada ao governante. O comentarista destaca também que governantes, príncipes e ricos sempre terão desafetos e que por essa razão poderemos ser “tentados” em associarmo-nos a estes para criticar e se opor àqueles. É notório neste texto o conselho para se viver de forma sábia, buscando orientação divina, para não participar de grupos com pensamentos facciosos e desleais. F. Davidson observa que este conselho não significa aquiescência “com a injustiça ou com a opressão, mas antes, uma advertência para que não se incorra em riscos desnecessários”, manifestados em murmurações e desavenças insensatas.

O Comentário Bíblico Beacon enfatiza que a preocupação do texto bíblico estende-se a todos que detêm autoridade, destacando que “a conversa negligente ou despreocupada é perigosa e consegue chegar aos ouvidos a respeito de quem conversamos”. O versículo 20 informa que “as aves dos céus levariam a voz e o que tem asas daria notícia da palavra”, numa referência a realidade de pessoas leais levarem essas informações às autoridades. É verdade que, como destaca o Comentário Bíblico Beacon, “era comum os anciãos acharem que os pássaros possuíam algum tipo de poder sobrenatural”, o que reconhece também Champlin, mas o mais provável é que se trate de uma descrição poética de um “transmissor inesperado de informações, alguma fonte desconhecida que pudesse repetir coisas indiscretas ditas por alguém”. Esse sentido é empregado para o “que tem asas”, numa alusão direta à possibilidade de alguém levar a informação ouvida para os governantes ou aqueles que detêm o poder.

Portanto, as “aves” e o “ser alado” descritos em Eclesiastes 10.20 são pessoas fiéis aos seus senhores que lhes contarão o que ouviram ao seu respeito. F. Davidson observa que o objetivo principal do conselho expresso nesta passagem bíblica se resume no fato de que “onde não existe nem a vontade nem o poder de corrigir as coisas, as meras murmurações e desavenças são insensatas”.

NOTAS

CHAMPLIN, Russell N. O Antigo Testamento Interpretado versículo por versículo. Volume 4. São Paulo: Hagnos, 2001. p.2736.
Comentário Bíblico Beacon. Rio de Janeiro: CPAD, 2005. 461.
DAVIDSON, F. O novo comentário da Bíblia. São Paulo: Vida Nova, 1976. p.665.
HENRY, Matthew. Comentário Bíblico – Antigo Testamento: Jó a Cantares de Salomão. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. p.947.

Por, Eliel dos Santos Gaby.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *