Ela foi curada de meningite após ser desenganada

Menina em são Paulo fora desenganada pelos médicos, mas foi completamente restabelecida após oração no hospital

Ela foi curada de meningite após ser desenganadaA pequena Alícia Monteiro, de apenas um ano e dois meses, filha do casal Manuel e Maria José Monteiro, membros da Assembleia de Deus em Guarulhos (SP), bairro Maria Dirce, Ministério do Belém – setor  liderado pelo pastor José Wellington Costa Junior –, teve a sua saúde atingida pela meningite, o que levou seus pais à triste realidade de ter a sua única filha condenada à morte ainda na tenra idade. Mas, a Bíblia Sagrada é enfática ao ensinar que Deus ainda é soberano e quando a ciência humana torna-se ineficaz por suas limitações, o sobrenatural pode revelar-se de forma notável em favor dos filhos de Deus.

No dia 20 de junho, enquanto retornava para casa com seus pais, a menina apresentou um quadro febril e mal-estar. Preocupados, os pais levaram ao Posto de Atendimento Jardim Maria Dirce. Lá, os médicos constaram que a pequena estava com 40 graus de febre e logo solicitaram exames urgentes através da coleta de sangue e fluído espinhal, que denunciaram a presença da bactéria Neisseria Meningitidis causadora da meningite, uma doença que consiste na inflamação das meninges – membranas que envolvem o encéfalo e a medula espinhal e cuja inflamação delas pode resultar em sequelas variadas, no aprendizado até paralisia cerebral, passando por problemas como surdez.

Segundo os médicos, a doença se espalhou por todo o corpo da criança. Bastaram 24 horas para que todo o sangue fosse contaminado, afetando também a cabeça. Nesse momento, os médicos determinaram estado de quarentena para Alícia e sua mãe, que logo foram encaminhadas ao Hospital Geral de Guarulhos. Enquanto isso, uma equipe formada por especialistas do Ministério da Saúde se deslocou à residência da família para vacinar todos no local.

“Naquele momento de desespero, lembrei-me que servia ao Deus Todo-Poderoso. Pedi aos irmãos que orassem ao Senhor pela cura de Alícia”, declara Maria José.

Quando soube do quadro clínico da menina e o desespero dos pais ao pedir ajuda à congregação, o evangelista Francisco Dantas Neto prontamente convocou os membros para clamarem pela misericórdia divina. A notícia se espalhou e o pedido de oração foi estendido a outros Estados do Brasil, como Pernambuco, Alagoas e Bahia. Mas, enquanto a igreja persistia em oração, a paciente era conduzida para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde permaneceria por quatro dias, ligada aos aparelhos, entre a vida e a morte.

“Mas, após os quatro dias, os médicos disseram que não havia mais o que fazer. Segundo os especialistas, o quadro clínico era tão complexo que restava apenas colocar a criança nas mãos de Deus. O Senhor ouviu as orações de sua igreja e respondeu. Ele enviou um dos seus servos ao hospital, que percebeu a irmã Maria José chorando copiosamente e perguntou se podia orar pela menina”, relata o evangelista Francisco Dantas. O misterioso personagem surgiu ao contemplar o desespero de uma mãe que estava prestes a perder a filha. Ele fazia parte de uma visita a outro paciente da enfermaria ao lado onde estava Alícia. Após obter a permissão da mãe, ele se aproximou da criança e pediu a Deus que curasse a menina. O homem se despediu e foi embora acompanhando as outras pessoas que lá estavam. “O que sei acerca daquele homem é que ele era um crente da Assembleia de Deus do Brás. Nunca o vi novamente”, lembra.

A mãe se recorda que, após a oração, a menina, que não se alimentava e nem dormia, pediu amamentação à sua mãe e logo manifestou sinais de recuperação. O organismo de Alícia reagia de forma miraculosa após o sinistro diagnóstico emitido pelos médicos, descrentes quanto a uma possível melhora no quadro clínico da paciente, cujo organismo definhava a olhos vistos.

“Dificilmente uma criança que sobrevive à essa doença não apresente sequelas irreversíveis. Normalmente as consequências são o déficit cognitivo, motor e neurológico; isto significa que ela nunca mais será uma criança normal novamente”, afirma João Gustavo Alvim de Almeida, médico pediatra e pastor da Assembleia de Deus em Bonsucesso (RJ).

Para se ter uma ideia do estado de saúde da menina que ocasionou o desespero de seus pais, basta dizer que esta doença é causada, principalmente, por bactérias ou vírus, por isso são diversos os tipos de meningites. Mas nem todas são contagiosas ou transmissíveis. Os especialistas dizem que em princípio, pessoas de qualquer idade podem contrair a doença, mas as crianças menores de 5 anos são mais atingidas. A meningite meningocócica é causada por uma bactéria, o meningococo e é contagiosa.

As crianças de 6 meses a 1 ano por ainda não terem desenvolvido anticorpos para combater a Meningite, são as mais vulneráveis ao meningococo. É uma doença grave e os responsáveis devem estar alertas para os sinais e sintomas porque, se a doença for diagnosticada e tratada logo, pode ser curada sem deixar sequelas para o doente. Os casos de meningite precisam ser comunicados às autoridades sanitárias, pelo médico ou pelo hospital onde o paciente está sendo tratado.

Atualmente, a pequena vive com os pais e goza de perfeita saúde. Como qualquer outra criança, Alícia brinca e se diverte com seus brinquedos e com outras crianças sem apresentar nenhuma sequela da terrível doença, mas seu organismo, renovado pelo poder de Deus, apresenta um desenvolvimento físico normal equivalente ao das crianças de sua idade. Este testemunho é uma prova de que o Senhor ainda continua soberano em suas decisões e que não perdeu o controle, mesmo nas situações mais difíceis, quando o ser humano imagina estar encurralado e sem alternativas diante dos problemas considerados insolúveis.

Por, Eduardo Araújo.

2 Respostas para Ela foi curada de meningite após ser desenganada

  1. MARCIO disse:

    PAZ DO SENHOR JESUS CRISTO !

    ESTOU EM PACTADO COM TESTEMUNHO DESTA IRMÃ E CURA DE SUA FILHA, SEI QUE DEUS FAZ O SOBRE NATURAL.
    Meu nome e márcio meu filho chama Gustavo mendes da rocha ele foi diagnosticado com meningite bacteriana é grave já estude essa patologia e sequelas que pode deixar alem de ser mortal!, peço pelo amor dos irmão que orem sem cessar pela cura de meu filho tem muitos irmãos e irmãs e igrejas conhecidas do nosso convívio social, estou nesta luta desdo dia 23/12/16 ele esta internado na( UTI) NO Hospital: CRUZ AZUL DE SÃO PAULO, já fez (5) procedimento cirúrgicos e os médicos estão confusos no tratamento e sequelas, mas eu creio no poder do nosso Senhor Jesus cristo, eu só preciso que os irmãos entre em oração comigo nesta luta, para testemunhar esse milagre que o senhor Jesus vai realizar, quero testemunhar junto com meu filho para ganhar almas para o senhor Jesus. (já tem 35 dias). a obra e completa.

    • Francisco Wlademir Galvan disse:

      Olá Marcio. Vamos orar e encaminhar para que outros irmãos possam orar também. Deus abençoe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *