Bebê morre e, uma hora depois, após oração, Deus o ressuscita

Bebê morre e, uma hora depois, após oração, Deus o ressuscitaLetícia Martins, filha do casal Saulo e Jaqueline Martins, membros da Assembleia de Deus Philadelfia, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ), veio a óbito quando tinha apenas um ano e dois meses de idade. Após uma bronqueolite severa que não respondia a nenhum tratamento, a bebê teve uma parada cardíaca que durou quase uma hora. Mas, após oração, foi completamente restabelecida. Letícia é um milagre do Senhor.

O sofrimento dessa família começou no dia 27 de março de 2014, quando Letícia foi para a emergência do Hospital Rios D’Or com o quadro de bronqueolite grave. Por ser um problema relativamente comum em bebês, ninguém imaginava a tamanha luta que estava por vir. Sem explicação, o organismo da pequena  Letícia não respondia a nenhum tratamento. 

A equipe médica decidiu colocá-la em ventilação de alta frequência, uma técnica utilizada na pediatria em casos extremos de bronqueolite e insuficiência respiratória, mas, ainda assim, não houve resposta alguma. E quase um mês após a internação, Letícia e seus pais viveram o ápice do drama quando, já com a respiração muito debilitada pela bronqueolite, a bebê teve uma parada cardíaca. Imagine o coração desses pais ao ver que sua filha entrará morta na UTI e lá permanecer por uma hora.

Saulo e Jaqueline recordam: “Era horário de visita e a Letícia parecia estável. Até que os médicos pediram que nos retirássemos. Percebemos que algo estava errado e quando já tinham passado 20 minutos da nossa filha morta, nos avisaram o que ocorrera e que haviam feito todo o possível”. Segundo o casal, os psicólogos responsáveis por dar suporte aos parentes que perdem entes queridos já estavam na sala os procurando, mas eles não deixaram de crer no Deus Todo-Poderoso.

“Começamos a orar com alguns parentes e irmãos que estavam lá para a visita. Erguemos a Deus um clamor com toda fé. Sobrenatural! Logo depois, uma das médicas saiu da UTI e disse algo que nunca vou esquecer: ‘Eu não sei o que vocês estavam fazendo aqui fora, mas funcionou lá dentro. Após mais de 50 minutos, já tínhamos feito de tudo e quando não havia mais nada a fazer, sua filha voltou à vida, inexplicavelmente. A gente reconhece que não é mérito nosso’”, testemunha Saulo, emocionado.

Segundo o coordenador da UTI do Hospital Rios D’Or, que acompanhou o caso desde o início, Dr. Lucas Pulcheri, Letícia ainda é alvo de um segundo milagre: “A gente sabe que paradas cardíacas com mais de 10 minutos têm um índice de lesões neurológicas muito elevado, principalmente em pediatria. No caso da Letícia, foram mais de 50 minutos de massagem cardíaca e procedimentos de ressuscitação cardiopulmonar constantes e no entanto ela não ficou com sequela alguma”, diz. Após esses milagres, a menina ainda foi submetida ao tratamento de oxigenação extracorpórea. O ECMO (sigla em inglês do procedimento) é um procedimento extremamente delicado, em que é colocada uma cânula na veia jugular interna, outra na artéria e o sangue é bombeado para fora do corpo e oxigenado através de uma membrana de oxigenação, de onde é jogado novamente para dentro do corpo. Esse tratamento é de uma complexidade tamanha que, segundo a equipe médica do hospital, Letícia foi o primeiro caso e respiração extracorpórea pulmonar bem-sucedido no Estado do Rio de Janeiro. Esse tratamento nunca havia funcionado.

“O Senhor nos deu nossa filha duas vezes. Ele trouxe nossa filha de volta à vida. E nós sabemos que Deus tem propósitos para todas as coisas. Passamos pelo vale da sombra da morte, mas o bom pastor não nos deixou passar sozinhos!”, glorificam os pais. No próximo mês, Letícia fará três anos e está em perfeito estado de saúde. Mas, em adoração a Deus e gratidão pelo carinho da equipe médica, seus pais retornam àquele hospital semanalmente. É que Saulo e Jaqueline dão continuidade a um trabalho de oração que começaram com a participação de cinco pais desde quando sua filha ficou internada. Hoje, quase dois anos depois, esse ministério continua e já tem mais de 30 participantes. São inúmeros testemunhos, milagres, diagnósticos transformados pelo poder do Espírito Santo e muitas vidas sendo salvas para Jesus. Inclusive, a de pais que presenciaram a ressurreição da Letícia no dia 14 de abril de 2014.

Uma resposta para Bebê morre e, uma hora depois, após oração, Deus o ressuscita

  1. Elizete pontes disse:

    glorias á Deus. Louvo e adoro ao Senhor qdo vejo o agir de Deus. nos prova quão tremenda e verdadeira é a palavra de Deus qdo diz que o nosso Deus nao mudou Ele é o mesmo ontem hoje e eternamente. Continua fazendo milagres todos os dia para glória de seu nome. Aleluias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *