O Senhor é ajudador de todos os necessitados que O clamam

O Senhor é ajudador de todos os necessitados que O clamamNo registro bíblico de João 5, Jerusalém estava em festa, boa parte do povo participava alegremente da solenidade no Templo e sinagogas; em casa, as famílias e amigos se regozijavam, havia troca de gentilezas, presentes; os visitantes participavam alegremente. A cidade estava enfeitada e em quase todas as ruas sentia-se um ar de alegria. Porém, em uma das entradas da cidade, junto à Porta das Ovelhas, ouvia-se gemidos de dor. Ali estava um grande número de pessoas enfermas. Eram cegos, aleijados, paralíticos, portadores de muitas doenças.

Essa pequena multidão aglomerava-se nos cinco alpendres chamados de alpendres de Salomão. Ali, bem próximo, havia um tanque chamado Betesda, sobre o qual, de período em período, um anjo descia do Céu e movimentava aquela água, e o primeiro enfermo que nela tocasse recebia a cura. Havia uma provisão de Deus bem junto a uma multidão de necessitados.

Todos que ali estavam esperavam por sua oportunidade. Só que os portadores de enfermidades que não prejudicavam sua locomoção tinham bem maior oportunidade de serem curados, enquanto os paralíticos e aleijados permaneciam à espera da sua vez. No Templo e sinagogas, os sacerdotes e os lideres religiosos festejavam a solenidade nacional indiferentes à situação dos necessitados.

Jesus, ao entrar na cidade por aquela porta, viu os necessitados e teve deles compaixão. Aproximando-se de um paralítico, lhe perguntou: “Você quer ficar são?”. A resposta foi imediata: “Eu quero, mas não há quem me ajude; quando o anjo desce e movimenta a água, outro desce ao tanque primeiro que eu, e estou nessa situação a trinta e oito anos”. Há enfermidades e problemas que só têm solução com uma intervenção divina. O Mestre ordenou ao enfermo: “Levanta-te, toma a tua cama e anda”. O paralítico ficou são.

Nós, os crentes, somos privilegiados, temos um ajudador sempre disposto a nos ajudar. Eu tenho ouvido testemunhos de irmãos que foram ajudados por Jesus nas horas mais difíceis da sua vida. Certo dia ouvi de um irmão Nissei que foi colocado no porta malas de seu carro por cinco assaltantes, que travaram um tiroteio com a polícia. O carro ficou perfurado de balas, mas ele foi guardado por Jesus: nenhuma bala o alvejou. O profeta Daniel foi ajudado, o anjo fechou a boca dos leões; e os três hebreus lançados na fornalha de fogo ardente foram livrados pelo Senhor.

Jesus veio para ajudar o pobre, o necessitado, o aflito, aquele que não tem quem ajude (Salmos 72.12). Jesus estende a Sua mão em sua direção. Aceite a ajuda dEle e o livramento da Sua parte!

Por, José Wellington Bezerra da Costa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *