Benefícios fornecidos pelas Sagradas Escrituras

Benefícios fornecidos pelas Sagradas EscriturasA Bíblia é uma das principais revelações de Deus ao homem. Muitas pessoas, por acreditar que o conhecimento teológico (da fé), não é objeto para estudo, perdem a oportunidade de comprovar verdades em todos os campos da ciência. Este livro foi o primeiro impresso no mundo. A humanidade precisa agradecer pela sua existência. Ela é um instrumento de transformação espiritual e social, além de fonte de conhecimento e educação. Com sua inspiração o livro dos livros produz valores, que auxiliam na construção de uma sociedade mais justa e harmônica. Vejamos alguns benefícios da Bíblia:

Histórico e arqueológico. A história é uma ciência, e como tal trata de questões das mais remotas, fazendo-se necessário para sua credibilidade, uma maior comprovação de suas afirmações. Daí entra o papel da Bíblia como um dos livros mais antigos. Por exemplo, vários episódios que historiadores narraram a respeito do Egito, de Israel, e de Babilônia são registrados pela Bíblia: criação da nação de Israel (Gênesis 12.1-3; 15.18-21; Gênesis 32.28); Escravidão judaica (Êxodo 1.11); Conquista de Babilônia pelos persas numa noite de festa (Daniel 5.1, 2, 32, 33); e etc sobre a destruição de Babilônia, os historiadores “Heródoto¹ e Xenofone testificam que a cidade foi invadida, mediante o desvio do rio Eufrates, e que os persas entraram na cidade e encontraram o povo numa enorme bebedeira em 11 ou 12 de outubro de 539”.

Ao examinar artefatos antigos, outrora perdidos e hoje recuperados, a arqueologia (estudo das coisas antigas) recebe a contribuição bíblica, quando esta, lança luz sobre características enigmáticas que jamais seriam reveladas em outras fontes. Muito material sobre cidades, reis e patriarcas já foram encontrados através de buscas e escavações arqueológicas. O professor Shlomo² Bunimovitz e o Dr. Zvi Lederman, ambos da Universidade de Tel Aviv, em Israel, anunciaram no mês de agosto (2012) a descoberta do selo com imagem de homem com cabelo cumprido lutando contra um leão, ela é datada da época de Sansão e foi encontrada na antiga fronteira entre Israel e as instalações filisteias. A verdadeira ciência sempre estará em acordo coma Bíblia.

Moral e intelectual. A humanidade hoje é melhor por causa deste manual. Mesmo os opositores reconhecem que nenhum livro em toda a história da humanidade trouxe tanto benefício. A própria constituição brasileira tem muitos de seus fundamentos, extraídos das sagradas escrituras. A maioria das escolas no Brasil quando vão começar suas atividades, as introduz com uma reflexão bíblica: acreditam que ela educa, forma o caráter. Lendo a Bíblia, não poucas pessoas saíram do analfabetismo, desenvolveram a leitura, a escrita, e o desejo de conhecer mais. O salmista diz, “a exposição das tuas palavras dá luz e dá entendimento aos símplices” (Salmos 119.130). A Bíblia é uma fonte, quanto mais se extrai tanto mais se tem para oferecer. A irmã Ivonete Luchtenberg, fez o seguinte depoimento, “Minha irmã, Maria Helena dos Santos, ao frequentar aulas na infância, não conseguiu aprender a ler, todavia, aos vinte e sete anos de idade, na cidade de Pimenta Bueno, fui visitá-la, momento em se converteu a Cristo e recebeu de nossas mãos um exemplar da Bíblia. Tempos depois, em seu coração nasceu o desejo profundo de conhecer o que nela estava escrito, então, a abria e orava ao Senhor, o esperado aconteceu, Helena aprendeu a ler desembaraçadamente”.

Saúde Física e Emocional. Ouvimos muito o ditado “Tendo saúde, o resto a gente resolve”. A Bíblia, o livro que produz crença, tem inspirado milhares de pessoas a receberem por toda a parte, através da fé no nome de Jesus Cristo, curas e milagres, comprovados pela ciência médica. Muitos pacientes e até funcionários de hospitais, solicitaram das Igrejas a presença de ministrantes para ler a Bíblia e orar pelos Doentes. Em uma reportagem, a revista saúde de janeiro de 2010, trouxe a seguinte informação: a recuperação de pacientes com câncer está diretamente ligada à sua religiosidade. Taxativo assim é o resumo dos resultados de um estudo realizado na Universidade de São Paulo, “os pacientes que têm uma crença religiosa se mostram mais confiantes para lutar contra a doença”, explica a psicóloga Joelma Ana Espíndula, que liderou a pesquisa. O trabalho ouviu 12 voluntários em tratamento e 11 especialistas em oncologia.

Muitos psicólogos tem passagens prediletas que usam nos momentos de atendimento a seus clientes. Famílias que meditam na Bíblia juntos, regularmente, tem seus alicerces muito mais resistentes. Pais que abrem mão da prática da Bíblia com a sua família, podem ter sua casa destruída a qualquer momento; o próprio Jesus falou disto quando tratou da casa construída sobre a areia e sobre a rocha (Mateus 7.24-27). Pessoas religiosas ou não, em momentos de luto, quando da separação de seus entes queridos, sentem-se fortalecidas ao ouvir passagens das escrituras sagradas. E o que dizer das casas de recuperação de dependentes químicos, aquelas que usam a Bíblia, são as mais bem-sucedidas.

Espiritual. É o principal dos benefícios das Sagradas Escrituras. Está escrito “Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê” (Romanos 1.16); “assim que se alguém está em Cristo, nova criatura é…” (2 Coríntios 5.17). Observamos em nosso meio, pessoas que outrora roubavam, matavam, viviam na bebedeira, nas pelejas, na prostituição e outras obras semelhantes, e que ao entrarem em contato com a Bíblia tiveram transformação. O irmão Adva Schuambi, residente em Cabral (RO), teve um encontro com Deus, no presídio, onde ficou três anos e meio no regime fechado e com autorização das autoridades competentes, foi batizado. Hoje faz seis anos que deixou a casa de detenção e permanece firme, cooperando na Igreja. Em suas palavras ele disse: “Não fosse a Bíblia, seria cadeia de novo; Ela é a verdade que liberta”.

Tendo em vista o exposto, afirmo, a Bíblia é alimento para o faminto, uma luz para quem está em trevas, água para o sedento, cura para o doente, verdade para o enganado, e mapa para o céu para o perdido. Diz o pastor Antonio Gilberto: “ “O homem deve ler a Bíblia para ser sábio, crer na Bíblia para ser salvo, e praticar a Bíblia para ser santo”. Humanidade! Que és tu sem a Bíblia?

¹ Bíblia Anotada – Edição Revista e Atualizada. Editora Mundo Cristão, 1991. São Paulo. Nota de Rodapé.
² Extraído do Jornal Mensageiro da Paz: ano 82 – número 1.528 – Setembro de 2012.

Por, Elizeu de Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *